Cibersegurança: veja tudo sobre a faculdade!

cibersegurança

A área de tecnologia tem passado por um boom no número de novas profissões para atender às demandas de empresas e da sociedade civil. São cargos que nasceram com as recentes transformações digitais e já estão tomando conta do mercado de trabalho. Esse é o caso da Cibersegurança.

Aqui na Unopar, é oferecido o curso superior Tecnólogo em Cibersegurança, voltado especificamente para os desafios que o profissional encara na rotina de trabalho. O curso foi desenvolvido para solucionar o desequilíbrio que existe hoje entre a oferta de vagas para a área de segurança cibernética e falta de profissionais capacitados para ocupá-las.

Neste post, nós apresentamos mais detalhes sobre a faculdade de Cibersegurança, o mercado de trabalho e a rotina do profissional recém-formado. Mas, antes de qualquer coisa, vamos começar pelo básico e entender o que é essa área.

Afinal, o que é Cibersegurança?

A Cibersegurança é uma área que se confunde com a Segurança da Informação. Você pode encontrar as duas expressões com o mesmo significado dependendo do lugar. Mas há quem as diferencie usando um critério simples.

A Cibersegurança seria, na verdade, uma das áreas da Segurança da Informação. Enquanto a primeira está voltada para a aplicação de medidas contra ataques criminosos que atingem softwares, hadwares e às redes de uma empresa, a segunda é mais abrangente, preocupando-se com a segurança de todos os dados, em vários formatos e estados.

Parece confuso? Vamos exemplificar.

Se uma empresa precisa aplicar medidas de prevenção nos componentes técnicos da sua infraestrutura digital, estamos falando da Cibersegurança. Quando se discutem as funções desempenhadas por pessoas, a segurança física dos dados e a conscientização sobre as medidas de proteção, aí é a respeito da segurança da informação.

Em suma, a Cibersegurança pode ser considerada uma área que abrange a segurança de toda informação processada, armazenada e transportada no ambiente cibernético.

O que se estuda no curso de Cibersegurança?

Abaixo, confira a grade curricular completa do curso de Cibersegurança na Unopar:

  • Educação a Distância;
  • Governança Corporativa;
  • Lógica Computacional;
  • Modelagem de Dados;
  • Algoritmos e Programação Estruturada;
  • Redes de Computadores;
  • Projeto Integrado;
  • Arquitetura de Redes;
  • Privacidade e Proteção de Dados;
  • Linguagem de Programação;
  • Programação e Desenvolvimento de Banco de Dados;
  • Sistemas Operacionais;
  • Segurança em Engenharia de Software;
  • Projeto Integrado;
  • Sistemas Distribuídos;
  • Arquitetura de Segurança;
  • Gestão de Continuidade de Negócio;
  • Segurança da Informação e Redes;
  • Arquitetura e Organização de Computadores;
  • Governança de Segurança;
  • Computação em Nuvem;
  • Administração de Sistemas Operacionais;
  • Criptografia;
  • Projetos de Redes; 
  • Programação para Redes;
  • Sociedade Brasileira e Cidadania;
  • Gerenciamento de Redes.
  • Perícia Forense em Segurança da Informação;
  • Segurança Defensiva – Blue Team; 
  • Segurança Ofensiva – Ethical Hacking – Red Team;
  • Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) – disciplina optativa.

Por que a Cibersegurança é um assunto tão debatido?

Até pouco tempo, não só as empresas, mas também usuários que usavam aplicativos, redes, sistemas digitais de armazenamento e compartilhamento de dados esperavam a chegada de momentos de crise para, então, realizarem algum tipo de ação emergencial no que diz respeito à segurança online. A desvantagem desse tipo de ação é evidente.

As medidas emergenciais para recuperar dados vazados não são uma solução realmente efetiva e abrangente para a atuação dos criminosos digitais, que estão sempre em busca de lacunas na infraestrutura digital dos usuários e das empresas. Essas ações não corrigem as vulnerabilidades e mantêm as chances de ataques severos no futuro.

