9 dicas para organizar a rotina de estudos no dia a dia

estudante fazendo rotina de estudos em casa

Ter uma rotina de estudos organizada é a chave para produtividade e, até mesmo, garantir mais qualidade de vida. Afinal, não há tranquilidade maior do que ter espaço no seu dia para se dedicar às matérias e, também, ter um momento para relaxar a mente, não é mesmo?

No entanto, nem sempre é fácil organizar rotina de estudos que seja realmente produtiva. Isso tem impacto direto na motivação para seguir com o cronograma. Se você faz parte do time que tem dificuldades para essa tarefa, confira este post.

Veja 9 dicas da Unopar para organizar a rotina de estudos no dia a dia!

Entenda sua rotina

Entre as dicas para a rotina de estudos, uma das mais importantes é entender como são os seus dias. Ter um panorama de todos os seus compromissos e obrigações facilita na hora de montar um cronograma e garante que ele realmente funcione para você.

Quem precisa cuidar de filhos e estudos ao longo da semana, por exemplo, tem uma rotina diferente de quem só precisa se dedicar aos livros. Então, uma mesma programação não vai funcionar para essas duas pessoas –– e é exatamente por isso que deve personalizar a sua de acordo com seus horários.

Descubra seu horário de maior produtividade

Além de considerar compromissos, atividades e obrigações do dia, outro ponto importante é se entender. O ideal é se observar e descobrir quais são seus horários de maior produtividade.

Há pessoas que rendem mais pelas primeiras horas da manhã, antes do restante da casa levantar. Outras só conseguem produzir bem após as 10h. Tem ainda o grupo que gosta de estudar e trabalhar de madrugada.

Entender como seu corpo funciona e os horários em que você consegue produzir mais faz com que você estude melhor e em muito menos tempo. Então não pule essa etapa, certo?

Monte um cronograma

O próximo passo para uma rotina de estudos consistente é montar um cronograma. Ele servirá de guia para que você possa atingir seus objetivos. Entre os pontos que não devem faltar estão horários em que se dedicará às matérias que serão trabalhadas no dia e pausas para descanso.

É importante entender que o cronograma de estudos não precisa ser engessado. Imprevistos e mudanças de última hora podem acontecer. Caso não consiga cumprir o que se propôs, é só rever a programação e ajustá-la para os próximos dias.

Estabeleça regras para o momento de estudo

Cronograma pronto, mesa de estudos arrumada. Então, você olha para o celular e decide que vai só responder a uma mensagem ou verificar o que seus conhecidos publicaram em redes sociais. Mesmo esses poucos minutos já tiram a concentração e prejudicam seu desempenho ao estudar.

Para não correr esse risco, é preciso estabelecer algumas regras para o momento de estudo. Uma das principais delas é eliminar distrações. Ou seja, nada de TV, rádio, computador, nem celular. O ideal é deixar o aparelho no silencioso ou bloquear as notificações para que você possa realmente se concentrar no que está estudando.

Faça do estudo um hábito

Verdade seja dita: não basta assistir às aulas, independentemente de serem na modalidade de ensino presencial, semipresencial ou EAD. É preciso que o estudo se torne um hábito fora do horário da faculdade.

Para isso, é importante não só criar um cronograma como persistir, estudando um pouco todos os dias até que o hábito simplesmente passe a fazer parte da sua rotina.

A lógica é a mesma dos exercícios físicos, por exemplo. Quem nunca resistiu à academia no começo e, com o passar do tempo, sentiu falta quando perdeu um dia de treino? Consistência é palavra de ordem.

Defina pequenas metas

Uma boa rotina de estudos também é baseada em objetivos. Por isso, não deixe de estipular metas diárias, semanais e mensais que deseja atingir. O ideal é começar pequeno com, por exemplo, uma hora de estudo por dia, e aumentar com o passar do tempo.

Você também pode criar metas em relação aos conteúdos que precisa aprender, elegendo de duas a três disciplinas por semana. É importante que não sejam fáceis demais, nem muito desafiadoras para não desmotivá-lo no caminho.

Use o sistema de recompensas

Essa é uma boa estratégia, principalmente para os dias em que a preguiça e a desmotivação aparecem. Use um sistema de recompensas para driblar o desânimo e reencontrar a vontade de manter o estudo em dia.

Mesmo pequenas recompensas fazem a diferença. Você pode prometer uma hora livre para gastar com o que quiser a cada duas horas de estudo ou, então, um dia de folga caso atinja sua meta semanal. Automotivação é um dos passos mais importantes para o sucesso.

Encontre metodologias que ajudem

A rotina de estudos pode ficar mais simples com o apoio de metodologias. A técnica pomodoro, por exemplo, é ideal para quem tem dificuldade em se manter concentrado por um período de tempo. Ela consiste em 25 minutos de estudo ou trabalho ininterrupto com 5 minutos de descanso. Após 2 horas seguindo esse esquema, você ganha um período maior para relaxar.

Muito usada por quem tem tendência a procrastinar, o método é simples de ser colocado em prática. Você pode usar um timer de cozinha, um dos diversos aplicativos disponíveis para celular ou até o temporizador do aparelho.

Diversifique os tipos de conteúdos

Outra forma de manter a motivação em alta durante os estudos é diversificar os tipos de conteúdo. Você pode assistir a vídeos, ler livros, consultar infográficos ou apostar em podcasts e webinars. Usar aplicativos para estudar é outra forma não convencional e até mais motivadora.

Aqui na Unopar, investimos em um sistema de ensino dinâmico e interativo, o que torna os estudos bem mais interessantes. Nosso material de estudo, por exemplo, pode ser acessado quando e onde você quiser por meio da sala de aula virtual e da Biblioteca Virtual.

Agora que você já sabe o que é rotina de estudos e teve acesso a dicas para criar a sua sem complicação, um ponto importante. Mantenha também a inteligência emocional em dia para persistir na sua rotina e não desistir no meio do caminho, combinado? Não é à toa que essa é uma das competências profissionais mais requisitadas no mercado.

Se você gostou deste conteúdo, também vai se interessar em conhecer alguns desafios de estudar em casa e como superar cada um deles!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.