Veja as principais áreas da Fisioterapia e saiba qual escolher

fisioterapia ead

A Fisioterapia é uma área muito importante da saúde, auxiliando na recuperação de muitas pessoas. Por meio do curso de Fisioterapia, que dura cinco anos, é possível formar profissionais que podem prevenir ou tratar lesões de diferentes tipos, causadas por vícios de postura, por acidentes e por problemas genéticos.

O curso está entre as top 10 graduações em alta em EAD e vale a pena investir nessa formação que vai além da ortopedia, podendo abordar temas de estudos das mais diferentes áreas como acupuntura, fisioterapia neurológica, do trabalho, cardiovascular, entre outras.

Você tem interesse no curso e quer conhecer as diferentes áreas de atuação? Então, saiba mais sobre fisioterapia e descubra se é a área certa para você. Confira!

O que faz um fisioterapeuta?

Ser fisioterapeuta é o emprego dos sonhos de muitas pessoas. O profissional da área realiza um atendimento por meio do diagnóstico fisioterapêutico do indivíduo. Ele interpreta e analisa laudos e exames, tendo uma visão ampla de como está a saúde do paciente, além de constatar alguma lesão. O profissional também verifica os movimentos, se a pessoa sente dor ou se tem alguma dificuldade motora.

Por meio do diagnóstico, o fisioterapeuta indica o melhor tratamento a ser feito. O tipo pode variar de acordo com a condição do paciente e a lesão que deverá ser tratada e pode ser:

  • exercício na água;
  • tratamento à base de calor e frio;
  • exercício físico;
  • aplicação de massagem.

A primeira parte do tratamento é feita com a presença do fisioterapeuta, que deve acompanhar e orientar cada movimento e exercício. Uma próxima fase do tratamento consiste em exercícios que a pessoa fará sozinha, em seu lar. Nessa situação, o profissional deve ensinar os movimentos e orientar a força e a frequência que necessita ser aplicada em cada um.

O fisioterapeuta deve reavaliar o paciente de maneira regular para identificar a melhora em seu quadro de saúde e regular o tratamento. De modo geral, ele realiza uma ficha de avaliação corporal, na qual anota o histórico familiar de doenças, as queixas de dor, os hábitos e os dados pessoais.

Quais são as principais áreas da fisioterapia?

Assim como em outras profissões da área da saúde, a fisioterapia apresenta diversas possibilidades de especialização. Por isso, nós da Unopar mostraremos as áreas mais promissoras. Vamos a elas?

1. Fisioterapia desportiva

A fisioterapia desportiva tem como foco o atendimento aos atletas. É uma área que atua tanto no tratamento quanto na prevenção de lesões, tudo para deixar o esportista em sua melhor forma para que ele alcance bons resultados na modalidade que pratica.

Essa área é essencial para o atleta competitivo em diversos aspectos, principalmente no ganho de:

  • resistência;
  • potência;
  • força muscular;
  • flexibilidade;
  • equilíbrio;
  • propriocepção.

Após lesões, das mais leves até as mais graves, o atleta recorre a um profissional de fisioterapia desportiva para ter início ao seu tratamento de reabilitação. As lesões mais comuns que ocorrem e que podem ser tratadas são:

  • luxações;
  • torções;
  • tendinites;
  • lesão em ligamento;
  • fraturas;
  • distensões;
  • contusões.

Em geral, as sessões são planejadas individualmente, levando em conta as características de cada pessoa.

2. Fisioterapia cardiovascular

A fisioterapia cardiovascular trabalha com intervenções para a prevenção de doenças cardíacas com o intuito de tratar e prevenir doenças, além de melhorar o bem-estar e a qualidade de vida geral dos pacientes. A reabilitação cardiovascular deve ter início ainda dentro do hospital, visando a melhora e a recuperação da pessoa.

O programa de reabilitação é dividido em quatro fases. A primeira e a segunda consistem em atividade de baixa intensidade e devem ser orientadas pelo fisioterapeuta. Na terceira fase, o exercício é feito fora do ambiente hospitalar para evitar novos episódios de acometimento cardiovascular.

A quarta etapa é caracterizada por realizar automonitoramento em um ambiente externo. A atuação do fisioterapeuta está focada principalmente nos aspectos físicos da recuperação, intensificando o funcionamento cardiovascular.

3. Fisioterapia do trabalho

Essa área da fisioterapia tem por objetivo manter e prevenir a saúde do trabalhador. O fisioterapeuta precisa conhecer as atividades que são desempenhadas por cada funcionário para orientá-los sobre a postura mais adequada em cada ocupação.

Dentro da empresa, o fisioterapeuta cria um planejamento de ginástica laboral e realiza os exercícios junto aos trabalhadores. Além disso, está apto a fazer treinamentos e palestras sobre prevenção de doenças e sobre postura. Também é possível participar de exames admissionais, demissionais e de acompanhamento.

O fisioterapeuta do trabalho pode elaborar laudos ergonômicos e propor melhorias e adaptações para que o ambiente de trabalho siga as normas propostas e esteja apropriado para receber novos trabalhadores.

4. Fisioterapia neurológica

Em muitos casos, algumas deficiências, como dificuldade de cognição e de locomoção, são ocasionadas por lesões no cérebro, que podem alterar o sistema nervoso. É nesse tipo de lesão que a fisioterapia neurológica realiza a intervenção. Portanto, é muito importante que o profissional dessa área tenha um diferencial competitivo e conheça as características e as funções cerebrais.

Em casos de pessoas com deficiência, o fisioterapeuta atua minimizando o impacto das limitações no cotidiano, explorando a sua autonomia e sua potencialidade. Em algumas situações, a fisioterapia neurológica, se tiver início assim que a lesão cerebral é identificada, pode reverter o quadro.

As pessoas que recorrem a esse fisioterapeuta são aquelas que:

  • tiveram traumatismo craniano;
  • sofreram um AVC;
  • sofrem com o mal de Parkinson e de Alzheimer.

Para tratar os pacientes, o profissional explora a capacidade que os neurônios saudáveis têm de se responsabilizarem pela função daqueles que foram lesionados.

5. Acupuntura

A acupuntura é uma técnica de medicina tradicional chinesa que busca pela harmonia entre a mente e o corpo. As doenças são consideradas uma quebra desse equilíbrio, e a acupuntura chega para restaurá-lo.

O procedimento consiste em aplicar agulhas em pontos específicos do corpo, que estão relacionados aos órgãos. Por buscar harmonia, a técnica tem se tornada uma aliada dos tratamentos fisioterápicos. Isso porque o estímulo aos músculos e aos órgãos é um ponto em comum entre a fisioterapia e a acupuntura.

Como vimos, existem diversas áreas da fisioterapia, proporcionando muitas oportunidades para quem deseja optar pelo curso. Durante a graduação a distância aqui Unopar, você vai avaliar qual área é de seu maior interesse, aproveitando o momento de estudos para experimentar diferentes possibilidades. Além disso, lembre-se de escolher uma faculdade de Fisioterapia com educação de qualidade.

Gostou deste conteúdo e tem alguma dúvida? Então, entre em contato conosco e agende o seu vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

saiba sobre os cursos unopar

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.