Com o aumento no número de crimes na internet de uns anos para cá, o debate acerca da importância da Cibersegurança também é cada vez mais presente. Só em 2020, houve o registro de mais de 17.843 casos de crimes digitais no Brasil, um crescimento de 87,1% em comparação a 2019, segundo dados da Polícia Civil.

Mas o aumento de crimes no ambiente digital não é o único fator que explica a importância da Cibersegurança para o contexto atual. As recentes transformações digitais nas empresas mostram que é necessário, mais do que nunca, mecanismos capazes de eliminar e reduzir riscos relacionados com a segurança dos dados.

Os processos internos das empresas estão automatizados e realizados no ambiente digital com a ajuda de softwares. A tecnologia está no cerne dos novos modelos de negócio. O mercado de trabalho reflete cada vez mais esse cenário, uma vez que as empresas estão contratando especialistas em manejar e garantir a segurança dos dados online.

Não é à toa que algumas das melhores profissões para seguir hoje em dia estão na área de Tecnologia da Informação.

Quais são os objetivos da graduação em Cibersegurança?

O curso forma profissionais autônomos com conhecimentos em sistemas computacionais e redes de computadores, adotados de habilidades para analisar vulnerabilidades e apresentar soluções de segurança de dados. Além disso, estarão aptos a criar e executar normas de segurança de sistemas digitais e realizar análise forense de ambientes computacionais. 

Mais especificamente, a formação em Cibersegurança ajuda o aluno a identificar e evitar vetores de ataque que possam roubar dados ou incapacitar uma empresa de funcionar normalmente. As disciplinas também o aprimoram para atuar de forma preventiva no combate à perda de dados, a casos de roubos de senhas e dados bancários.

O aluno sai da graduação instruído para fazer a aplicação de técnicas e realizar a coordenação de projetos de segurança de dados de maneira assertiva.

Como o curso de Cibersegurança está organizado?

O desenvolvimento das disciplinas ocorre no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da Unopar, para o qual você ganha acesso exclusivo ao se tornar um aluno.

No AVA, é possível assistir às aulas, fazer avaliações virtuais, consultar livros didáticos e materiais de apoio, participar de fóruns e atividades interdisciplinares.

O curso Tecnólogo em Cibersegurança está organizado em 5 semestres (2 anos e meio). Veja, logo abaixo, como é a ementa de cada semestre:

1° Semestre

O primeiro semestre do curso traz uma abordagem mais abrangente sobre o EAD. Além disso, há os tópicos centrais para todo profissional do mercado de tecnologia, como Governança Corporativa, Lógica Computacional, Modelagem de Dados, Algoritmos e Programação estruturada e Rede de Computadores.

2° Semestre

No segundo semestre de Cibersegurança, o aluno é introduzido a conceitos ainda mais específicos de análise de dados e segurança digital. É nesse momento que as turmas começam a trabalhar com a linguagem de programação, principalmente Python. Elas também conhecem os diferentes tipos de arquiteturas e protocolos de rede.

Os outros tópicos centrais são: Privacidade e Proteção de Dados, Programação e Desenvolvimento de Banco de Dados, Sistemas Operacionais e Segurança em Engenharia de Software.

3° Semestre

No semestre do meio do curso, os alunos continuam a conhecer tópicos centrais envolvidos na Cibersegurança. Temos como exemplo a arquitetura e sistemas distribuídos, os principais mecanismos de segurança online e regulação da segurança em informação.

Aqui, os alunos também têm contato com assuntos relacionados com a Gestão de continuidade de negócio, como fundamentos de gestão de conhecimento, recuperação de desastres e análise de impacto nos negócios.

4° Semestre

Os tópicos trazidos no penúltimo semestre do curso são decisivos para uma formação de qualidade para o mercado de tecnologia. É nesse momento que os alunos estudam a fundo os fundamentos da Computação em Nuvem, modelos matemáticos aplicados à criptografia, Hardware Security Module (HSM), funções hash e Blockchain.

Outros tópicos do semestre são: Administração de Sistemas operacionais, Projetos de redes e Programação para redes.

