Engenharia Elétrica: conheça tudo sobre a área de atuação do Engenheiro Elétrico!

engenheiro elétrico

Conheça tudo sobre a área da Engenharia Elétrica, como a atuação profissional e a formação. Bem como, o mercado de trabalho atual e faixa salarial. Assim, tire todas as suas dúvidas e faça a melhor escolha de carreira.

Para que serve o ramo de engenharia elétrica?

Apesar de levar tal nome, esse campo não se limita a fios. Afinal, ele é um âmbito que envolve as áreas eletrônica e eletromagnética também. Então, caso haja interesse em qualquer um desses temas, este é o curso certo para fazer.

Saiba mais sobre suas áreas de estudo

Conheça a seguir, um pouco a respeito de cada um desses domínios. Assim, será possível entender de forma clara essa carreira tão importante hoje em dia.

A eletrônica estuda o uso de energia em dispositivos com o objetivo de processar, guardar e transmitir informações. Ou seja, entender como montar os circuitos dos mais variados dispositivos tecnológicos.

Já no ramo da eletromagnética, o estudo é sobre a interação desses dois campos de força. Em resumo, há uma energia que é produzida por ímãs em certos casos. Assim, vemos ela em ação em aparelhos micro-ondas, raios x e luzes infravermelhas, por exemplo.

O que faz um engenheiro eletricista?

Por ser uma área ampla, o profissional pode atuar em diferentes setores. Nesse sentido, conheça algumas funções que fazem parte do dia a dia:

  • Criar e coordenar usinas elétricas, que são responsáveis pela produção de energia;
  • Gerar sistemas e peças para máquinas e equipamentos eletrônicos;
  • Produzir redes e elaborar processos na área de telefonia e telecomunicações;
  • Desenvolver e cuidar de toda a parte elétrica e automática de edifícios;
  • Monitorar e revisar redes de alta tensão;

Da iluminação dos lares aos celulares, muitas partes do cotidiano envolvem a Engenharia Elétrica. Bem como, empresas e processos essenciais das cidades. Ou ainda, a tão importante comunicação que conecta pessoas no mundo todo.

Conheça as áreas de atuação

Nesse tema, existem alguns setores nos quais o engenheiro elétrico pode atuar e também se especializar. Então, veja a seguir quais são as segmentações disponíveis no mercado:

  • Automação;
  • Nanotecnologia;
  • Biomedicina;
  • A parte elétrica da construção civil;
  • Eletrotécnica.

Além das funções citadas, o profissional de Engenharia Elétrica também pode trabalhar com a saúde ao gerar sistemas e aparelhos. Bem como, ao desenvolver tecidos que protegem da radiação ou melhorar dispositivos elétricos.

Entenda como é a graduação em Engenharia Elétrica

A formação dura cinco anos e é composta por matérias teóricas e práticas. Assim, na parte conceitual há a presença de muitas disciplinas da área de exatas. Por exemplo, matemática, química e física.

Quando a base teórica está pronta é hora de iniciar a prática. Então, chega o momento de aprender o trabalho que será feito no dia a dia. O serviço com máquinas, peças e sistemas elétricos e tecnológicos.

Depois de terminar o curso de Engenharia Elétrica será preciso uma inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de seu estado. Em seguida, poderá começar a atuar no mercado.

Além desse ponto, é importante se preparar para a pós-graduação e escolher uma área para se especializar. Porque, nos dias atuais, as empresas exigem cada vez mais esse tipo de aprimoramento.

Conheça o mercado de trabalho e faixa salarial

Os setores são vastos para o engenheiro elétrico. Além disso, essa área abrange alguns campos em crescimento. Bem como, o ramo da tecnologia e a produção de energias renováveis.

Sobre os cargos, eles podem variar entre funções ligadas a transmissão de energia, eletricidade, elaboração de projetos, sistemas e manutenção. Ainda, existem vagas tanto no setor privado como no público, incluindo a carreira militar.

Qual a remuneração média no país?

O piso salarial é de 8,5 salários mínimos. No Brasil, o valor médio dos pagamentos na área é de R$ 7 mil, mas, pode exceder os R$ 15 mil. Ainda, quem está começando recebe um valor na faixa de R$ 6 mil.

Descubra qual área oferece mais vagas

O setor com mais oportunidades é o de instalação de redes de energia. Depois, vem os serviços de distribuição da mesma e construção de estações. Por fim, os anos de experiência influenciam nos cargos e salários.

Qual o perfil de um profissional de Engenharia Elétrica?

Um trabalhador da área precisa ter algumas qualidades que o ajudarão a desenvolver-se na carreira. Por exemplo, esta é uma esfera que exige trabalho em equipe. Por isso, é preciso saber unir esforços com outros engenheiros eletricistas e profissionais de mais setores. 

É necessário também, possuir um bom nível de organização para lidar com os projetos e prazos. Além disso, proatividade e criatividade para evitar e resolver problemas são essenciais. Ainda, o interesse por tecnologia marca os profissionais do âmbito.

Desenvolva os seus sonhos

Conhecendo todos esses fatos sobre Engenharia Elétrica é simples entender como ela se encaixa em sua vida. Assim, talvez ela seja só um saber aplicado nos seus objetos de uso diário. Ou então, a ciência que vai te levar ao próximo nível ao desenvolver um desses.

Inscreva-se hoje mesmo no vestibular da Unopar clicando aqui.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.