Empregabilidade: o que significa essa palavra?

Empregabilidade

Quando pesquisamos sobre desenvolvimento de carreira, a empregabilidade quase sempre aparece como uma necessidade para ser bem-sucedido. Mas o que realmente significa esse conceito tão mencionado no contexto profissional?   

Tirar as dúvidas sobre o tema é importante para entender as ações que podem tornar o seu currículo mais atraente para os contratantes. Por isso, você já está no caminho para ter melhores oportunidades de carreira, ao buscar publicações e ler sobre o assunto. 

Logo abaixo, reunimos as principais informações sobre a empregabilidade. Continue a leitura para entender o conceito de uma vez por todas e receber dicas valiosas para o seu crescimento profissional

O que é empregabilidade? 

A empregabilidade é o potencial de uma pessoa em relação às oportunidades de trabalho. É, portanto, uma característica associada ao histórico profissional, bem como às competências técnicas e comportamentais desenvolvidas ao longo da carreira. Logo, deve ser uma prioridade.

Esse conceito é mais abrangente que “currículo profissional”. Em um processo seletivo, por exemplo, os recrutadores aplicam entrevistas de emprego e dinâmicas para investigar o potencial do candidato, buscando as competências reais, e não apenas o que está descrito na apresentação escrita. 

Na prática, a empregabilidade ajuda a conquistar empregos, manter-se no cargo e ter chances de promoção no emprego.

Como é a empregabilidade no Brasil? 

A empregabilidade no Brasil é marcada pela desigualdade entre os diferentes níveis de qualificação profissional. Quanto maior a formação, maiores são as chances de conquistar e permanecer em um emprego.

Veja os níveis de desemprego no 2º trimestre de 2020 conforme os dados do IBGE: 

  • ensino fundamental — 15,8%; 
  • ensino médio — 15,3%; 
  • ensino superior — 6,4%; 
  • média geral — 13,3%. 

O desemprego no Brasil não é a única característica que indica a importância da qualificação. Os empregadores encontram dificuldades para contratar profissionais qualificados. A consultoria Robert Half publicou pesquisa em 2020, mostrando que 59% dos recrutadores acham difícil ou muito difícil encontrar pessoas com esse perfil — que, no estudo, corresponde aos maiores de 25 anos com formação de nível superior. 

Quais são os fatores que influenciam na empregabilidade? 

Ao lado da formação de nível superior, existem outros fatores que podem gerar oportunidades de trabalho, como contratações e promoções nas empresas. Conheça os pontos mais importantes a seguir para ser mais desejados pelos possíveis empregadores. 

Mercado de trabalho 

A empregabilidade depende contexto no qual o profissional está inserido. Leis trabalhistas, crises econômicas, concorrência e novas tecnologias são exemplos do que pode afetar as chances de uma pessoa no mercado de trabalho. 

Formação profissional 

A formação profissional é outro fator determinante. É preciso se preocupar não apenas com o diploma, mas com a qualidade do ensino e com experiências durante a graduação. Afinal, o objetivo é estar empregado na área do curso, e não em outra com benefícios inferiores. 

Experiência de mercado 

Também é importante adquirir experiência profissional e conseguir transformar o conhecimento em habilidades úteis para as empresas. Ter um histórico desde a graduação é um excelente começo, pois as realizações passadas indicam o que a pessoa pode fazer no futuro. 

Competências gerais e específicas 

O desenvolvimento de competências é outro tema importante no plano para ter mais empregabilidade. Em primeiro lugar, você deve construir as hard skills (competências técnicas), que costumam estar relacionadas com a formação, como a prática jurídica no Direito, a gestão financeira na Administração e o desenho técnico na Engenharia Civil. 

Ao lado de aprendizado, o profissional deve ficar atento às soft skills (competências comportamentais) –– atitudes e habilidades interpessoais que fazem a diferença no mercado, como liderança, trabalho em equipe, flexibilidade e capacidade de aprender. 

Fique atento ainda às competências específicas para o cargo desejado. Um exemplo é a exigência cada vez mais comum das tecnologias utilizadas nas tarefas, como os softwares de recrutamento do RH e as maquetes 3D na Arquitetura.   

Perfil profissional  

É importante desenvolver também as características de personalidade, montando um perfil profissional compatível com a profissão escolhida. Aparência e postura, automotivação, adaptação a novas situações, empreendedorismo e boa comunicação são exemplos do que muitas empresas procuram hoje em dia. 

Rede de relacionamentos  

O networking profissional é outra estratégia relevante para ter empregabilidade. Na prática, uma boa rede de contatos compartilha conhecimentos, experiências e oportunidades de trabalho, beneficiando a todos os envolvidos.  

Necessidade de mercado 

Por fim, considere as necessidades do mercado ao escolher a qualificação profissional. Áreas mais generalistas, como Administração, Direito, Engenharia Civil e Ciências Contábeis tem alta empregabilidade em razão da diversidade de opções de atuação. Já os segmentos especializados, como Gestão Hospitalar, Segurança no Trabalho e Logística se destacam pela escassez de pessoas com o diploma.  

Nossa dica é entrar na página de cursos da Unopar e conhecer as áreas de atuação das faculdades que você mais gosta. Depois disso, pesquise como está o mercado de trabalho e quais são as melhores profissões para os próximos anos –– até mesmo em relação à empregabilidade dos cursos EAD.

Como garantir seu lugar no mercado de trabalho? 

Pelo que vimos, a empregabilidade está relacionada com a escolha da graduação. A faculdade cria as condições para que você desenvolva as competências, construa relacionamentos profissionais e tenha as primeiras oportunidades de emprego na área.

Para os alunos da Unopar, as chances são ainda maiores. Todos os matriculados ganham acesso ao Canal Conecta, que é um portal com materiais sobre currículo, entrevista, perfil profissional e tendências de mercado. Ainda é possível concorrer em processos seletivos de estágios e emprego em organizações parceiras.

A proposta da Unopar é oferecer oportunidades para você desenvolver novas competências e aumentar o valor do currículo. As iniciativas são as mais variadas, como a certificação com parceiros nos cursos de tecnologia, a Aula Destaque e as trilhas de carreira. Isso sem falar nas graduações EAD ou presenciais para sua escolha. 

Os diferenciais ajudam principalmente quem pretende voltar a estudar, com formas de ingresso facilitadas. Se já faz alguns anos que você concluiu o ensino médio, os benefícios exclusivos vão trazer novos atrativos para os empregadores, certificando diferentes competências no currículo.

Invista na sua qualificação!

Agora que você já entende o que é empregabilidade e o impacto da formação nas oportunidades de emprego, procure um curso que una os seus interesses com boas perspectivas profissionais. Assim, é possível ter mais segurança e tranquilidade ao longo da carreira.  

Quer aprender mais a respeito do mercado de trabalho? Leia nosso conteúdo sobre como conquistar o emprego dos sonhos e torne-se um profissional mais desejado pelas empresas! 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content