5° Semestre

No quinto e último semestre do curso, os alunos são introduzidos a assuntos importantes da Cibersegurança. Destacamos a Segurança defensiva (Blue Team) e Segurança ofensiva, Ethical Hacking (Red Team), além de Gerenciamento de Redes e Perícia forense em segurança da informação.

Nesse momento, os alunos também entram em contato com um ponto de vista humanizado da profissão, com assuntos relacionados à Sociedade Brasileira e Cidadania, como Pluralidades e diversidades no Século XXI, Cultura Afro-Brasileira e Africana.

No total, o aluno precisa cumprir uma carga horária de 2.450 horas, que se dividem em:

  • 2.360 horas de atividades acadêmicas curriculares;
  • 50 horas de atividades complementares (Estudos Dirigidos -ED);
  • 40 horas de atividades complementares de outras modalidades (estágio curricular não obrigatório, monitorias, participação em palestras, conferências etc.).

Quais são as possíveis áreas de atuação em Cibersegurança?

Ao garantir o diploma de Tecnólogo em Cibersegurança, o profissional pode atuar de maneira autônoma ou em empresas de pequeno, médio e grande porte. Suas funções envolvem desenvolvimento de projetos de segurança da informação para ambientes e sistemas digitais.

Por ser uma área ampla, podemos dividir a carreira na Cibersegurança em alguns setores. Na segurança de rede, por exemplo, os profissionais conhecem a fundo como funcionam os protocolos de segurança de rede e as ameaças mais comuns. Eles ficam responsáveis por manter em pleno funcionamento a primeira barreira de segurança digital das empresas.

Na segurança na nuvem, os profissionais se dedicam a garantir o acesso seguro dos usuários aos serviços de armazenamento Cloud, assim como a transferência de arquivos entre eles. É fundamental conhecer as linguagens de programação, principalmente Python, e as funcionalidades das principais plataformas de nuvem.

Outra segmentação comum da carreira em Cibersegurança é a segurança de aplicação, na qual os profissionais ficam responsáveis por fazer ajustes em vulnerabilidades no código-fonte de computadores e dispositivos móveis.

Como está o mercado de trabalho para Cibersegurança?

O Brasil está em 2° entre os países com maior cybersecurity workforce gap. Ou seja, a maior diferença entre a oferta de trabalho e o número de profissionais capacitados para atuar com Cibersegurança.

Isso demonstra que muitas empresas brasileiras buscam especialistas para reforçar sua infraestrutura de segurança digital. Porém, o que encontram é um mercado de trabalho com poucos profissionais com formação técnica em Cibersegurança.

Teste Vocacional Rápido

Esses dados estão na pesquisa Cybersecurity Workforce Study 2020, realizada anualmente pela (ISC)², organização internacional sem fins lucrativos especializada em treinamentos para Cibersegurança.

Se existem um bom momento para fazer o curso de nível superior na área é agora. A insuficiência de especialistas em Cibersegurança acaba valorizando o trabalho de quem tem formação profissional sólida.

A área está com uma alta empregabilidade. Empresas brasileiras estão dispostas a pagar mais para contratar um profissional formado em Cibersegurança. Afinal, esse é um especialista requisitado e raro no mercado de trabalho. Então, aproveite para investir na sua formação e ir em busca de empregos que pagam bem no mercado de tecnologia.

Quanto ganha o profissional de Cibersegurança?

O profissional formado em Cibersegurança pode atuar em várias ocupações no mercado de tecnologia, o que também acaba mudando as suas expectativas de remuneração.

A ocupação de Analista em Segurança da Informação é uma das mais comuns para quem se forma na área. As responsabilidades desse cargo estão diretamente relacionadas com o que se aprende na graduação de Cibersegurança:

  • mapear riscos de segurança na infraestrutura de TI;
  • orientar usuários;
  • definir normas de segurança para os sistemas de uma empresa etc.

A média salarial do analista em Segurança da Informação é de R$ 5.725, 29*, mas o teto salarial do profissional chega a R$ 14.138,64*.

