Tudo sobre o curso de Enfermagem

Se você está nesta página, é porque tem interesse no curso de Enfermagem, certo? Em um primeiro momento, podemos dizer apenas uma coisa: essa é uma escolha incrível. Além de ser altamente valorizada no mercado, a profissão de enfermeiro é, também, de extrema importância para a sociedade.

No Brasil, a história da Enfermagem começou a ser escrita logo no início da colonização portuguesa. Com os portugueses, chegaram também as Casas de Misericórdia, que já eram comuns em Portugal. Nelas, as profissionais da Enfermagem tinham um papel crucial na administração de ervas e de outras terapêuticas conhecidas da Medicina do Período Colonial.

Hoje, a situação é bem diferente, e os enfermeiros dispõem de muita tecnologia e novas estratégias para lidar com os seus pacientes. A essência do trabalho, no entanto, permanece a mesma: ajudar ao próximo sem distinção de etnia, gênero, faixa etária ou classe social.

Gostaria de saber mais sobre o que o espera no incrível curso de Bacharelado em Enfermagem? Então, continue conosco e boa leitura!

Como é a graduação

A graduação de Enfermagem é oferecida na ênfase Bacharelado. Essa informação, na prática, significa que esse é o primeiro estágio da carreira de um profissional dos campos das Ciências Humanas, Biológicas e Exatas. A partir da graduação, o estudante poderá seguir seus estudos e investir em especializações, residências, pós-graduações ou doutorados, dependendo de quais forem os seus objetivos profissionais.

Bacharelados são, em tese, cursos que duram entre 3 e 6 anos (na Enfermagem, são 5 anos de estudo) e que podem ser oferecidos tanto na modalidade presencial quanto no ensino a distância (que contempla também a educação semipresencial). Isso traz mais oportunidades para que o estudante possa se capacitar dentro de suas próprias particularidades da vida, como a conciliação entre família, trabalho e estudos, por exemplo.

Aqui na Unopar, a faculdade de Enfermagem é oferecida nas modalidades presencial e EAD semipresencial, com valores que cabem no seu bolso. Isso possibilita o aprendizado em pessoa ou remoto do aluno — ajudando-o a desenvolver uma série de habilidades essenciais para a sua profissão. Também oferece o suporte presencial necessário para as aulas práticas, tão importantes para essa profissão. Ao longo desta nossa conversa, discutiremos melhor sobre esses temas.

O mercado de trabalho para o enfermeiro

O mercado de trabalho para o enfermeiro formado em um curso superior de Enfermagem é bastante promissor. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) em 2015, por exemplo, os números eram bem interessantes: apenas cerca de 20% dos profissionais da área eram formados em uma faculdade.

Sendo assim, os outros 80% dos profissionais atuantes eram compostos por auxiliares e técnicos. Esses são profissionais fundamentais para a Enfermagem, mas com atribuições limitadas e muito diferentes das do enfermeiro. Por isso, nota-se que há um grande espaço no campo para os graduandos que se interessarem por essa profissão e que têm o objetivo de fazer carreira na área.

O salário médio para um enfermeiro recém-formado é de cerca de R$ 3.440,04. No entanto, esse valor pode variar bastante. Alguns fatores que influenciam na remuneração são: a região do país em que o profissional trabalha, o seu tempo de experiência e, claro, a presença ou não de especializações em seu currículo.

O ensino teórico combinado com o prático

Assim como em outros cursos da área da saúde, o foco é sempre caprichar na educação e mesclar, de maneira equilibrada, os seus dois princípios fundamentais: o ensino teórico e o prático. Esses conceitos devem andar juntos e se complementar, em harmonia, para que o estudante saia da graduação já preparado para enfrentar o dia a dia profissional.

O curso de Enfermagem proporciona essa experiência tanto na modalidade presencial quanto na semipresencial. Utilizando ferramentas tecnológicas, o aluno terá a possibilidade de estudar tanto no conforto do próprio lar, quanto no polo presencial da instituição, criando pontes no conhecimento, que intercalam esses dois tipos de aprendizado.

