Engenharia Civil e Arquitetura: entenda as principais diferenças

engenharia civil arquitetura

Por apresentarem algumas semelhanças e caminharem juntas, as áreas de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo acabam confundindo muitos candidatos ao vestibular. Afinal, qual das duas escolher? Caso você se encontre nessa situação, não se preocupe. Aqui, o melhor a se fazer é comparar ambas — possibilidades de atuação, perfil para trabalhar no campo etc. — para tomar a decisão ideal.

Pensando em ajudá-lo nessa missão, trouxemos neste post algumas informações bastante úteis sobre Engenharia Civil e Arquitetura. Assim, você terá em mãos o que precisa para eliminar de vez as dúvidas e trilhar seu caminho rumo a uma carreira de sucesso! Vamos acompanhar?

Qual é a diferença entre Engenharia Civil e Arquitetura?

“Será que entro para o curso de Engenharia Civil ou Arquitetura e Urbanismo?”: essa é uma dúvida que costuma aparecer bastante. Além de atuações semelhantes, ambas as graduações têm várias matérias em comum em sua grade curricular. Ou seja, essa confusão tem mesmo um motivo. No entanto, também existem diferenças entre as áreas, e é sobre elas que falaremos neste tópico.

Para começar, as funções de cada profissional são diferentes. Enquanto o engenheiro civil realiza o cálculo estrutural das obras que projeta e executa, dimensionando fundações e fazendo um trabalho mais técnico, o arquiteto foca aspectos artísticos e estéticos. Ele faz as plantas e usa a sua criatividade para projetar espaços prensando na estética e no conforto, por exemplo.

Mas, se você ainda tem dúvidas, é importante saber tudo sobre Engenharia Civil e Arquitetura na faculdade.

Quanto às matérias de cada curso, a grade da Engenharia Civil dá maior ênfase à área de Ciências Exatas, envolvendo disciplinas bastante baseadas no cálculo. Já a de Arquitetura é mista, englobando Humanas, Exatas entre outras que envolvem desenho, arte, história da arte etc.

O que faz um engenheiro civil?

Entre as atividades da lista de o que faz o engenheiro civil, temos gerenciar obras, construções e reformas, de modo a garantir que todos os fatores necessários para o resultado esperado sejam cumpridos. É ele quem analisa as condições do solo, luminosidade e ventilação, instalações elétricas e hidráulicas, materiais a serem utilizados, custos, prazo, enfim, tudo aquilo que coloca o projeto em andamento com segurança.

Para o profissional formado, as perspectivas de salário são promissoras, com ganho médio de R$ 7.312,30* por uma jornada de trabalho de 41 horas semanais.

Alguns dos campos no qual o engenheiro civil pode trabalhar envolvem:

  • construção urbana — executa projetos na construção e reforma de prédios e demais instalações urbanas, como aeroportos, estádios, museus, centros comerciais etc.;
  • saneamento: — participa de projetos e obras relacionadas com a captação e a distribuição de água, como estações de tratamento de água e esgotos, entre outros;
  • hidráulica e recursos hídricos — atua em projetos de barragens, canais e reservatórios;
  • estruturas e fundações — projeta fundações e estruturas responsáveis por suportar construções, calculando também o material necessário para todo o projeto;
  • gerenciamento de recursos prediais — organiza a infraestrutura de prédios e determinando padrões de qualidade no uso do local;
  •  infraestrutura e transporte — trabalha em obras de estruturas como rodovias, ferrovias, viadutos, redes de metrô, entre outras.

O que faz um arquiteto?

O arquiteto é o profissional responsável por elaborar e acompanhar projetos de construção, criação de espaços diversos (como casas, prédios etc.), urbanização, mobilidade urbana e assim por diante. Um dos principais pilares de sua atuação é considerar fatores como a qualidade de vida das pessoas que utilizarão os ambientes projetados e a sustentabilidade.

O salário do arquiteto também é bastante promissor. Em média, ele ganha R$ 5.992,82* por uma jornada de trabalho de 40 horas.