Esses dados são de uma pesquisa recente do site Salários, que também releva a remuneração de acordo com a experiência profissional e o porte da empresa.

Recém-formado

O analista em Segurança da Informação recém-formado também pode ser chamado de Júnior. Em média, ele recebe os seguintes valores:

  • Micro: R$ 6.525,80;*
  • Pequenas: R$ 5.784,78;*
  • Médias: R$ 6.414,05;*
  • Grandes empresas: R$ 6.452,98.*

Pleno

O profissional mais maduro, com 5 a 10 anos de experiência, é chamado de pleno e tem maior poder de decisão dentro das empresas. As estimativas de remuneração para o analista em Segurança de Informação nesse estágio são as seguintes:

  • Micro: R$ 6.928,22;*
  • Pequenas: R$ 6.187,21;*
  • Médias: R$ 6.816,247;*
  • Grandes empresas: R$ 6.855,40.*

Sênior

O profissional do nível sênior assume cargos de liderança e mais responsabilidades dentro das empresas. Veja o salário do analista em Segunda da Informação sênior:

  • Micro: R$ 4.019,86;*
  • Pequenas: R$ 4.004, 38;*
  • Médias: R$ 4.526,17;*
  • Grandes empresas: R$ 4.985,75.*

Vale lembrar que nem todo profissional com 10 ou 15 anos de experiência, por exemplo, são considerados Sênior. As categorias de Júnior, Pleno e Sênior são apenas referências que ajudam a entender como uma profissão pode se desenvolver ao longo dos anos.

Vale a pena mesmo investir na faculdade de Cibersegurança?

A resposta para essa pergunta não poderia ser outra: sim, vale a pena. Pelo que vimos até aqui, já é possível ter uma ideia dos motivos. Para não restarem dúvidas na sua decisão, listamos algumas vantagens de investir na faculdade de Cibersegurança –– em especial no EAD. Confira!

Rápido ingresso no mercado de trabalho

O curso superior de Cibersegurança é oferecido no grau de Tecnólogo. A principal característica desse tipo de graduação é a curta duração. São apenas 2 anos e meio para que o profissional consiga reunir a bagagem que precisa para entrar na disputa pelas melhores vagas no mercado de tecnologia.

É importante que a duração do curso não se confunda com baixa qualidade no ensino. Quem entra em um curso Tecnólogo visa a ter uma formação focada nos principais desafios que o profissional encara no mercado de trabalho.

Diferentemente de um curso técnico, a formação em Tecnólogo conta com todas as características de uma formação de nível superior. Alguns exemplos: estágios supervisionados, equilíbrio na grade curricular entre teoria e prática, além da possibilidade de fazer uma pós-graduação depois que o aluno obtém o diploma.

Funcionalidades um curso EAD

Os alunos de Cibersegurança da Unopar EAD, sempre que precisam, podem contar com a ajuda de tutores a distância para tirar dúvidas sobre o funcionamento do Ambiente Virtual de Aprendizagem e realizar atividades propostas pelos professores.

Diferentemente do que dizem alguns mitos sobre o EAD, os alunos contam com várias vantagens e funcionalidades. É possível consultar livros, teleaulas, periódicos científicos, revistas e outros materiais disponibilizadas em bases de dados de bibliotecas digitais.

Além disso, o sistema de avaliação acontece por meio de atividades pontuais, como provas das matérias, fóruns avaliativos e avaliações virtuais. A soma das pontuações em cada matéria é convertida em uma nota.

Poucas despesas com a faculdade

O aluno de um curso presencial tem a necessidade de gastar com o deslocamento de ida e volta para a faculdade todo dia. Já em curso realizado a distância, além de economizar tempo e dinheiro com o deslocamento, você aproveita para arcar com mensalidades mais acessíveis.

As faculdades que oferecem cursos na modalidade de ensino EAD não precisam pagar uma série de custos com infraestrutura física, como aluguel de prédio, segurança e equipamentos para a sala de aula. Essa economia é refletida no preço cobrado aos alunos, que acaba sendo mais em conta do que as mensalidades de cursos presenciais.

