Direito: aprenda tudo sobre a área de atuação do advogado!

advocacia

O Direito é uma das áreas mais tradicionais do ensino superior, e uma das mais procuradas na hora do vestibular. O estudo das leis e como as mesmas são aplicadas permite ao futuro profissional atuar em áreas diversas, e não apenas como advogado. Ficou curioso? Continue neste post e fique sabendo tudo sobre o Direito!

Este é um curso que exige do aluno muita leitura, tanto dos Códigos quanto de decisões de Tribunais Superiores e julgamentos. É assim que o futuro advogado ou advogada passa a entender o mundo legislativo, além de conhecer a rotina do Direito. Vamos começar nossa jornada!

Como é o curso de Direito?

O curso é oferecido somente na modalidade presencial por exigência do Ministério da Educação (MEC). Possui cinco anos de duração (dez semestres) e oferece aulas práticas a partir do quarto ano do curso. Esses cinco anos são fundamentais para que o aluno tenha um panorama completo sobre a área. Assim, o futuro profissional terá aulas das seguintes áreas do Direito:

  • Constitucional;
  • Administrativo;
  • Civil e Processual Civil;
  • Penal e Processual Penal;
  • Trabalho e Processual do Trabalho;
  • Comercial;
  • Tributário;
  • Previdenciário;
  • Cibernético
  • Internacional;
  • Imobiliário;
  • Direitos Humanos.

Além disso, o graduando terá contato com os assuntos de Medicina Legal, Teoria do Direito, do Estado, Sociologia, Ciência Política, e Língua Portuguesa. A propósito, a matéria de Língua Portuguesa adquire uma importância especial.

Os bacharéis em Direito, bem como advogados e outros cargos que dependem da formação em Direito, conhecem a linguagem legislativa para poder elaborar as peças jurídicas. Por isso a linguagem tem um lugar especial na grade curricular.

O aluno conhece a advocacia na faculdade?

Sim, especialmente a partir do quarto ano, quando começam as aulas práticas. É o que se conhece como Prática Jurídica. Assim, as faculdades de Direito têm Núcleos de Prática Jurídica, que atendem a população em geral. É aqui que o aluno conhece o dia a dia da advocacia, tem contato com juízes, promotores, defensores, tribunais, e acompanha o atendimento de pessoas. 

O estudante coloca em prática o que vê nas aulas, tem contato com casos reais e participa de julgamentos simulados. Muitas vezes a instituição de ensino é conveniada ao Tribunal de Justiça e realiza sessões de conciliação reais. Os alunos podem acompanhá-las e prestar algum auxílio, sempre com a presença de advogados e professores. 

Como se formar advogado?

O curso de Direito forma bacharéis, que são especialistas em Direito. Mas os bacharéis só se tornam advogados quando são aprovados, após a colação de grau, na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O exame é aplicado três vezes ao ano e tem duas fases.

A primeira fase tem 80 questões de múltipla escolha, e a segunda tem perguntas dissertativas na área do Direito que o candidato escolheu. Esta prova é um dos maiores desafios do formado em Direito.  Uma vez aprovado, ele pode dar entrada no processo de inscrição na OAB, ter seu registro e se tornar oficialmente advogado.

Mercado de trabalho no Direito

Aqui o graduado tem um leque bastante amplo de opções. Uma vez com o registro da OAB, o advogado ou advogada pode trabalhar em escritórios de advocacia ou montar o seu próprio. O profissional pode, também, se especializar em alguma área do Direito, como a Trabalhista, Tributária, Cível, por exemplo. Pode, ainda, seguir na carreira acadêmica e ser professor em instituições de ensino superior.

No setor privado, o advogado atua no departamento jurídico das empresas. É ele quem elabora e valida contratos, analisa casos que podem se tornar processos judiciais, aconselha a alta direção, entre outras atividades.

No setor público, há as opções de prestar concurso para a Defensoria Pública, Ministério Público, Magistratura (ser juiz) ou delegado de Polícia (Civil ou Federal). São cargos que exigem a formação em Direito, bem como uma experiência mínima de dois a três anos na advocacia.

Qual é o salário de um advogado?

Um advogado ganha, em média, R$ 4.453,81, segundo o site salario.com.br. Esse valor é calculado com informações de todo o Brasil, de advogados de todos os níveis de experiência e cargos diferentes. Desse modo, o valor varia de acordo com a cidade e função:

  • São Paulo (SP): R$ 6.249,26;
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 5.357,70;
  • Porto Alegre (RS): R$ 3.307,51;
  • Belo Horizonte (MG): R$ 3.252,76.

Qual é o perfil do aluno de Direito?

O estudante vai perceber, logo no começo do curso, que a leitura é uma das suas atividades principais para conhecer o Direito nas suas diversas formas. Aqui uma habilidade é especial, a de interpretação de texto. E não é para menos: há casos de processos judiciais que são movidos por interpretações da lei. Dessa forma, conhecer a legislação nos detalhes é importante.

Advogados, promotores, delegados, juízes e defensores têm uma característica em comum: eles precisam se comunicar muito bem. Neste caso, estamos falando com a comunicação entre instâncias diferentes, como o promotor com o juiz, bem como o delegado com a vítima que presta uma queixa. Outro detalhe é poder falar bem em público, para que sua argumentação seja ouvida e entendida. O aluno terá condições de desenvolver essas habilidades ao longo do curso.

Além disso, ter facilidade para transitar entre diferentes grupos é uma habilidade que profissionais do Direito têm. E isso pode começar ainda na faculdade, conversando com colegas de grupos diferentes, professores e pesquisadores.

Como será o Direito no futuro?

Além das áreas tradicionais, como Cível, Trabalhista, Tributária e Previdenciária, a tecnologia trouxe também outros campos de atuação para o advogado e a advogada. O Direito Digital é um deles, e diz respeito ao acesso e publicações de informações pessoais em meios públicos, por exemplo. Processos de censura ou limitação de divulgação de informações por meios digitais entram também nessa seara.

Crimes cibernéticos, como o de acesso indevido a banco de dados, roubo de informações e até de valores em dinheiro já estão na mira do Direito Digital. O profissional pode se especializar nesta área e desbravar um mundo que ainda conhecerá muitas novidades. Afinal, a tecnologia sempre evolui e traz novos dispositivos o tempo todo.

Inscreva-se no vestibular de Direito da Unopar!

Se o Direito é sua vocação, aproveite para se inscrever no vestibular de Direito da Unopar! Além de ter acesso a um conteúdo de qualidade, o aluno tem à disposição o Canal Conecta, uma plataforma com ofertas de vagas e estágios em todo o Brasil. 

Você pode ingressar na Unopar de diversas formas. O vestibular tradicional e online são alguns, mas há outras. Por exemplo, a nota no Enem, transferência de outras instituições de ensino superior, Prouni e Fies. Comece já sua carreira no Direito com a Unopar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.