Como é o curso de Bacharelado em Engenharia Elétrica?

estudante de engenharia elétrica

É difícil imaginar um mundo moderno sem energia elétrica, não é mesmo? Por isso, o Bacharelado em Engenharia Elétrica é uma graduação muito importante e em alta no mercado de trabalho. O curso forma profissionais capazes de projetar e executar sistemas de transmissão, geração, distribuição e utilização de energia elétrica.

Entre as modalidades de ensino, o curso pode ser realizado no EAD e é uma ótima opção para quem quer aprender a executar e a fiscalizar obras e serviços técnicos, realizar estudos de viabilidade técnico-econômica e efetuar perícias, vistorias e avaliações.

Se você tem vontade de se tornar um engenheiro eletricista, precisa analisar as questões que preparamos! Continue a leitura e saiba mais sobre a faculdade de Engenharia Elétrica!

O que se estuda no Bacharelado em Engenharia Elétrica?

Existem duas modalidades de cursos tradicionais: Licenciatura e Bacharelado. As Engenharias são oferecidas na modalidade Bacharelado, com disciplinas das Ciências Exatas como parte fundamental da grade curricular, pois os cálculos ajudam a realizar operações matemáticas específicas para os problemas da área. Com base em geometria e álgebra, os alunos estudam as taxas de variação de grandezas, por exemplo.

Para o curso de Engenharia Elétrica, essas matérias se aplicam no campo da eletrônica e nas redes de distribuição de energia. Na metade do curso, as disciplinas se tornam mais específicas, com abordagens voltadas aos dispositivos e circuitos eletrônicos, bem como o funcionamento de sinais elétricos.

Mais para o fim da graduação, os alunos começam a explorar áreas mais técnicas e modernas. No campo do eletromagnetismo, os estudos são voltados aos fenômenos eletrostáticos. Esse conhecimento é usado em redes de transmissão e em processos que envolvem radiação eletromagnética, por exemplo os sistemas de comunicação.

Como são as aulas na prática?

Após cursar as disciplinas mais introdutórias, os alunos têm base suficiente para começar as aulas práticas em laboratórios. Esse momento torna a graduação em Engenharia Elétrica ainda mais interessante.

Durante a formação, os estudantes têm aulas de desenvolvimento de projetos e podem elaborar sistemas elétricos, digitais e eletromagnéticos. Ao final do curso, é necessário fazer um estágio supervisionado, que permite colocar em prática as habilidades e os conhecimentos adquiridos durante a graduação.

Para concluir o curso e ter seu diploma em mãos, você deverá elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) junto a um professor-orientador. Aqui na Unopar, você pode fazer o seu Bacharelado em Engenharia Elétrica na modalidade EAD e estudar onde quiser. As aulas práticas são realizadas em um dos polos da instituição.

Quais são as principais áreas de atuação possíveis?

Depois de concluir o Bacharelado em Engenharia Elétrica, seu campo de trabalho será amplo. O engenheiro eletricista pode trabalhar em diversos segmentos da indústria, desenvolvendo e instalando sistemas, fabricando equipamentos e pesquisando novas fontes de energia. A seguir, veja algumas áreas nas quais você pode seguir carreira.

Eletrotécnica

Se você se interessa por processos relacionados a eletricidade deve buscar oportunidades nessa área. A eletrotécnica é direcionada para o desenvolvimento e a conservação de sistemas elétricos e redes de distribuição nas usinas. Envolve a especificação de transformadores, motores, geradores e projetos de instalações elétricas.

Telecomunicações

Esse setor é um dos que oferecem boas oportunidades para os engenheiros eletricistas. A grande presença de redes de internet e de telefonia móvel pelo país impacta diretamente o aumento de vagas em empresas da área.

O profissional é responsável por desenvolver e monitorar equipamentos e redes de transmissão para estabelecer a comunicação em rede.

Engenharia biomédica

A manutenção e fabricação de muitos equipamentos hospitalares avançados precisam da atuação do engenheiro eletricista. Um exemplo é a UTI hospitalar, que precisa de um profissional capacitado para manter o seu complexo funcionamento.

Construção civil

O engenheiro eletricista também pode trabalhar em conjunto com o arquiteto e o engenheiro civil, planejando a instalação elétrica de casas, edifícios e outras construções de pequeno e grande porte. Para isso, é necessário considerar as normas de segurança e as necessidades dos clientes.

Em que momento o aluno pode entrar no mercado de trabalho?

Afinal, como ser um engenheiro eletricista de sucesso? Antes de entrar formalmente no mercado de trabalho, é possível ter uma experiência profissional ainda na faculdade. Por meio do estágio, é possível colocar em prática tudo o que você aprendeu na sala de aula. Assim, o aprendizado se torna efetivo.

No estágio de engenharia, o aluno experimenta todas as responsabilidades da sua carreira. Em geral, é possível atuar em categorias mais administrativas, o que permite conquistar uma visão mais ampla sobre os processos empresariais, além de aprender sobre negociar e qualificar produtos e serviços para a execução dos projetos.

Outra opção é participar diretamente de tarefas práticas da profissão, sempre com a supervisão de um engenheiro responsável. Nesse caso, o aluno passa por situações em campo, sendo treinado para solucionar qualquer problema no decorrer dos projetos e aperfeiçoando o seu senso crítico.

A melhor forma de conseguir um estágio é contar com uma faculdade que facilita a conquista das melhores vagas. Aqui na Unopar, os alunos têm o Canal Conecta à disposição e podem acessar o site para conseguir uma oportunidade de trabalho. A plataforma reúne as melhores oportunidades, de acordo com o perfil e a qualificação dos candidatos.

Em média, o engenheiro eletricista ganha R$ 8.216,85 no mercado de trabalho brasileiro. O teto salarial é de R$ 18.413,88 e os valores variam de acordo com a carga horária, o Estado de atuação, a experiência, o porte da empresa e a qualificação do profissional. Por isso, é muito importante investir em educação continuada depois da faculdade.

O profissional graduado no Bacharelado em Engenharia Elétrica deve gostar de elaborar projetos e resolver problemas. Para ter um futuro de sucesso, é fundamental ser focado e ter facilidade com números, cálculos e fórmulas. Proatividade, bom raciocínio lógico, dedicação, responsabilidade e saber trabalhar em equipe são algumas competências profissionais importantes.

Se interessou ainda mais pelo curso e já tomou sua decisão de cursá-lo? Então, faça a sua inscrição para o vestibular da Unopar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content