O que é a isenção do Enem e como conseguir?

estudante vendo isenção do enem

Não é novidade para você que usar a nota do Enem é essencial para entrar na faculdade, inclusive aqui na Unopar, por vários motivos –– complementação dos pontos no vestibular, premiações, estudar com bolsa nas mensalidades da Unopar, crédito estudantil etc. Mas não dá para negar que não é barato se inscrever, especialmente em tempos de crise.

Em 2020, o valor da taxa publicado no edital foi de R$ 85. Por outro lado, há uma boa notícia. O Inep, responsável por organizar o exame, considera o perfil socioeconômico variado dos estudantes e dá a opção de alguns não pagarem pela realização da prova.

Quer saber o que é a isenção do Enem e como fazer o pedido ao Inep? Isso é o que descobriremos neste guia especial sobre o assunto. Continue conosco nesta leitura!

O que é a isenção do Enem?

A isenção da inscrição do Enem nada mais é que a liberação do pagamento da taxa do exame para pessoas que comprovem a dificuldade de arcar com o valor.

É preciso ter atenção, pois o pedido de isenção não é realizado no momento da inscrição regular. Existe um período estipulado, e você faz esse requerimento via internet. Em 2020, por exemplo, as solicitações foram recebidas entre os dias 6 e 17 de abril.

Após a análise e confirmação dos documentos exigidos, acontece a liberação no sistema e você pode se inscrever sem ter de pagar nada. Caso a isenção seja negada, é possível entrar com um recurso. Em 2020, isso foi entre 27 de abril e 1º de maio.

O período de inscrições para o exame aconteceu entre 11 e 28 de maio. Confira o calendário deste ano para não perder nenhuma data –– vale lembrar que, em razão da pandemia, as provas foram transferidas para janeiro e fevereiro:

  • provas tradicionais: 17 e 24/01/2021;
  • provas digitais: 31/01 e 7/02/2021;
  • divulgação da nota do Enem: 29/03/2021 (pode haver alteração);
  • resultados dos espelhos da redação: março/2021 (estimativa).

Quem tem direito à isenção da taxa do Enem?

No Enem 2020, por meio de dados eletrônicos, o Inep garantiu que todos os participantes que se enquadraram nos perfis do edital tivessem direito à isenção da taxa do exame, mesmo sem terem apresentado o pedido.

Essa regra vale tanto para os candidatos que escolheram realizar o exame tradicional quanto o Enem digital, inclusive aqueles que tenham sido contemplados em 2019, mas faltaram aos exames. A medida foi publicada no Diário Oficial da União, datado de 20 de abril de 2020. Os editais correspondentes são os de nº 33 e nº 34.

Para entender melhor quem são esses estudantes, dê uma olhada nesta pequena lista que criamos para explicar como funcionam os grupos com direito à isenção do Enem.

Candidatos cursando o 3º ano do ensino médio na rede pública

Os alunos que estiverem concluindo o 3º ano do ensino médio em uma escola da rede pública (municipal, estadual ou federal) declarada ao Censo Escolar têm direito de não pagar pelo Enem.

Candidatos que concluíram o ensino médio na rede pública ou particular, como bolsistas

Também estão isentos os alunos que estudaram todo o ensino médio na rede pública ou em escolas particulares, como bolsistas integrais. Porém, há mais uma condição: esses estudantes só ficarão isentos se tiverem renda individual de até 1,5 salário mínimo.

Candidatos de baixa renda

Estudantes que se encontrem em condição de vulnerabilidade socioeconômica também podem solicitar a isenção do exame. Como requisitos, a família precisa estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), bem como renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa ou de até 3 salários mínimos mensais.

Teve a isenção no ano anterior, mas faltou no exame

Se você recebeu o benefício de isenção do Enem no ano passado, mas faltou nos dois dias do exame, será preciso justificar sua ausência. Do contrário, terá de pagar a taxa normalmente. Para isso, é preciso acessar a mesma página da solicitação de isenção e enviar documentos que justifiquem a falta.

O período de justificativa em 2020 foi o mesmo das requisições de isenção da taxa de inscrição.

Como fazer o pedido para o Inep?

Agora, anote aí o passo a passo para conquistar a isenção da taxa da inscrição do Enem e facilitar o seu ingresso na Unopar.

  1. Tenha atenção à data estipulada para as solicitações de isenção da taxa do exame.
  2. Na data certa, acesse a Página do Participante dentro do Sistema Enem 2020.
  3. Procure pelo ícone “Isenção Enem 2020”.
  4. Informe seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e sua data de nascimento.
  5. Selecione a figura de segurança solicitada e clique em “enviar”.
  6. Após a leitura dos termos de solicitação de isenção, selecione a caixa “Li e concordo”. Então, clique em enviar.
  7. Na próxima tela, confirme se todos os seus dados pessoais estão corretos e insira seu endereço.
  8. Depois, devem ser preenchidas e enviadas todas as informações sobre o ensino médio. Confirme os dados e clique em enviar, ao final.
  9. Preencha com atenção o questionário socioeconômico. Não omita nem distorça nenhuma informação, pois os dados são checados pelo Inep.
  10. Informe seus telefones e e-mail de contato válidos, pois o Inep pode ligar para confirmar informações.
  11. Crie uma senha e guarde o número para acompanhar as fases do requerimento.
  12. Então, aparecerá a tela de conclusão. Leia todas as informações com atenção e clique no botão “Enviar solicitação”.
  13. O procedimento termina com uma mensagem informando que a solicitação foi enviada com sucesso.
  14. Fique de olho na data de divulgação do resultado.

Lembrando que estudar na Unopar é fácil. Se não quiser se inscrever no vestibular online, também é possível usar notas anteriores do Enem, dos últimos 3 anos. Assim, você terá acesso a uma infraestrutura completa, professores qualificados, avaliação continuada, diferentes modalidades de ensino para sua flexibilidade e benefícios exclusivos. Um deles é o Canal Conecta, que aproxima nossos estudantes de vagas de emprego e estágio.

Esperamos que você tenha entendido direitinho o que é a isenção do Enem e como são os passos para fazer o seu requerimento. Não adie a oportunidade de realizar o exame, pois se você deseja estudar em Londrina ou qualquer outro local do país, saiba que ele vale muito para a sua graduação!

Aliás, já está se preparando para vestibular? Para ajudar você nessa jornada, sugerimos a leitura deste outro artigo com dicas para organizar a rotina de estudos no dia a dia!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content