Arquitetura de Dados: veja tudo sobre a faculdade!

arquitetura de dados

O arquiteto de dados é uma função em evolução e que, até há pouco tempo, não tinha uma formação de nível superior específica. Quem decidia se aventurar na carreira precisava ter alguns anos de experiência em outras profissões do mercado de tecnologia, como engenheiro de dados ou arquiteto de soluções.

Mas hoje o cenário é diferente, porque a Unopar trouxe o primeiro curso de graduação em Arquitetura de Dados do Brasil. Agora, a formação de nível superior é o primeiro passo para quem deseja ingressar no mercado de trabalho como arquiteto de dados, função cada vez mais requisitada pelas empresas brasileiras e internacionais.

Neste post, vamos explicar tudo sobre como funciona a curso de Arquitetura de Dados. Você também vai sair daqui sabendo como está o mercado de trabalho na área, as habilidades de um bom arquiteto de dados, a média salarial da profissão e muito mais. Confira!

Como é a faculdade de Arquitetura de Dados?

O curso de Arquitetura de Dados na Unopar é oferecido no grau de Tecnólogo e na modalidade de Ensino a Distância (EAD). O desenvolvimento das matérias ao longo dos semestres acontece no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da faculdade, para o qual você ganha acesso exclusivo ao se tornar um aluno.

Uma vez com acesso ao AVA, todos os alunos podem usar a plataforma para assistir às aulas, fazer avaliações virtuais, consultar livros didáticos e outros materiais de estudo, participar de fóruns avaliativos e atividades interdisciplinares.

O objetivo do curso é preparar o profissional com as competências necessárias para compreender, analisar e implantar uma Arquitetura de Dados nas empresas usando as melhores práticas da profissão.

Muita gente ainda tem dúvida, mas o grau de Tecnólogo é superior. Uma das suas vantagens é a curta duração. No total, a formação tem 5 semestres, com duração de 2 anos e meio. Ela está organizada em ementas bem definidas que norteiam as matérias do curso. A seguir, veja quais são elas de acordo com cada semestre.

1° semestre

O primeiro semestre serve para familiarizar o aluno com as funcionalidades do Ambiente Virtual de Aprendizagem e, de maneira mais geral, com os fundamentos do ensino a distância. Nesse momento inicial, o aluno também entra em contato com os tópicos abrangentes que envolvem a área de Arquitetura de Dados.

Além de Educação a Distância, os tópicos centrais do curso no primeiro semestre são a Governança corporativa, Algoritmos e programação estruturada, Lógica computacional, Matemática básica e Modelagem de dados.

2° semestre

Os tópicos centrais vistos no segundo semestre já são mais específicos da área de Arquitetura de Dados. Aqui o aluno estuda, por exemplo, Linguagem de Programação, o que envolve a introdução ao Python, estrutura de dados em Python, uso orientado a objetos e a introdução à análise de dados com essa linguagem.

Os outros tópicos vistos no segundo semestre são Estrutura de Dados, Administração e negócios, Probabilidade e estatística para Análise de Dados, Programação e Desenvolvimento de Banco de Dados, Programação Orientada a Objetivos para Dados.

3° semestre

Os alunos conhecem novas práticas da Arquitetura de Dados e se aprofundam em assuntos vistos no segundo semestre. Por exemplo, conceitos mais técnicos são introduzidos a respeito dos Bancos de Dados, como as tecnologias na área de banco de dados e o Controle de Concorrência e Recuperação de Falhas (recovery).

Os outros tópicos do terceiro semestre são Análise Exploratória de Dados, Arquitetura de Dados, Banco de Dados em Nuvem e Engenharia de Dados.

4° semestre

O penúltimo semestre do curso traz novos conceitos e práticas indispensáveis para o trabalho em Arquitetura de Dados. O aluno também entra em contato com uma abordagem que visa a fortalecer sua cidadania e uma formação humanizada para o mercado de trabalho, no tópico de Sociedade Brasileira e Cidadania.

Os outros tópicos centrais que compõem o semestre são Banco de Dados não relacionais, Fundamentos da Machine Learning, Gerenciamento de Banco de Dados e Governança de Dados.

5° semestre

O último semestre de Arquitetura de Dados traz assuntos que fortalecem a bagagem do aluno sobre as principais tecnologias e possibilidades da área. Um dos tópicos que norteiam as matérias nesse momento é a Arquitetura de Negócios, que envolve as estratégias, os desafios e as práticas relacionadas com a organização das empresas.

Os outros tópicos do quinto semestre do curso são Segurança de dados, DataOps, Arquitetura de Soluções e Streaming de Dados.

Como é a grade curricular de Arquitetura de Dados?

