Áreas da Radiologia: saiba as opções de atuação para esse profissional!

Hoje em dia, são várias as áreas da Radiologia que estão em alta e são bem pagas. Logo, quem se forma nesse campo vai achar um amplo mercado de atuação. Assim, vale a pena conhecer cada um dos setores e ver com qual você se identifica mais.

Quais são as Áreas da Radiologia que você pode atuar e que estão em alta?

A Radiologia, antes de tudo, é uma das áreas da saúde mais comuns em diversos locais. A princípio, esse campo de estudo trata da produção de imagens para ajudar nos diagnósticos.

Essas figuras podem ser feitas em qualquer região do corpo. Além disso, elas são cruciais para poder tratar certos problemas em vários tipos de situações. Dito isso, essas são as áreas que estão em alta hoje em dia:

  • Tomografia computadorizada;
  • Raio-X;
  • Ressonância Magnética;
  • Medicina Nuclear;
  • Densitometria óssea;
  • Radiologia Industrial;
  • Mamografia;
  • Radiologia Odontológica.

Tomografia Computadorizada

Essa é uma das Áreas da Radiologia que trata de fazer um exame menos invasivo. Do mesmo modo, o que ele produz são imagens com traços mais ricos em comparação com a radiografia clássica.

Na prática, ela é formada por computadores que atuam junto com aparelhos de Raio-X. Como resultado, eles ficam aptos a gerar imagens em alta resolução de regiões como:

  • Ossos;
  • Fígado;
  • Cérebro;
  • Rins;
  • Pleura;
  • Vias Biliares;
  • Pulmões;
  • Ovários.

Sobre o contraste

Em resumo, é um composto usado para que se possa analisar os vasos sanguíneos. A princípio, ele não causa efeitos colaterais e é muito seguro. Porém, não deve ser utilizado em quem tem contraindicações ou problemas renais.

Raio-X

Esse é o campo mais comum e popular entre as Áreas da Radiologia. Assim, ele funciona com pequenas doses de radiação para avaliar ossos e órgãos. Além disso, é o mais antigo dos setores, descoberto na Alemanha, em 1895.

De modo geral, ele é crucial para descobrir doenças como a pneumonia. Dessa maneira, também se usa esse exame em regiões como abdômen e pulmão. A partir disso, é possível ver possíveis inflamações e infecções.

Em termos práticos, ele funciona com o paciente deitado em uma maca ou em pé. Em seguida, coloca-se a mira da máquina sobre a região que será analisada. Por último, o aparelho lança um feixe de elétrons que atravessa o corpo para gerar a imagem.

Ressonância Magnética

A ressonância magnética é uma das áreas mais bem pagas e que produz figuras com grande precisão. Entretanto, diferente do Raio-X, esse exame não usa radiação em sua execução.

O uso dessa medida nas Áreas da Radiologia é feito em um laboratório de imagem. Ainda assim, o objetivo segue o mesmo de detectar e analisar vários tipos de doença.

Em linhas gerais, ele trabalha como se fosse um imã que alinha os prótons do corpo humano. Isso ocorre devido a ele gerar um campo magnético, que acaba por pulsar uma corrente de radiofrequência pelo paciente.

O que se tem, então, são propriedades magnéticas que o médico coleta com a ajuda de um computador. Ainda assim, vale lembrar que deve ficar imóvel dentro do aparelho para obter uma imagem melhor.

Medicina Nuclear é uma das Áreas da Radiologia

A medicina nuclear é uma das áreas em alta que foca em ver como órgãos e tecidos vivos funcionam. Dessa forma, se usa um método seguro, indolor e não invasivo com materiais radioativos.

Isso ajuda a fazer o diagnóstico, além de se utilizar apenas doses mínimas da substância. O nome desse radioativo é radiofármaco e ele pode ser utilizado para diagnosticar e tratar doenças.

Antes que se assuste, não precisa ficar com medo pelo fato de ser algo nuclear. Afinal, a quantidade que a medicina usa é muito pequena em todos os exames. Ou seja, é uma quantia muito segura, até mais do que um mero comprimido.

Densitometria Óssea

Como diz o seu nome, essa é uma das Áreas da Radiologia que foca nos ossos. Acima de tudo, é um exame que se faz para diagnosticar doenças como osteoporose. Além disso, a osteopenia é outra condição que se detecta pelo procedimento.

A coluna lombar e o fêmur são algumas das regiões para saber a massa óssea. Do mesmo modo, o aparelho para fazer o processo é um de dupla emissão de Raio-x. Porém, a dose de radiação segue sendo muito baixa.

Em caso de detecção de perda de cálcio após o exame, se confirma o diagnóstico. A partir disso, deve-se iniciar o tratamento o quanto antes para impedir o avanço. Por fim, ele se difere da cintilografia por não usar injeção ou contraste.

Radiologia Industrial

Entre as Áreas da Radiologia, tem a Radiologia Industrial, que foca no controle de qualidade. Assim, todos os processos que ela usa são para avaliar produtos e materiais na prática.

Aqui, portanto, é um dos setores que trata de manter a integridade de certos locais. Por exemplo, os que recebem grandes cargas de pressão devido ao transporte de gases e óleos.

Mamografia é uma das Áreas da Radiologia

Essa é uma das áreas em alta do campo da Radiologia, até pelas campanhas feitas. Então, o uso desse tipo de raio-x é tido como crucial para a saúde da mulher. Em resumo, esse exame se faz em um mamógrafo, aparelho capaz de diagnosticar câncer de mama.

Hoje em dia, existem dois tipos de mamografia, por meio digital e por rastreamento. A primeira trata de algo mais ao estilo clássico do processo, que gera uma foto para análise. Agora, o segundo é mais preciso e consegue achar qualquer lesão mamária.

Radiologia Odontológica

Esta, por fim, é uma das Áreas da Radiologia que trata de examinar os dentes. Dessa forma, se usa da radiologia em modo mais comum para analisar essa região e a face do paciente.

De modo geral, ela é eficaz para avaliar doenças bucais. Além disso, os tipos de exame que se pode fazer são o intraoral e extraoral. Ou seja, por dentro da boca ou por fora dela.

Vale lembrar, no entanto, que este nem sempre é muito preciso para o dentista. Portanto, pode ser necessário o uso de exames laboratoriais e clínicos para se chegar a uma conclusão exata.

Como a Unopar te ajuda a chegar nas áreas de atuação do Radiologista?

Por meio da qualificação, algo que a Unopar oferece com a mais alta qualidade. Afinal, não é à toa que ela reúne anos de tradição dentro do ramo. Além disso, ela ajuda o aluno a se inscrever e manter o foco nos estudos.

Tudo graças às suas soluções para inscrição nos cursos e suporte de forma virtual. Assim, torna-se possível fazer uma graduação mesmo se tiver uma agenda apertada ou for de baixa renda.

Ela ainda possui modos de ensino presencial e EAD, o que pode ajudar muito. Dessa maneira, não perca mais tempo e inscreva-se hoje mesmo no vestibular clicando aqui.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.