Além disso, é fundamental ressaltar que no curso de Enfermagem EAD também há o registro de todo o processo acadêmico em históricos e, ao final do curso, ocorre a emissão do diploma de graduação, que tem exatamente a mesma validade que os diplomas dos cursos presenciais. Na realidade, os diplomas EAD são bem-aceitos pelo mercado e vistos, hoje, como um belo diferencial —, já que indicam que o profissional teve disciplina e organização para estudar.

Como é estudar Enfermagem na Unopar

Estudar Enfermagem aqui na Unopar é uma experiência única. Essa instituição, que une o conceito de tradição com a inovação tecnológica, tem tudo o que um estudante precisa para se destacar no mercado de trabalho após a graduação. Como já foi mencionado, aqui, o curso é ministrado nas modalidades presencial e semipresencial. Nesta última, algumas aulas são assistidas online e, outras, na própria faculdade.

Para começar, podemos citar o uso especial da tecnologia no ensino. Essa é uma das nossas prioridades na Unopar e é, sem dúvidas, um passo fundamental para que os estudantes tenham uma educação equiparável às oferecidas pelas instituições presenciais. Na modalidade semipresencial, contamos com o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que permite a transformação da internet em uma grande sala de aula.

Assim, é possível interagir não apenas com o professor, mas também com todos os colegas e ter um aprendizado personalizado, mesmo a distância. E, já que falamos sobre os grandes mestres — indispensáveis em todo esse processo —, outra vantagem de estudar Enfermagem na Unopar é a altíssima qualificação de seu corpo docente, um ponto essencial se você busca obter a melhor educação.

As aulas presenciais envolvem tanto disciplinas práticas quanto teóricas, mas que são vistas no polo presencial da faculdade (à escolha do estudante). Aqui, são realizadas atividades com toda a classe (como seminários), além de disciplinas que precisam da participação direta do aluno, algo muito comum em cursos da área da saúde.

As disciplinas do curso de Enfermagem na Unopar

As disciplinas do curso de Enfermagem da Unopar são divididas em quatro etapas. São elas:

  • encontros presenciais nas teleaulas;
  • encontros presenciais nas aulas práticas e estágios em Enfermagem;
  • atividades realizadas ao vivo pela sala de aula virtual;
  • atividades propostas (tarefas e trabalhos que devem ser entregues aos docentes).

Cada professor terá o seu método de avaliação de acordo com a disciplina ministrada. O curso é composto de dez semestres e tem, ao longo desses meses, matérias que cobrem os principais campos da Enfermagem. 

As opções de modalidade oferecidas

Como já mencionamos, aqui na Unopar oferecemos o curso de Enfermagem em duas modalidades de ensino: presencial e semipresencial

Ainda que a modalidade 100% online seja muito interessante para alguns cursos — e, claro, seja reconhecida pelo Ministério da Educação —, esse tipo de educação não capacitaria completamente o enfermeiro para a sua vida profissional.

Na Unopar, além de todas as estratégias já vistas sobre o presencial, o estudante também conta com o acesso total à Biblioteca Digital: uma plataforma que contém todos os materiais necessários para que o estudo seja conduzido da melhor forma possível, onde o aluno estiver. Essa é uma ferramenta essencial para a disponibilização de informação e de bibliografias completas.

Também é importante salientar que, na modalidade semipresencial, há a presença de um tutor para auxiliá-lo com todas essas disciplinas. Ele é o responsável pelo acompanhamento do estudante e pelo registro de frequência nas aulas presenciais e está lá para ajudá-lo no que for necessário, utilizando sua experiência e sua didática para sanar as dúvidas que surgem ao longo dos estudos.

Enfermagem é para você?

