Currículo de Fisioterapia: saiba como formular o seu

currículo fisioterapeuta

Quem conhece um pouco do mercado de Fisioterapia sabe que a concorrência é uma das suas características. Por ser uma área interessante e ampla, ela acaba atraindo muitas pessoas. Então, é importante ter um currículo de fisioterapeuta que se destaque dos demais.

Nesse sentido, a formação de Bacharelado em Fisioterapia e dedicação com a carreira são os maiores diferenciais. O profissional dedicado acumula qualidades e está sempre tentando se diferenciar.

Se você concorda com tudo isso e quer saber como montar uma apresentação atraente, aproveite as dicas que listamos a seguir!

Identifique-se de maneira clara, direta e profissional

Conhecer o seu perfil é o primeiro objetivo do empregador ou da equipe que está gerenciando o processo seletivo. Esse é um tipo de informação básica e que não pode faltar em nenhum currículo para vagas de Fisioterapia.

Ao mesmo tempo, não dá para se estender muito na sua apresentação, escrever um monte de linhas e perder o foco. A intenção é ser direto e claro, oferecendo ao leitor o que há de mais importante a ser dito.

Então, a dúvida da maioria dos candidatos é como fazer isso de forma equilibrada, sem colocar dados demais ou deixar faltar detalhes relevantes. Uma boa dica para conseguir um resultado enxuto e informativo é fazer uma descrição completa do seu perfil profissional, e depois cortar partes do texto em cada releitura.

Essa primeira identificação deve ser bastante sucinta. Nome, idade, de onde você é e os seus contatos não podem ser deixados de lado.

O que é ser prolixo? Por exemplo, hoje em dia os principais meios de comunicação são telefone e e-mail, certo? Logo, não faz sentido colocar milhares de informações se esses dois dados resolvem a questão. A não ser que exista algum tipo de pedido específico, seja breve.

Apresente informações sobre a sua formação acadêmica

Por mais que os critérios da vaga ou da empresa não sejam tão exigentes, uma das bases de comparação entre os candidatos é a formação acadêmica.

Nesse caso, ter um diploma reconhecido é essencial para poder exercer a profissão de fisioterapeuta — inclusive, vale lembrar que os profissionais formados têm que fazer o registro no CREFITO (Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional).

Citar a instituição de ensino na qual você fez a faculdade é indispensável. Não é necessário especificar o histórico escolar, as matérias de Fisioterapia estudadas ou atividades complementares, mas apontar o período de estudos é uma prática comum (ano de início e término da graduação).

Dependendo da oportunidade que você está buscando, suas áreas de interesse ou tema do Trabalho de Conclusão de Curso podem ser citados, por exemplo. Tente sempre adequar seu documento pessoal com o perfil da vaga. Se o foco for mais acadêmico, vale detalhar melhor essa parte.

Inclua as experiências relevantes para o seu segmento

Falar do seu histórico profissional também é muito importante. Isso permite que as pessoas conheçam um pouco das suas experiências passadas para saber como elas possivelmente contribuíram para o seu preparo.

Teste Vocacional Rápido

Nesse momento, não precisa colocar tantos detalhes dos seus empregos anteriores — nem todos eles se você já teve muitos. É válido descrever o período de trabalho, nome do empregador e um resumo das atividades desempenhadas. Tente pensar apenas no que foi mais relevante em cada oportunidade vivida e que tenha agregado valor ao seu perfil.

As experiências que não têm muita relação com os seus objetivos profissionais não precisam entrar na descrição. Priorize tudo o que faz sentido para o segmento que você pretende atuar ou continuar atuando.

Apresente os seus cursos de aperfeiçoamento

O mercado de trabalho na área de Fisioterapia é competitivo como muitos outros. Isso quer dizer que as pessoas que conseguem se destacar normalmente são aquelas que investem em capacitação constantemente, com especializações e cursos de aperfeiçoamento.

Por isso, não deixe de abordar os seus diferenciais. As qualificações extras são tópicos especiais de um currículo, já que elas são exatamente o que diferenciam profissionais com o mesmo diploma — ou seja, que escolheram a mesma profissão, ainda que tenham feito faculdades distintas.

Fez um curso de acupuntura? Participou de workshops sobre comunicação não-violenta? Realizou trabalho voluntário em unidades de saúde? Está cursando uma pós-graduação em alguma das áreas da Fisioterapia? Esse é o tipo de coisa que você deve adicionar para chamar atenção e ser chamado para a entrevista de emprego.

Invista em um design limpo e fácil de entender

Currículos artísticos e cheio de detalhes são recomendados apenas para pessoas que atuam em áreas como Design, Fotografia, Moda, Arquitetura e afins. Como esse não é o foco da Fisioterapia, não há necessidade de montar uma diagramação tão rebuscada. A simplicidade é um ponto positivo e facilita a compreensão.

Uma sugestão é estruturar todo o conteúdo em tópicos para criar uma leitura segmentada, de acordo com os assuntos pertinentes ao documento (formação acadêmica, experiências profissionais, dados pessoais etc). Escolha uma tipografia simples e confira se o resultado tem um visual harmônico.

Quando tudo estiver pronto, não se esqueça de revisar com muita atenção para corrigir todos os possíveis erros e garantir que o seu currículo pode ser entregue sem preocupações.

Conte com o apoio de ferramentas online para montar o seu currículo

Ainda existem muitas versões impressas de currículo por aí e até empresas que exigem que o documento seja entregue dessa forma. Porém, boa parte dos processos seletivos já aceitam toda a documentação no formato digital.

Independentemente de ter que imprimir ou não, é bom aproveitar as ferramentas de currículo online disponíveis na internet para estruturar o seu. Com uma pesquisa rápida, é fácil encontrar várias opções de programas ou sites que fazem isso. Escolha seu preferido e aproveite a praticidade da tecnologia!

Invista nesta ideia!

Com essas dicas, a tarefa de montar seu currículo de fisioterapeuta deve ficar mais simples! Nossa última dica é ser muito sincero e verdadeiro em cada palavra. Saiba que o único jeito de conquistar um documento de excelência é investindo no seu potencial e buscando saber tudo sobre Fisioterapia!

Para começar a construir uma carreira de sucesso na Fisioterapia, dê o primeiro passo e faça sua inscrição no curso aqui da Unopar. Não vai deixar essa chance passar, hein?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Mudança de carreira: o guia prático para dar os primeiros passos

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content