Abaixo, confira a grade curricular completa do curso de Arquitetura de Dados na Unopar:

  • Educação a Distância;
  • Governança Corporativa;
  • Algoritmos e Programação Estruturada;
  • Lógica Computacional;
  • Matemática Básica;
  • Modelagem de Dados;
  • Projeto Integrado;
  • Estrutura de dados;
  • Linguagem de Programação;
  • Administração e Negócios;
  • Probabilidade e Estatística para Análise de Dados;
  • Programação e Desenvolvimento de Banco de Dados;
  • Programação Orientada a Objetos para Dados;
  • Análise Exploratória de Dados – EDA;
  • Arquitetura de Dados;
  • Banco de Dados em Nuvem;
  • Engenharia de dados;
  • Sociedade Brasileira e Cidadania;
  • Banco de Dados não Relacionais;
  • Fundamentos de Machine Learning;
  • Gerenciamento de Banco de Dados;
  • Governança de Dados;
  • Segurança de Dados;
  • DataOps;
  • Arquitetura de Negócios;
  • Arquitetura de Soluções;
  • Streaming de Dados;
  • Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

Para receber o diploma de Tecnólogo em Arquitetura de Dados, o aluno precisa cumprir uma carga horária total de 2.400 horas.

Essa carga horária está dividida em:

2.290 horas de atividades acadêmicas curriculares;

50 horas de Estudos Dirigidos (atividades complementares);

60 horas de outras modalidades, a exemplo de monitorias, palestras e participação em fóruns.

Quais são as vantagens de estudar Arquitetura de Dados EAD?

Arquitetura de Dados é uma das graduações de desenvolvimento 100% online que são oferecidas por nós na Academia Tech Unopar. São 7 cursos para programador e outras profissões em ascensão na área de tecnologia.

A duração dessas formações de nível superior varia de 1 a 2 anos e meio. Assim, você consegue aprender tudo que precisa para atuar na profissão escolhida e ainda ingressar no mercado de trabalho com rapidez.

Veja, a seguir, algumas vantagens de estudar Arquitetura de Dados Tecnólogo EAD.

Flexibilidade de horários

Ao contrário das graduações presenciais, os cursos na modalidade a distância não contam com locais e horários fixos para estudar. O aluno pode acompanhar as aulas de onde quiser, desde que tenha acesso à internet, e quando achar melhor.

O EAD é uma alternativa para quem não conseguiria comparecer às aulas presenciais, por conta de um estilo de vida corrido ou horários variados. Mas, para quem gosta de estudar em casa e ficar no comando dos próprios horários, o EAD também é a opção ideal.

Despesas mais enxutas

Passar muitas horas no trânsito, além de ser algo cansativo, acaba comprometendo parte do seu orçamento doméstico. Afinal, se você faz um curso presencial, tem a necessidade de gastar com o deslocamento de ida e volta para a faculdade diariamente. Para eliminar essa conta do orçamento, basta ir em busca de um curso EAD.

Além de economizar tempo e dinheiro com o deslocamento, você pode arcar com mensalidades mais acessíveis no ensino a distância. As faculdades que oferecem cursos nessa modalidade deixam de pagar uma série de custos com infraestrutura física, e essa economia é refletida no preço cobrado aos alunos.

Funcionalidades do EAD

Apesar de todas as recentes transformações digitais, ainda há quem acredite que cursos a distância não são tão qualificados quanto os presenciais, o que não é verdade!

As pessoas que pensam assim estão perdendo oportunidades de qualificação e reconhecimento em suas áreas. O diploma EAD tem a mesma validade do que o presencial no mercado de trabalho.

Sem falar que o modelo a distância oferece vantagens que se adaptam melhor à rotina de muitos estudantes. Quer alguns exemplos? Os alunos de Arquitetura de Dado na Unopar acessam as seguintes funcionalidades pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem:

  • sala de tutor: sempre que os alunos precisam de ajuda para realizar as atividades propostas pelos professores podem contar com a ajuda de tutores a distância;
  • biblioteca digital: os alunos também podem consultar livros, teleaulas, periódicos científicos, revistas e outros materiais brasileiros e internacionais disponibilizadas em diversas bases de dados.

O sistema de avaliação acontece por meio de atividades que valem ponto, como provas das matérias, fóruns avaliativos, avaliações virtuais e produção de textos. A soma das notas obtidas em cada matéria é convertida em nota.

Como é o perfil de quem estuda e trabalha na área de Arquitetura de Dados?

Além da afinidade com a tecnologia, algumas características pessoais e profissionais favorecem a atuação do futuro arquiteto de dados.

Perfil analítico

Quem escolhe o curso de Arquitetura de Dados tem um perfil analítico. Essa característica se refere a alguém capaz de lidar com informações de diversos tipos que, em um mesmo contexto, precisam estabelecer relações entre si.

