Enem Digital: saiba como se preparar

estudante lendo sobre enem digital

Todos os anos, milhões de pessoas fazem o Enem com diferentes objetivos. Seja em busca de uma vaga na faculdade, seja para medir seus conhecimentos, o estudante tem a partir de 2019 uma nova modalidade de prova: o Enem Digital. Sua primeira aplicação será entre janeiro e fevereiro de 2021.

Ainda como um projeto-piloto, a aplicação por meio de computadores não acontecerá em todas as cidades brasileiras. Mas estima-se que, até 2026, esse seja o formato do Enem para todo o país. Por enquanto, pouco mais de 100 mil inscritos vão fazer o exame digital. Lembrando que tudo continua acontecendo de maneira segura, sendo aplicado por uma empresa autorizada pelo MEC e em locais com estrutura para receber tal novidade.

Para quem almeja uma vaga em uma faculdade a distância, como a Unopar, a nota do Enem é um dos critérios de ingresso. Além disso, a adaptação ao digital aos poucos deixa de ser um diferencial para se tornar essencial na vida acadêmica, assim como no ambiente profissional.

Você sabe o que é Enem Digital? Quer saber mais como ele está abrindo caminhos na educação? Continue a leitura e entenda tudo sobre a mudança no exame.

Entenda como funciona o Enem Digital

As aulas online têm ganhado espaço nas escolas e faculdades há algum tempo. Com a pandemia em 2020, isso passou a ser uma necessidade. Antes desse infortúnio, o MEC já havia anunciado a proposta da prova do Enem Digital, pensando na economia de material e outras vantagens, como a divulgação rápida da nota do Enem e a possibilidade de dinamizar os exames.

Muitas dúvidas surgiram sobre como funciona o Enem Digital, e uma das primeiras preocupações diante do anúncio foi a segurança. Mas isso é facilmente resolvido, pois os computadores só terão acesso às informações referentes ao exame, e todos os procedimentos de proteção dos dados, rigidamente considerados.

A participação ainda não é obrigatória, mas existem grandes chances de essa modalidade ser adotada no futuro. Por isso, se preparar é essencial, já que o Enem é critério único para a entrada em muitas faculdades públicas e pode ser a opção ideal de ingresso em instituições particulares.

Aqui na Unopar, é possível ingressar na graduação com o seu desempenho no Enem, sem precisar do vestibular tradicional. Para isso, você só precisa apresentar a documentação comprobatória com a relação de pontos obtidos.

Você pode usar as notas anteriores do Enem, porém, ele deve ter sido realizado nos últimos 3 anos e existe uma pontuação mínima — superior a 200 pontos nas questões fechadas e na redação.

Adapte-se ao ambiente virtual 

Ao optar por fazer o Enem Digital, você também precisa se organizar. Mais do que estudar para se sair bem, é importante entender que, durante as 6 horas de prova do primeiro domingo e as 5 horas e meia do segundo, ficará em frente a uma tela de computador, fazendo leituras e respondendo questões. 

Em uma primeira impressão, pode até parecer muito tempo, mas passamos várias horas no celular, fazemos leituras diárias em diferentes telas e, dificilmente, teremos dificuldade para a adaptação. Mas é preciso considerá-la e se acostumar com esse tipo de metodologia.

Para quem pretende fazer uma graduação a distância, o exame pode ser um começo daquilo que será a rotina do estudante. Enfim, o ambiente virtual é um facilitador na vida acadêmica e o Enem Digital também é a porta para financiamento e bolsas — como o FIES e o Prouni — e, é claro, o ingresso em faculdades.

Faça simulados e treine redação

O exame será aplicado com a mesma estrutura da prova tradicional, com questões mais interativas, usando vídeos e infográficos. Da mesma maneira que você estudaria para o exame físico, é fundamental se preparar para o online. Dá para usar, por exemplo, o Trilha do Enem, uma plataforma com videoaulas e simulados. 

Um jeito muito eficaz que atinge os dois tipos de exames, porém, colabora diretamente com quem vai fazer o digital, é a prática de simulados online. Essa é uma motivação para estudar, já que você consegue avaliar seu desempenho atual e ainda faz uma análise daquilo que tem mais dificuldade para focar os estudos. Assim, já consegue criar uma familiarização com o ambiente tecnológico na hora de ler e responder questões.

No Enem, você tem uma média de 3 minutos para responder cada questão. Por isso, é importante fazer provas anteriores para treinar o tempo. São cobradas competências e habilidades relacionadas com os objetos de conhecimento, que seriam as disciplinas estudadas na escola básica, como Matemática, História, Geografia.

Nesse caso, são divididas em 4 grandes eixos:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Linguagens, códigos e suas Tecnologias.

Você sabe como calcular a nota do Enem? Nessa conta, a redação pode fazer muita diferença. Na modalidade digital, ela ainda deverá ser escrita na folha específica. Então, você será avaliado quanto a abordagem da proposta, o domínio da norma culta de escrita, além da capacidade de argumentar, organizar e interpretar informações. A proposta de solução para o problema apresentado é critério fundamental, não se esqueça!

Conheça o edital

Para o Enem Digital, existe um edital diferente do exame tradicional. Isso porque ele tem algumas especificidades, como as cidades em que será aplicado, além de outros detalhes:

  • assuntos cobrados;
  • datas;
  • horários;
  • procedimentos de segurança;
  • o que pode ou não fazer na hora da prova.

A partir dessas informações, você pode se planejar melhor, listando os conteúdos e fazendo um cronograma de estudos que abarque a sua realidade. O edital é um documento para ser consultado sempre que necessário, principalmente antes da inscrição, para obter informações de isenção.

No edital do Enem Digital, você confere onde essa modalidade vai acontecer, como as capitais Belo Horizonte, Recife, Curitiba, e também no interior dos Estados, por exemplo, Pelotas, Campinas e Londrina. São mais de 50 cidades, e o número de aplicações é bem variado.

Comece a se preparar!

Entre todas as vantagens do EAD estão a redução de custos e a flexibilidade, base para a criação dessa nova modalidade do exame nacional. Ela deverá atingir novas perspectivas, com mais datas de aplicação durante o ano e custos reduzidos para que aconteçam. Enfim, o Enem Digital é uma evolução que acompanha o ritmo das mudanças no ambiente educacional.

Agora que você sabe como funciona o novo tipo de exame, veja como vai funcionar na prática o Enem digital Londrina!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content