Carta de apresentação: o que é e como fazer uma?

pessoa em entrevista de emprego

A carta de apresentação já foi mais comum em tempos de currículos impressos. Porém, as mudanças no mundo do trabalho são inevitáveis e, com a informatização dos processos seletivos, ela passou a ser utilizada no corpo do e-mail ou no espaço específico em sites de emprego. Hoje, queremos saber: você tem ideia de como se apresentar?

A carta de apresentação é aquela famosa primeira impressão. Mesmo no currículo entregue pessoalmente, é vista como o direcionamento para esse documento. Com isso, a mensagem precisa conter algumas informações básicas que veremos neste post.

Continue a leitura e saiba como fazer suas cartas personalizadas para cada vaga da qual você pretende se candidatar! Vamos lá?

O que é uma carta de apresentação?

Como vimos, uma carta de apresentação é a maneira como você se identifica para o recrutador na hora de entregar o seu currículo, enviá-lo por e-mail ou se inscrever em parceiros de grandes empresas, como o Canal Conecta (portal exclusivo dos alunos da Unopar). Nessa mensagem, precisa deixar evidente as suas intenções diante da vaga oferecida, além de falar sobre algumas de suas competências.

É importante fazer uma carta de apresentação personalizada em cada nova candidatura, de acordo com a oferta de emprego. Quando não há uma vaga disponível, mas você quer demonstrar interesse em trabalhar na empresa, é essencial falar isso no texto.

O que você deve colocar?

Depois de saber o que é a carta de apresentação, resta entender o que inserir ou não nela para torná-la eficiente. Resumidamente, os pontos mais importantes que devem ser abordados são:

  • resumo da formação acadêmica;
  • histórico profissional;
  • alinhamento do seu perfil com a vaga;
  • competências e habilidades;
  • objetivo da carta de apresentação.

Quanto à sua formação acadêmica, você não precisa escrever todas elas, até porque essa informação estará no currículo. Por isso, faça apenas uma menção ao seu último grau de instrução. O mais importante aqui é destacar como essa graduação será valiosa para a vaga disponível na empresa.

Em uma carta de apresentação, você precisa ser mais formal — então, nada de abraços ou beijos ao final da mensagem. Também não é aconselhável fazer perguntas nesse momento: o foco é falar sobre si, não saia disso! Não se esqueça de deixar seu telefone para contato.

Um dos motivos comuns de envio de currículos é a recolocação no mercado. Se for o seu caso, você também deve deixar isso explícito na carta de apresentação. Se não, é algo que ainda poderá fazer parte da sua vida profissional, então, prepare-se para essa possibilidade. Apresente argumentos sobre o porquê da busca de uma nova posição na sua área ou em um setor completamente diferente.

Entre as vantagens da carta de apresentação está a possibilidade de destacar as suas competências. Porém, nem sempre todas elas são relevantes para o cargo. Nesse sentido, seja positivo, focando as qualificações que podem deixar o recrutador curioso quanto ao seu possível desempenho caso ele escolha você para a vaga.

Por exemplo: um curso superior EAD aqui da Unopar pode demonstrar que você tem algumas capacidades pessoais que não precisam ser descritas, mas ficam subentendidas. Afinal, essa é uma das modalidades de ensino em que disciplina, organização e flexibilidade são relevantes.

Na Unopar, estamos cientes da evolução do empreendedorismo no Brasil e oferecemos aos nossos estudantes conhecimento suficiente para concorrer a vagas em grandes organizações brasileiras e multinacionais, além da base para a abertura de um negócio próprio. Tudo isso com a flexibilidade do ensino a distância em cursos das mais variadas áreas do saber.

Como não errar na carta de apresentação?

Para ajudar a fazer um documento eficiente, preparamos algumas dicas. Em primeiro lugar, o ideal é cumprimentar educadamente o receptor da carta de apresentação, com “Prezado(a)”, “Caro(a)” — caso você não saiba o nome do responsável pela seleção de currículos, é aconselhável chamá-lo de “recrutador” ou deixar apenas o adjetivo formal.

Depois, é a hora de se apresentar e dizer o porquê do envio do currículo para a empresa. Comece com seu nome e sua última formação. Vejamos um exemplo: “Meu nome é (inserir aqui), sou formado em Administração na modalidade EAD pela Unopar e atuo há 2 anos na área de Marketing Digital, com foco em produção de conteúdos para redes sociais”. Lembrando que seu exemplo de atuação pode ser modificado de acordo com a vaga.

Não esqueça de dizer como ficou sabendo da oportunidade e se teve alguma indicação de outra pessoa, citando-a. Além disso, esse é o momento para falar sobre a sua vontade de contribuir para o sucesso da empresa.

Para quem não tem nenhuma experiência no mercado de trabalho e ainda está em busca de um primeiro emprego, o ideal é indicar suas competências e habilidades, que também podem ser desenvolvidas com uma formação acadêmica. Entre essas características, você pode citar sua facilidade para trabalhar em equipe, o quanto é comunicativo, criativo etc.

As competências profissionais são diferentes de características pessoais, como pontualidade e responsabilidade, que não precisam estar nem na carta de apresentação ou no currículo. Geralmente, os recrutadores conversam sobre esses pontos na entrevista ou conseguem identificá-los em dinâmicas e outras atividades de um processo seletivo de emprego.

A mensagem de apresentação precisa ser curta e objetiva, alinhando a sua experiência profissional com a vaga em aberto. Para finalizar, coloque-se à disposição para as próximas etapas de contratação e na despedida seja formal, como vimos.

Uma dica importante é prestar atenção nas questões linguísticas da carta. Uma inadequação gramatical ou um erro ortográfico, até mesmo de digitação, podem fazer com que o recrutador nem ao menos abra seu currículo. Então, revise a escrita e, se possível, peça para alguém ler para você antes de enviar.

É válido ressaltar que muitos recrutadores e gestores levam em consideração tanto a carta de apresentação quanto o currículo na hora de escolher um profissional para preencher uma vaga. Por isso, esse é um anexo importante mesmo quando não solicitado pela empresa.

Agora que você já sabe o que é carta de apresentação, que tal aumentar suas habilidades para complementar sua próxima mensagem? Inscreva-se em nosso vestibular e fique a frente da concorrência!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.