Agora, que tal conversarmos sobre um ponto fundamental para quem busca a carreira na área da Enfermagem? Estamos, é claro, falando sobre o perfil do ingressante nesse curso. Por aqui, costumamos acreditar que qualquer pessoa está apta a fazer qualquer graduação. O que vale, no fundo, é ter muita vontade de aprender e estar disposto a fazer algumas mudanças.

Por isso, ao falarmos sobre o perfil do profissional, não se preocupe caso você não preencha todos os “requisitos”. São apenas orientações para que, ao longo do curso, você possa se dedicar a aprender certas habilidades e a descobrir um pouco mais sobre si mesmo, melhorando aspectos que farão toda a diferença em seu sucesso profissional.

O perfil ideal do Enfermeiro

Quando imaginamos um enfermeiro, pensamos imediatamente em uma pessoa dotada de empatia e generosidade. Embora essas sejam, sim, características fundamentais para esse profissional, isso não é tudo. Ao longo da graduação, ele precisará lidar com fatores que vão muito além do aspecto humano de seus pacientes.

O egresso em Enfermagem precisa, por exemplo, ter consciência de que dedicação aos estudos é algo indispensável nessa carreira. Essa graduação cobrará muito do estudante, que precisa estar sempre atento para não ficar desatualizado durante e depois da sua formação acadêmica.

Entre os temas que serão observados ao longo da graduação, o futuro enfermeiro poderá esperar se deparar com uma profunda formação humanizada, mas também científica. Isso equilibra os dois polos do conhecimento e faz com que esse seja um profissional capacitado para enfrentar os desafios emocionais do trabalho com experiência técnica e muita qualificação.

As habilidades a serem desenvolvidas

Ufa! É bastante responsabilidade, não é mesmo? Afinal, como se tornar um Enfermeiro de sucesso e qualificado para o trabalho? O caminho para alcançar esse objetivo é bastante árduo, mas, com o desenvolvimento de algumas habilidades, seu percurso profissional será muito mais simples. Confira, a seguir, algumas delas:

  • comprometimento;
  • boa capacidade de comunicação;
  • saber interpretar;
  • ter paciência;
  • ser resiliente;
  • ter boa capacidade de trabalhar em equipe;
  • ter inteligência emocional;
  • ser um bom estrategista;
  • saber lidar com a pressão;
  • ser flexível e adaptável;
  • ser proativo;
  • ter raciocínio lógico.

Você não acha que tem todas essas características? Vale a pena lembrar que não há motivo para se desesperar. Você pode trabalhar cada aspecto pouco a pouco durante a graduação, se tornando cada vez mais hábil e apto a exercer essa lindíssima profissão. Há tempo mais do que o suficiente para exercitar todas essas questões!

O mercado atual da Fisioterapia

Agora que já compreendemos quais são algumas das características mais importantes para o profissional, chegou o momento de conversarmos sobre as áreas de atuação da Enfermagem. O que, afinal, um enfermeiro pode fazer no seu dia a dia profissional? Essa é uma pergunta muito comum, já que há uma visão muito limitada das possíveis funções atribuídas a essa carreira.

Bom, há muitas opções disponíveis se você quiser um cotidiano que vá além do tradicional. Um enfermeiro formado pode, por exemplo, se dedicar à pesquisa ou, até mesmo, ir para a área forense, que mescla a Enfermagem com as questões jurídicas. Gostaria de conhecer mais um pouco sobre essas alternativas? Então, leia mais a seguir!

Hospitais

A primeira grande área de atuação de um enfermeiro é, sem sombra de dúvidas, a atuação em grandes hospitais. Essa também é uma das possibilidades mais amplas, por mais que não pareça, à primeira vista. Aqui, o profissional da Enfermagem pode seguir por diversos caminhos e ser, além de um enfermeiro clínico, especialista em outros campos, como a Gestão.