Abaixo, confira algumas possibilidades para o profissional formado:

  • planejamento urbano — viabiliza espaços como bairros, conjuntos habitacionais, áreas livres (como praças, parques etc.) e até mesmo cidades;
  • arquitetura de interiores — cria projetos de montagem ou reforma de ambientes internos, definindo o estilo, materiais necessários, acabamento, mobiliário, entre outros fatores;
  • paisagismo — projeta espaços como jardins urbanos, praças, parques e afins;
  • acompanhamento e administração de obras — coloca em prática um projeto de obra, acompanhando e administrando todos os processos e operações envolvidos;
  • restauração de edifícios — recupera estruturas deterioradas, como casas e prédios antigos.

Qual é o perfil profissional das áreas?

E então, já conseguiu se decidir entre Engenharia Civil e Arquitetura? Caso a resposta seja não, fique tranquilo. A seguir, trouxemos o perfil ideal para o profissional de cada área. Assim, você pode ver quais características e habilidades serão fundamentais na sua trajetória. Vamos lá?

Engenheiro civil

Raciocínio lógico

O engenheiro civil precisará lidar bastante com números, não só durante a vida acadêmica como no dia a dia da profissão. Por isso, é fundamental que ele tenha afinidade com as Exatas e saiba estruturar bem o seu raciocínio por meio da lógica. Afinal de contas, para seus projetos, ele deve utilizar os cálculos certos para cada componente da obra.

Perfil de liderança

No cotidiano da profissão, o engenheiro civil comanda projetos e equipes. Por isso, uma habilidade indispensável é ter perfil de liderança e boa comunicação interpessoal para lidar com os liderados. Vale lembrar que todos os projetos, tanto os grandes como os pequenos, envolvem fatores como prazos, mensuração de resultados, entre outros. Por isso, deve delegar tarefas, motivar equipes e otimizar esforços.

Trabalho em equipe

Muito do trabalho do engenheiro civil é feito em conjunto com outros profissionais, inclusive, com o arquiteto! Por isso, é essencial para o profissional entender que a atuação em equipe fará parte do seu cotidiano. Ele precisa ter facilidade para lidar com novas ideias e, com sua capacidade de liderança que vimos, alinhar esforços em prol de um único objetivo.

Arquiteto

Criatividade e gosto por tendências

A criatividade é uma das principais habilidades de um arquiteto. Afinal, todo o seu trabalho depende disso. Se você se considera uma pessoa criativa ou tem o interesse em trabalhar essa competência, pode ser que esse seja o curso ideal. Além disso, inovações e tendências fazem parte do universo da Arquitetura e, para se manter atrativo no mercado, ele precisa estar sempre atualizado.

Boas habilidades interpessoais

Durante o planejamento e a execução de um projeto de Arquitetura, o arquiteto está em contato direto com outros profissionais — e como você já pode adivinhar, um deles é o engenheiro civil! Além disso, ele também se comunica frequentemente com o cliente, uma vez que é fundamental que tudo saia de acordo com as expectativas dele. Por isso, escutar outras pessoas e lidar com elas faz parte do dia a dia da profissão.

Facilidade para lidar com tecnologia

Independentemente da área de atuação escolhida, ter familiaridade com a tecnologia é crucial para o arquiteto. Muitas ferramentas tecnológicas, como software, fazem parte do dia a dia da Arquitetura. Isso porque todos os projetos, plantas etc. são desenvolvidos por meio desses programas.

Se você não identificou em si algumas das características que citamos tanto para o engenheiro quanto para o profissional, nada de se desanimar, ok? Afinal, todas essas habilidades podem ser desenvolvidas durante a graduação — ainda mais quando se escolhe estudar na Unopar.

Além de cursos voltados para atuação no mercado de trabalho, disponibilizamos formas de ingresso facilitadas (desde nota do Enem ao vestibular online). Ou seja, seu sonho ainda mais próximo de se tornar realidade! Também oferecemos modalidades de ensino presencial e semipresencial para os dois cursos e temos parceria com o Canal Conecta.

Agora é com você!

E então, já conseguiu se decidir entre Engenharia Civil e Arquitetura? Esperamos que as informações do post tenham sido úteis e o ajudem a chegar em uma conclusão. Lembre-se de que, em todos os casos, é indispensável optar por uma instituição de ensino superior de qualidade, cursos reconhecidos pelo MEC e foco no sucesso do aluno. A boa notícia é que a Unopar preenche todos esses requisitos.

Aproveite que está aqui para acessar a nossa página e fazer a sua inscrição para o vestibular!

*Sujeito à alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.