O que faz um cientista na prática? Quais as áreas das ciências?

cientista

Você sabe o que é um cientista? Quando pensam nessa profissão, muitas pessoas imaginam aquele típico profissional de laboratório, misturando frascos e realizando experimentos, o que no fundo não está de todo errado. Mas, na verdade, a ideia de ciência é bem ampla e está presente em toda a construção da sociedade.

Para se ter uma ideia, o pensamento científico é tão antigo quanto a própria Filosofia. Os primeiros filósofos eram, muitas vezes, cientistas que estudavam a natureza e tentavam entender o funcionamento do mundo. Com o tempo, porém, as coisas foram se especializando e ganhando novos rumos.

Neste post, você descobre o que faz um cientista. Continue a ler e descubra tudo sobre a importância desse profissional!

O que é e o que faz um cientista?

Você sabe o que faz um cientista? Simples, ele pesquisa temas da atualidade que ainda não são completamente compreendidos. Toda ciência nasce de uma curiosidade, de um espanto ou de uma vontade de saber mais. Esse sentimento pode ser direcionado para infinitas profissões.

A palavra “cientista”, na verdade, é bastante recente. Mas, desde a antiguidade, encontramos espíritos livres realizando investigações empíricas, ou seja, observações da vida e da natureza. Eles eram movidos pelo desejo de compreender a ordem das coisas e de dar sentido à existência humana no planeta.

À medida que a história avança, a ciência se desenvolve e transforma. Acredita-se que as bases do método científico estão no trabalho de Ibn Al-Haytham, um físico e matemático árabe que viveu nos séculos X e XI. Depois, no Renascimento, o estudo moderno ganha consistência em nomes como Descartes e Galileu.

Essa história antiga e ampla ajuda a perceber a diversidade do campo da ciência. Ela participa de todos os domínios da atividade humana, produzindo conhecimentos que formam as bases da civilização.

No geral, a obtenção desse saber segue um conjunto de práticas conhecidas como método científico. São técnicas e recomendações que utilizam a lógica para orientar as pesquisas e torná-las confiáveis. Com elas, o trabalho dos cientistas é inserido em uma longa cadeia de evidências e descobertas.

Um cientista é alguém com currículo diferenciado, que domina os assuntos do seu campo e está sempre buscando descobrir mais. Ele também precisa manter a mente aberta, com liberdade criativa e capacidade de criar conexões entre temas diferentes. Mesmo sendo especialista em algo, nunca perde de vista o conjunto mais amplo.

Quais são as áreas atualmente reconhecidas como ciência?

O aspecto chave que caracteriza um cientista é questionar, desenvolver ideias, estudar as coisas. Essas atividades, no entanto, podem ser realizadas em praticamente qualquer campo da sociedade.

As ciências podem ser melhor compreendidas no plural. Isso porque misturam muitas formas de pensamento e refletem também mudanças no mundo do trabalho.

A seguir, você encontra uma breve descrição das principais áreas das ciências reconhecidas pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Ciências Exatas e da Terra

Têm como base principal a Matemática, que acaba sendo mesclada a outros saberes de maneira criativa. Sendo assim, essas ciências são indicadas para quem gosta de cálculos. Matemática, Química, Física e Análise e Desenvolvimento de Sistemas, são alguns dos cursos reunidos nesse grupo.

Ciências Biológicas

Esse campo científico busca estudar a diversidade da vida. Plantas, animais, protozoários, micróbios: tudo merece atenção. Entre os cursos relacionados à área estão Farmácia e Ciências Biológicas.

Engenharias

Um ramo com diversos atrativos, entre os quais o mercado de trabalho está sempre aquecido. A Engenharia diz respeito à aplicação do conhecimento científico na construção e ordenação do mundo. Os principais cursos são:

Ciências da Saúde

Também é uma área em alta, que envolve cursos como Biomedicina, Enfermagem, Educação Física, Medicina Veterinária, Psicologia e Nutrição. Em todos os casos, o cientista atua para conhecer melhor os processos de saúde e doença, para tratar seres vivos em geral.

Ciências Agrárias

Esse ramo das ciências estuda aspectos de utilização da terra. Costuma apresentar muitas possibilidades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. A Engenharia Florestal pode ser incluída aqui também, ao lado da Agronomia.

Ciências Sociais Aplicadas

Esse grupo das ciências diz respeito aos saberes práticos da vida social, ligados à organização cotidiana da humanidade. Algumas das disciplinas incluídas são:

Ciências Humanas

As Ciências Humanas, diferentemente das Sociais Aplicadas, se debruçam sobre a vida social de um ponto de vista mais teórico. Por exemplo, os cursos de Filosofia, História e Pedagogia se encaixam aqui.

Linguística, Letras e Artes

Este segmento do conhecimento se dedica a formas de expressão da espécie humana. Podem envolver, assim, a comunicação oral, a escrita e a arte. Entre os cursos relacionados estão Letras e Artes Visuais.

Multidisciplinar

Finalmente, cabe observar que muitas desses conhecimentos só são possíveis de maneira multidisciplinar. Isto é, eles combinam diversas práticas e teorias para desenvolver suas atividades. Em geral, a multidisciplinaridade permite uma aproximação maior das ciências com a realidade cotidiana.

O que devo fazer para me tornar um cientista?

E agora, o que fazer para virar um cientista? A resposta é fácil, mas o caminho exige muito comprometimento e autoconhecimento profissional. Por sua atividade estar ligada ao desenvolvimento de saberes e tecnologias, a pessoa deve manter-se sempre atualizada.

Se você gosta de estudar e acha que esse é o emprego dos sonhos, é importante ter uma área de atuação definida. Desse ponto em diante, vale traçar um plano que envolva leituras, aprendizado de línguas estrangeiras e pós-graduação (além do ensino superior). Todos esses pontos aumentarão seu domínio no campo de conhecimento escolhido.

Aqui na Unopar, você tem a chance de fazer iniciação científica durante a graduação, abrindo as portas para muitos tipos de ciências. Ter essa experiência profissional na hora certa permite descobrir e aprimorar a vocação para pesquisa. Também ajuda a conseguir uma vaga em cursos de pós-graduação de mestrado e doutorado.

Outras oportunidades enriquecedoras estão disponíveis nas atividades práticas da profissão, seja qual for a modalidade de ensino. Isso porque o que faz um cientista se movimentar não precisa estar isolado do mundo: ele pode sim atuar no mercado de trabalho. O Canal Conecta, plataforma exclusiva de busca de vagas, pode ajudar a encontrar estágios recomendados.

Então, agora que você sabe tudo sobre os rumos das ciências, conheça o vestibular Unopar! Vamos juntos encontrar um caminho promissor de pesquisa e de trabalho!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.8 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.