Outro bom exemplo é a Enfermagem Cirúrgica, especialização que prepara o profissional para lidar apenas com questões relacionadas a procedimentos de cirurgia e com o pós-operatório desses pacientes. Esse profissional, de acordo com levantamentos, pode ganhar até R$ 8.564,83.

Nos hospitais, há ainda várias outras áreas possíveis para atuar, como: Enfermagem Obstétrica, Enfermagem de Terapia Intensiva, Enfermagem Pediátrica etc. As especialidades funcionam mais ou menos da mesma maneira que na Medicina e, por isso, há imensas alternativas de carreira nessa profissão.

Clínicas

Além dos hospitais, também podemos citar as clínicas. Aqui, normalmente, o âmbito do trabalho é privado (ao contrário dos hospitais, que também podem fazer parte da esfera pública e, por isso, demandam concursos para a conquista das vagas). Isso, no entanto, é apenas um detalhe.

A enfermagem em clínicas costuma ser muito voltada para cada especialidade, já que consultórios são, na maioria das vezes, especializados em uma determinada área da Medicina. Isso possibilita um dia a dia no trabalho muito mais controlado e tranquilo, sendo uma boa alternativa se você quiser uma rotina definida e sem grandes surpresas.

O salário de um enfermeiro clínico dependerá de uma série de fatores. Portanto, o ideal é pesquisar por uma vaga que realmente combine com as suas necessidades financeiras e, claro, com os objetivos criados para a sua carreira.

Escolas

A Enfermagem nas escolas é um ponto de extrema importância e que tem crescido cada vez mais. Aqui, o profissional lidará tanto no âmbito público quanto no privado. Alguns lugares, inclusive, já oferecem uma especialização em Enfermagem Escolar.

Essa é uma área fundamental, pois lida diretamente com a saúde das crianças. No entanto, esse profissional faz muito mais do que aplicar curativos em joelhos ralados nas aulas de Educação Física — ele participa da formação cidadã daqueles pequenos alunos, guiando-os para a vida adulta.

Cabe ao enfermeiro da escola gerar políticas que melhorem a saúde e o bem-estar da criançada dentro do ambiente do colégio, além de promover palestras e outras formas de informação acerca de temas relevantes. Sendo assim, o Enfermeiro Escolar tem, sem dúvidas, um pouquinho de professor em sua essência.

Empresas

Agora, falaremos sobre um assunto que se parece bastante com o anterior: a Enfermagem do Trabalho. Lidar com a saúde do trabalhador é algo de extrema importância nos dias atuais — essa é, aliás, uma das disciplinas mais importantes do curso de Enfermagem na Unopar. Afinal, qual é o porquê disso?

Bom, resumidamente, a humanização das questões trabalhistas está em alta atualmente. Sendo assim, uma atenção maior aos colaboradores e às doenças que surgem a partir dos mais diversos tipos de trabalho passou a ser uma prioridade. Alguns exemplos de disfunções que podem ter decorrência do trabalho são a depressão, a ansiedade, os problemas auditivos, as tendinites, os problemas de coluna, entre outros.

O enfermeiro que atuar em empresas também se responsabilizará pela educação daqueles funcionários e pela promoção de sua saúde e seu bem-estar, atuando na prevenção e no tratamento de problemas que estejam relacionados ao ofício que eles executam.

Saúde das famílias

A Saúde da Família é uma das áreas fundamentais da Enfermagem e da Medicina. Ela é o que chamamos de “saúde básica”, o que, em nenhum momento, quer dizer que ela seja simples. Na verdade, essa denominação está relacionada com a importância desses cuidados, que são de base e de direito de todos os cidadãos brasileiros.

Para construirmos uma saúde adequada para toda a população, precisamos ter atitudes preventivas e cuidados bem-feitos sobre problemas considerados “simples” — mas que, muitas vezes, são negligenciados.

O enfermeiro da família auxiliará nesse processo, colaborando, também, para a educação de famílias acerca de temas como doenças, planejamento familiar, prevenção, estilo de vida mais saudável e muitos outros.

