Fisioterapia do trabalho: o que é e como atuar na área?

fisioterapia do trabalho

Usufruir de uma carreira próspera, com bom salário e um futuro agradável, é o sonho de muitos estudantes. Para que esse desejo se torne realidade, é essencial investir nos estudos. Fazer um curso superior e depois se especializar em um campo garante ótimas oportunidades no mercado de trabalho.

Para quem se interessa pela área da Saúde e quer fazer o curso de Fisioterapia, uma boa opção é ser um especialista em Fisioterapia do Trabalho, uma das principais áreas dessa profissão. Esse ramo de atuação tem a função de solucionar vários problemas que causam baixo rendimento nos colaboradores. Com uma boa capacitação, você ficará habilitado para promover a saúde e a melhoria da qualidade de vida do trabalhador.

Então, se quer saber como funciona a Fisioterapia do Trabalho, acompanhe o nosso post para conhecer as principais informações!

O que é Fisioterapia do Trabalho?

A Fisioterapia do Trabalho surgiu com foco no tratamento, diagnóstico e prevenção de doenças que se relacionam com as atividades laborais. Essa área estuda a recuperação e a manutenção da saúde do colaborador, tal como a promoção da segurança no ambiente de trabalho.

O dia a dia nas empresas pode gerar desgaste mental e físico para o funcionário. Assim, o papel desse fisioterapeuta é propiciar a ele bem-estar tanto na vida profissional quanto na pessoal. O objetivo principal é prevenir lesões: para isso, o profissional da área orienta o trabalhador a como incluir hábitos saudáveis na rotina.

Além disso, realiza intervenções para corrigir a postura e a ergonomia, e promove sessões de fisioterapia para aliviar desconfortos e dores causados pelo trabalho.

Qual é a importância do fisioterapeuta do trabalho?

A Fisioterapia do Trabalho é uma especialidade fundamental para promover, resgatar, prevenir e manter a saúde ocupacional. É importante lembrar que o bem-estar, a qualidade de vida e a segurança no ambiente de trabalho são fundamentais para a produtividade.

Buscar maneiras de proteger a saúde dos trabalhadores influencia os diferentes campos de atuação na empresa e inclui todas as áreas, independentemente da hierarquia. Os principais benefícios da Fisioterapia do Trabalho para a saúde do funcionário são:

  • tratamento e prevenção de doenças ocupacionais;
  • melhora da postura;
  • aumento da eficiência no trabalho;
  • melhora da consciência corporal;
  • diminuição das tensões emocionais;
  • aumento dos resultados e da produtividade;
  • incentivo das relações interpessoais;
  • geração de motivação para novas rotinas.

Quais são as atribuições dessa área?

O papel principal dos profissionais que atuam nessa especialidade é tratar e prevenir lesões no ambiente laboral. Assim, são responsáveis por manter a boa saúde dos trabalhadores. Eles trabalham junto a outros especialistas, como médicos e terapeutas ocupacionais, no desenvolvimento de algumas técnicas que ajudem na recuperação das doenças ocupacionais.

Entre as funções do fisioterapeuta do trabalho, destacam-se:

  • tratamento de queixas e doenças musculoesqueléticas;
  • realização de orientações sobre ergonomia e postura dos trabalhadores;
  • prevenção de queixas ou desconfortos relacionados com a região musculoesquelética;
  • promoção de palestras sobre capacitação, treinamento preventivo e conscientização das doenças do trabalho;
  • desenvolvimento de programas de ginástica laboral.

Logo, a Fisioterapia do Trabalho é importante tanto para os gestores quanto para os colaboradores. Além de promover a saúde, ajuda no desenvolvimento da corporação, impedindo que apareçam patologias que prejudiquem a mente e o corpo.

Essas doenças causam uma incidência maior de faltas, baixa produtividade e aumento do gasto com assistência médica. Ao ter a ajuda desse fisioterapeuta, todos os problemas podem ser evitados.

Como está o mercado de trabalho para o fisioterapeuta do trabalho?

Se você pretende seguir na área da Fisioterapia do Trabalho, saiba que esse campo está muito em alta, já que a saúde dos colaboradores tem se tornado uma grande preocupação das organizações. Os profissionais podem atuar em qualquer companhia que priorize o cuidado com a saúde do funcionário.

De modo geral, eles atendem os pacientes de uma a duas vezes por semana, mas existem empresas que reduzem a frequência. Além disso, em muitos casos, esse trabalho é terceirizado, ou seja, os fisioterapeutas não são um funcionário da instituição a que prestam atendimento.

Em relação à remuneração, o salário da Fisioterapia do Trabalho de R$ 2.954,40* para uma jornada de trabalho de 34 horas semanais. As cidades com os melhores ganhos são:

  • Curitiba (PR): R$ 3.897,35*;
  • Serra (ES): R$ 3.543,87*;
  • Tatuí (SP): R$ 3.356,00*;
  • Praia Grande (SP): R$ 3.201,02*.

Quais são as técnicas usadas pelo profissional?

Além de utilizar os itens do kit de Fisioterapia que são fundamentais para o cuidado com os pacientes, o fisioterapeuta do trabalho aplica algumas técnicas específicas para promover a saúde do trabalhador. Entre as principais, podemos destacar:

  • ergonomia;
  • ginástica laboral;
  • exames periódicos;
  • laudos ergonômicos;
  • prevenção de lesões ocupacionais.

Como trabalhar com Fisioterapia do Trabalho?

O caminho para ser um fisioterapeuta do trabalho de excelência é feito com muito empenho. Tudo se inicia com a pesquisa sobre o curso de graduação para compreender como é o perfil do estudante de Fisioterapia. Ao conhecer as habilidades e aptidões necessárias, chega o momento de cursar faculdade nesse campo. Para isso, é essencial optar por uma instituição de ensino de qualidade, que consiga transmitir todo o conhecimento necessário para atuar na profissão.

Aqui na Unopar, você encontrará um corpo docente preparado para agregar na sua capacitação profissional. A grade curricular do curso de Fisioterapia é atualizada, para que as matérias formem profissionais aptos para as demandas do mercado. Além disso, temos uma parceria com o Canal Conecta, portal gratuito de vagas de emprego e estágio, com oportunidades em várias empresas do Brasil.

Após a conclusão da graduação, é necessário se especializar no ramo da Fisioterapia do Trabalho. Ele é inserido na modalidade de pós-graduação, e pode durar cerca de um ano e meio.

De qualquer maneira, quem quer seguir nesse campo, ter o certificado de especialista é muito importante para ganhar reconhecimento e credibilidade, além de fornecer todo o cuidado ao paciente.

Agora é com você!

Você já sabe o que é e como atuar na área da Fisioterapia do Trabalho. Lembre que essa carreira proporciona boas remunerações e rápida ascensão na carreira. No entanto, para alcançar os resultados, é fundamental fazer boas escolhas. Nesse sentido, a Unopar tem tudo o que você precisa para trilhar um caminho de sucesso!

Gostou de conhecer mais sobre essa área de atuação e quer estudar Fisioterapia em uma faculdade de qualidade? Então, inscreva-se no vestibular Unopar!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content