Fisioterapia Esportiva: entenda o que é e por que está em alta

o que é fisioterapia esportiva

Você é — ou pensa em tornar-se — um fisioterapeuta? Não atua na área, mas tem interesse pelo assunto? Então, este post trará informações sobre um tema muito importante: a Fisioterapia Esportiva. Essa especialização já é uma realidade no exterior. Em 2014, por exemplo, a média salarial anual para a carreira era de $ 82.000,00. Pouco a pouco, ela está começando a criar raízes no Brasil.

E não é para menos, não é mesmo? O esporte é um tema extremamente importante no país. Algumas modalidades, como o futebol, são tidas como verdadeiros patrimônios culturais de nossa sociedade. Por isso, quem optar por essa especialização tem tudo para se dar superbem por aqui, obtendo muito sucesso profissional.

Pensando nisso, preparamos um artigo que mostrará algumas das principais características dessa área da Fisioterapia, explicando suas particularidades e as razões para o seu crescimento recente no país. Boa leitura!

O que é Fisioterapia Esportiva?

Antes de falarmos os detalhes sobre essa carreira, que tal conversarmos sobre o conceito básico dessa especialização? Esse é um campo possível apenas para as pessoas que concluíram o curso de Fisioterapia (que pode, inclusive, ser feito na modalidade EAD!).

O principal objetivo da Fisioterapia Esportiva é cuidar do atleta. Aqui, por atleta, entende-se qualquer pessoa que pratique algum tipo de esporte ou atividade física com frequência, independentemente de suas aspirações referentes a isso serem ou não profissionais. Por isso, atletas amadores também beneficiam-se com as sessões com esse profissional.

O que faz um fisioterapeuta esportivo?

O fisioterapeuta esportivo é o profissional indicado, como mencionado, para lidar com os atletas, sejam eles profissionais, seja eles amadores. Por isso, em suas atribuições, estão a prevenção de lesões e a reabilitação desses indivíduos após qualquer tipo de ocorrência relacionada (ou não) ao esporte.

Além disso, o fisioterapeuta também tem a função de manter os cuidados com os atletas, garantindo que eles estejam aptos a trabalhar com performance total em suas atividades esportivas. Esse profissional trabalha, muitas vezes, em conjunto com pessoas de outras áreas, como a Educação Física.

Quais fatores levaram o crescimento da Fisioterapia Esportiva?

Certo, agora já conhecemos algumas características sobre essa área da carreira em Fisioterapia! Chegou o momento de analisarmos algumas razões que podem justificar o crescimento desse campo atualmente em nosso país. Confira.

Crescimento dos eventos esportivos

Por muitos anos, o maior evento esportivo do Brasil era o futebol. Ainda que isso permaneça uma realidade, hoje em dia é muito maior o interesse da população acerca de outras modalidades de esporte, como o vôlei, a natação e muitas outras.

Isso faz com que pessoas diferentes sintam-se motivadas a adentrar nesse universo, já que hoje as suas demandas são atendidas com muito mais facilidade. Dessa forma, o número de atletas ou de interessados no tema no país tende a continuar subindo.

Inclusão de deficientes no cenário dos esportes

Outra razão que explica o aumento da demanda de profissionais da Fisioterapia Esportiva no país é a inclusão, ainda que gradual, de deficientes no mundo do esporte. Na Paraolimpíada sediada no Rio de Janeiro, em 2016, o Brasil chegou ao 13º lugar no ranking geral, o que nos deixou como potência paraolímpica.

Essa é, sem dúvidas, apenas a porta de entrada para que outras pessoas possam, finalmente, interessar-se pelo tema e procurar o apoio profissional necessário para que o dia a dia na prática esportiva seja muito mais proveitoso e seguro.

Maior participação feminina nos esportes

As mulheres também têm, pouco a pouco, ocupado os seus lugares no mundo esportivo. Em 2019, por exemplo, a Copa do Mundo de Futebol Feminino foi televisionada em emissoras abertas pela primeira vez na história, elevando a audiência dos canais envolvidos.

Assim, meninas e mulheres passam a perceber que há, sim, um espaço dedicado a elas no esporte. Isso faz com que a demanda por um profissional responsável pelos seus cuidados também cresça.

Maior conscientização sobre a importância das práticas esportivas

Somos, infelizmente, uma nação sedentária. O sedentarismo é um problema de ordem mundial que é acompanhado por uma série de problemas de saúde, que vão desde à obesidade até distúrbios cardíacos.

Por isso, passou a existir, globalmente, uma iniciativa muito mais forte de incentivo à prática de atividades físicas e, claro, ao esporte. Isso fez com que o número de praticantes crescesse, de acordo com dados levantados pelo Ministério da Saúde e publicados no Jornal da USP em 2019.

Maior preocupação, por parte dos atletas, com a própria saúde

Caminhando ao lado do incentivo maior à prática de esportes, a preocupação de atletas amadores com a sua saúde também cresceu. Por isso, hoje, é muito mais comum encontrar pessoas que fazem atividades físicas por “hobby”, mas com a mesma dedicação e responsabilidade dos profissionais.

Sendo assim, essa é mais uma razão para justificarmos o aumento pela demanda desse tipo de profissional no Brasil atual. Interessante, não é mesmo? Por isso, tudo indica que a média salarial da profissão — que, em 2019, era de cerca de R$ 2.700,00, de acordo com o site Salário.com.br — passe a ser maior nos próximos anos.

Como atuar na Fisioterapia Esportiva?

A atuação na Fisioterapia Esportiva inicia-se com a conclusão do curso de Fisioterapia. Uma ótima oportunidade (que vale igualmente para a área de Educação Física, também mencionada ao longo de nossa conversa) é fazer uma graduação a distância nessa área. Aqui na Unopar, o curso é feito na modalidade semipresencial, que traz uma série de benefícios para o estudante.

A Fisioterapia do esporte é uma área acessada com uma especialização, que pode ser feita também na forma de pós-graduação. Para isso, é fundamental uma preparação de qualidade durante a graduação. Sendo assim, a escolha da faculdade ideal para iniciar a carreira é algo extremamente importante!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre o universo da Fisioterapia Esportiva? Essa é uma área que, com certeza, tem tudo para continuar crescendo consideravelmente nos próximos anos. Por isso, ela pode ser um ótimo investimento para a carreira, com grandes possibilidades de crescimento profissional.

Para saber mais sobre o curso de Fisioterapia na Unopar, entre em contato com a gente! Assim, você poderá tirar todas as suas dúvidas em tempo real com um membro de nossa equipe e começar quanto antes os seus estudos nessa área tão interessante. Aguardamos o seu contato!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content