Saúde do esportista

Nossa última função exclusivamente clínica do enfermeiro é a especialização em Saúde do Esporte. Aqui, o enfermeiro lidará com a prevenção, o diagnóstico e a reabilitação de lesões em esportistas dos mais variados ramos.

Esse profissional pode atuar tanto em clínicas e hospitais de forma autônoma, prestando seus serviços de maneira direcionada a atletas. Sendo assim, há uma grande liberdade para o enfermeiro fazer suas escolhas e grandes possibilidades para que faça o planejamento da sua carreira.

Ainda assim, lidar com atletas profissionais não é a única função desse profissional. Ele também auxilia a população geral a se tornar mais familiarizada com o esporte e promove ações que visam a inclusão dessa prática saudável no dia a dia das pessoas. Portanto, também é um profissional ligado diretamente com a questão da saúde pública.

Laboratórios

Agora, fugindo um pouco da atenção direcionada de forma primária ao paciente, falaremos sobre algumas formas mais diferentes de exercer a Enfermagem. A primeira delas é a Enfermagem Laboratorial Clínica, uma área pouco explorada quando se fala sobre essa carreira, mas que, ainda assim, é muito importante.

Aqui, é claro, o enfermeiro pode trabalhar diretamente com o paciente na parte da coleta dos exames, sendo indispensável para esse propósito. No entanto, essa função também pode ser exercida por outros profissionais da Enfermagem, cabendo ao enfermeiro delegar as tarefas, monitorar as atividades e gerenciar os procedimentos.

No entanto, uma novidade é que o Enfermeiro também pode trabalhar na fiscalização geral e, até mesmo, auxiliar outros profissionais — bioquímicos, por exemplo — na interpretação clínica daqueles exames. Assim, o profissional atua em várias frentes com o objetivo de colaborar com a saúde da população.

Pesquisa

Ainda falando sobre o ambiente laboratorial, podemos citar outra possibilidade de carreira para esses profissionais: a pesquisa. O enfermeiro pesquisador estará diretamente ligado com o desenvolvimento de novos fármacos, novas estratégias e novos procedimentos que trarão benefícios para a área da saúde em geral.

Esse profissional, por exemplo, é encarregado de avaliar o trabalho dos demais profissionais do setor e dos estudos clínicos em geral. Ele atuará tanto no âmbito laboratorial, com o seu conhecimento científico, quanto na esfera clínica e prática, lidando com os pacientes.

É isso mesmo! Mesmo os enfermeiros da pesquisa estarão ligados aos seus pacientes. Eles estarão responsáveis por acompanhar os testes clínicos feitos nos hospitais e demais ambientes, fazendo anotações sobre a evolução dos casos e auxiliando os enfermos no que for necessário. Essa é, portanto, uma área importantíssima, especialmente para a descoberta de novos medicamentos e vacinas.

Ensino

Por fim, falaremos sobre uma área importante e que, infelizmente, não é muito mencionada como uma possibilidade de carreira para o Enfermeiro: o ensino. O interessante desse campo é que, além de ser muito bem-remunerado, ele também possibilita a execução de atividades simultâneas.

Assim, o enfermeiro pode tranquilamente atuar em sua área de especialidade e, em alguns momentos, lecionar para outros futuros enfermeiros e dividir com eles toda a sua experiência de vida e de carreira.

E, quem sabe, talvez você, futuro aluno da Unopar, seja um dos docentes da próxima geração nessa instituição? Seria um prazer ter você em nosso corpo de colaboradores, possibilitando uma educação justa, séria e de altíssima qualidade para a formação de novos profissionais dessa carreira essencial para a sociedade.

E então, o que você está esperando? Agora que você já sabe tudo sobre o curso de Enfermagem, você está pronto para dar o próximo passo! Inscreva-se no vestibular Unopar e comece a construir o seu futuro profissional!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 28

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.