Assim como toda habilidade, o perfil analítico pode ser desenvolvido com o tempo. Durante o curso superior para a formação de arquitetos de dados, o estudante passa pelas disciplinas e atividades voltadas para o exercício dessa habilidade.

Organização

O profissional que lida com dados precisa estar atento aos detalhes, ser organizado, fazer planejamentos com frequência e buscar soluções criativas para os desafios que aparecem. Quem tem naturalmente um gosto por organização acaba se adaptando bem a esse tipo de dinâmica de trabalho.

Flexibilidade

Como tudo no mercado de tecnologia muda com alta frequência, uma postura flexível ajuda o arquiteto de dados a se adaptar a novas ferramentais e tendências da área. É preciso estar sempre pronto para encarar novos desafios, fazer novas certificações, saber ouvir feedbacks e ter o máximo de transparência no trabalho em equipe.

Como é o mercado de trabalho para Arquitetura de Dados?

O setor de tecnologia é um dos que mais crescem no país, o que tem atraído profissionais em busca de atuações com alta empregabilidade. A estimativa é de que ocorra a contratação de pelo menos 420 mil profissionais de Tecnologia da Informação (TI) até 2024.

Porém, o mesmo levantamento aponta que o Brasil forma apenas 46 mil profissionais na área por ano. Existem cada vez mais vagas no mercado de tecnologia, porque a automação e digitalização de processos se tornaram as bandeiras de empresas que querem investir em inovação. Só que o setor sofre com a falta de profissionais capacitados para os cargos.

O arquiteto de dados faz parte do rol que também conta com administradores de banco de dados (DBA), desenvolvedores, cientistas de dados e engenheiros de dados.

São profissões que nasceram com as recentes transformações digitais. Isso explica o fato de que boa parte dos profissionais que ocupam esses cargos ainda contam com formações acadêmicas em Ciências da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, entre outros cursos de graduação tradicionais na área de TI.

Para se destacar dentro de um mercado de trabalho promissor, nada melhor que ter uma formação acadêmica voltada especificamente para as atividades que você pretende desempenhar. É por isso que o curso de Arquitetura de Dados é um diferencial no currículo de quem disputa hoje as melhores vagas da área.

Mas, além da formação acadêmica, é importante ir em busca de mais certificações para compor o currículo.

Quais são as responsabilidades do profissional de Arquitetura de Dados?

Para trabalhar com Arquitetura de Dados, é importante ter uma bagagem sobre as novas tecnologias e saber como integrá-las para resolver problemas relacionados a dados. Veja, na prática, algumas funções desempenhadas por esse profissional:

  • desenvolver a manutenção de Arquitetura de Dados;
  • investigar a infraestrutura digital das empresas para identificar atividades que podem ser automatizadas;
  • integrar as mais variadas fontes de dados aos requisitos de uma empresa;
  • participar do planejamento da governança de dados, definindo as normas que tornam mais seguras as decisões de uma empresa que dependem de dados;
  • trabalhar com ferramentas responsáveis pelos processos de extração, transformação e carga de dados. Trata-se de um conjunto também chamado de ETL (Extract, Transform and Load);
  • gerenciar metadados em estratégias de gestão de informações e documentos, fornecendo detalhes sobre ativos de dados, usuários etc.;
  • garantir que os requisitos da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) sejam cumpridos integralmente pela empresa;
  • elaborar banco de dados analíticos;
  • orientar como os dados devem ser coletados, integrados, armazenados e entregues aos gestores que os utilizam para tomar decisões.

Essas responsabilidades favorecem a Arquitetura de Dados centralizada e alinhada aos objetivos de uma empresa. Assim, os cientistas de dados podem trabalhar de forma eficiente, sabendo que os arquitetos definiram modelos de dados relevantes e confiáveis.

Quais são as habilidades para se destacar em Arquitetura de Dados?

Veja, a seguir, algumas habilidades essenciais na atuação do arquiteto de dados.

Familiaridade com sistemas de Big Data

O arquiteto com conhecimento nos processos de implementação e uso dos componentes de arquiteturas de Big Data faz uma enorme diferença. Sem uma boa visão sobre esses componentes, o profissional não consegue garantir que os dados atuem a favor das tomadas de decisão em uma empresa.

Conhecimento para explorar provedores de Cloud

O arquiteto de dados já deve saber explorar as funcionalidades dos principais provedores de nuvem no mercado, como Amazon (AWS), Google (Google Cloud), IBM Cloud e Microsoft Azure. Ele pode ser um dos responsáveis por escolher a melhor solução para a empresa.

Trabalho em equipe

As soft skills são tão importantes quanto as competências técnicas na rotina de um arquiteto de dados. Trata-se de habilidades de relacionamento e interação com outras pessoas que favorecem a troca de informações e feedbacks.