Qual é o perfil do aluno e profissional de Cibersegurança?

Além do gosto por tecnologia, existem algumas características e habilidades que favorecem a atuação do profissional de Cibersegurança e o desenvolvimento das matérias do curso. Veja quais são a seguir.

Familiaridade com a área de Exatas

A matemática e o raciocínio lógico são a base da linguagem de programação, da lógica computacional e de boa parte dos assuntos presentes na grade curricular de Cibersegurança. Por isso, a familiaridade com as noções básicas de Exatas é algo fundamental para o bom desenvolvimento no curso.

Perfil analítico

A capacidade analítica envolve as habilidades de reunir, identificar padrões e interpretar dados de diferentes fontes para usá-las em tomadas de decisão. É um perfil interessante para todos os profissionais que atuam diretamente com dados de sistemas e ambientes digitais.

Gosta de trabalhar em equipe

Quem atua na Cibersegurança precisa dialogar com profissionais que desempenham outras funções no departamento de TI das empresas, assim como manter uma boa relação frequente com gestores e supervisores do seu trabalho. Por isso, saber ouvir e dar feedbacks, ter proatividade e disposição para se adaptar a desafios são habilidades muito bem-vindas.

Por que estudar Cibersegurança na Unopar?

A seguir, separamos algumas vantagens que você vai encontrar no primeiro curso de Cibersegurança do Brasil, aqui na Unopar.

Incentivo à entrada no mercado de trabalho

As perspectivas de trabalho para quem conclui a graduação na Unopar são as melhores possíveis. Pensando no futuro dos alunos, a faculdade oferece acesso exclusivo ao Canal Conecta, um portal online com as melhores vagas de emprego e estágio do país.

Além disso, calouros e veteranos da Unopar podem realizar treinamentos 100% online e gratuitos no programa Trilhas de Carreira. Ele aborda as principais competências exigidas dos futuros profissionais no mercado de trabalho.

Parceiros da Academia Tech

Os alunos da Unopar também aproveitam a parceria que a faculdade tem com grandes empresas do mercado para fazer certificações online e gratuitas na Academia Tech. As certificações com parceiros são oferecidas por AWS Academy, AWS Educate, HUAWEI ICT Academy e Cisco Networking Academy.

Diferentes formas de ingresso

É importante que você consiga escolher a forma de ingresso mais vantajosa para o seu caso. Aqui na Unopar, é possível entrar na graduação usando a nota do Enem ou, se preferir, inscrevendo-se no vestibular online.

Caso já esteja em uma graduação, também é possível dar entrada no processo de transferência externa.

Bolsas de estudo

Nem sempre os alunos podem arcar com o valor integral das mensalidades. Por isso, a Unopar oferece várias opções de bolsas de estudo:

  • bolsa Enem;
  • bolsa incentivo;
  • bolsa por transferência externa.

Também é possível aproveitar outras opções de desconto na Unopar, como a isenção da taxa de pré-matrícula, descontos para funcionários de empresas conveniadas com a faculdade, desconto para servidores público e militares.

Com o programa Amigo Vale-Prêmio, você pode indicar outras pessoas para estudarem na Unopar e ganhar descontos a cada matrícula realizada.

Corpo docente especializado

Aprender com os conteúdos atualizados já é um grande passo na sua formação profissional. Mas nada substitui a vivência de professores que já passaram pelos mesmos desafios que você encontra no momento. É por essa razão que a Unopar reuniu o melhor time para ministrar o curso de Cibersegurança.

Chegou a hora de se inscrever no vestibular!

E aí, o que achou do curso de Cibersegurança? Era o que você esperava? A graduação oferece uma bagagem completa para quem vai ingressar no mercado de tecnologia e quer aproveitar a demanda de trabalho que existe na área. Quanto mais cedo você se formar, maior será sua chance de conquistar uma vaga de trabalho.

Então, faça agora sua inscrição no vestibular da Unopar e aproveite as vantagens de um curso superior!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.