O arquiteto de dados precisa ser persuasivo e ter uma comunicação clara com os colegas de trabalho. Sua função principal é retratar a estrutura de dados da empresa para pessoas que nem sempre estão muito familiarizadas com seu serviço.

Quanto ganha um profissional formado em Arquitetura de Dados?

R$ 10 mil reais* é remuneração média para o arquiteto de dados no Brasil, segundo o site Glassdoor.

Nem todo profissional da área ganha esse valor, uma vez que alguns fatores acabam mudando a remuneração, como a experiência na atuação e o porte da empresa.

O profissional recém-formado em Arquitetura de Dados também pode conseguir empregos que pagam bem em outros cargos do marcado de tecnologia, como cientista de dados e engenheiro de dados.

Para o cientista de dados, a remuneração média nacional é de R$ 6.769,46*. Já para o engenheiro de dados, a média é de R$ 8.696,65*.

Como escolher a melhor faculdade de Arquitetura de Dados?

Se antes a experiência profissional era o que mais contava no mercado de tecnologia, a crescente necessidade por profissionais com formação técnica no mercado de trabalho está mudando a percepção de recrutadores.

Hoje, um diploma de curso superior é capaz de atrair várias oportunidades de emprego, principalmente em uma função tão específica como arquiteto de dados.

Uma faculdade que reúne as ferramentas e estratégias aplicadas pelo profissional na rotina de trabalho faz toda a diferença na sua formação. É por isso que na Unopar você encontra a abordagem e o suporte dos melhores professores para construir uma base sólida e ingressar no mercado de tecnologia.

Veja, a seguir, as características que favorecem uma formação em Arquitetura de Dados e que você também encontra na Unopar.

Incentivo ao ingresso no mercado de trabalho

A faculdade que oferece uma formação completa deve facilitar a busca do aluno por vagas de estágio e emprego no mercado de trabalho. É esse o “empurrão” que às vezes falta para uma carreira de sucesso simplesmente decolar!

Aqui na Unopar, o ingresso no mercado é coisa séria! Nossos calouros e veteranos ganham acesso exclusivo ao Canal Conecta, um portal online com as melhores vagas de emprego e estágio do país. A ideia é que você saia da graduação com excelentes perspectivas de trabalho.

O aluno da Unopar também recebe treinamentos online e exclusivos para desenvolver as competências mais exigidas pelas empresas da sua área de atuação.

Certificações com parceiros

Pensando no futuro dos alunos, a Unopar começou a desenvolver uma série de certificações que preparam para as habilidades do futuro, em parceria com grandes empresas de tecnologia do mercado, como a AWS Academy e AWS Educate. Elas são 100% online e foram planejadas para turbinar o currículo de quem está começando na área.

Corpo docente especializado

O corpo docente é o conjunto de professores responsáveis por ministrar as matérias do curso e guiar os alunos rumo à conquista do diploma. Antes mesmo de se inscrever no vestibular da faculdade, você pode pesquisar o currículo dos professores na internet para saber se eles contam com especializações e experiência de mercado.

Diversas formas de ingresso

Garantir uma vaga no ensino superior pode ser uma tarefa mais simples quando a faculdade oferece mais de uma forma de ingresso. Na Unopar, você pode escolher a forma mais vantajosa para entrar em Arquitetura de Dados:

  • nota do Enem;
  • vestibular online;
  • vestibular presencial;
  • transferência externa.

Bolsa de estudo e descontos

Aqui na Unopar, existem opções de bolsa de estudo para quem não pode arcar com o valor integral das mensalidades de cursos presenciais, semipresenciais e 100% online. O percentual de desconto varia de acordo com a forma de ingresso escolhida pelo aluno.

Ao optar por usar a nota do Enem, você não precisar fazer a prova de vestibular e ainda pode conquistar uma bolsa de até 100% da mensalidade.

No ato da inscrição online do vestibular, você também pode solicitar a bolsa de incentivo, concedida aos estudantes que atendem aos critérios de renda exigidos pela faculdade. Uma terceira opção é o desconto concedido aos alunos que entram na Unopar por transferência externa.

Os alunos que não se encaixam nos critérios das bolsas ainda podem aproveitar outras opções de desconto. Por exemplo, funcionários de empresas conveniadas com a Unopar ganham abatimentos na mensalidade até o final do curso.

Agora é com você!

Se você está em busca de um trabalho com liberdade e alta remuneração no mercado de tecnologia, a careira em Arquitetura de Dados pode ser a ideal. Na Unopar, o curso Tecnólogo tem o que você precisa para aprender os desafios da profissão e arrumar um emprego na área o quanto antes.

Então, o que está esperando para investir na sua carreira de sucesso? Não perca mais tempo e faça agora sua inscrição no vestibular da Unopar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.