Motivação para trabalhar: consiga colocando 5 passos em prática

profissional buscando motivação para trabalhar

Quando a segunda-feira se aproxima, você sente desânimo por ter que começar tudo de novo ou fica com bastante motivação para trabalhar? Muita gente se encaixa na primeira situação, por isso, surgem vários prejuízos pessoais e profissionais. Até para o país há consequências. Quer ver só um exemplo?

A World Health Organization (WHO) mostrou em uma pesquisa recente que os problemas relacionados com ansiedade e depressão já causaram uma perda na economia mundial de aproximadamente 1 trilhão de dólares.

Por outro lado, a cada dólar investido em saúde e bem-estar mental, as empresas conseguem um retorno 4 vezes maior desse valor devido ao aumento da produtividade dos colaboradores. Mas como encontrar motivação para trabalhar quando temos de ser nossos próprios incentivadores?

A seguir, a Unopar preparou algumas dicas que vão ajudar justamente nisso. E você não precisa esperar o emprego dos sonhos para começar. Confira!

A importância de ter motivação para o trabalho

A vida profissional do brasileiro não anda nada fácil e, depois da pandemia de Covid-19, a crise se acentuou — em apenas 4 meses de quarentena, cerca de 3 milhões de pessoas ficaram sem trabalho.

As estatísticas do desemprego no Brasil assustam, mas muita gente precisou se reinventar profissionalmente. Daí a importância de encontrar aquela motivação interna, que vem acompanhada de determinação e disciplina, seja para se manter no emprego atual, seja para buscar novas oportunidades –– como as vendas em casa.

Acontece que essa motivação faz bem não somente à carreira, mas à saúde mental. Afinal de contas, se você está com a empolgação lá no alto e acorda todos os dias com disposição em realizar suas tarefas, não sobra espaço nem tempo para focar em problemas e pensamentos negativos.

Além de contribuir para a produtividade, a pessoa motivada profissionalmente estende essa sensação à vida pessoal, garantindo bem-estar e plenitude. Quem está feliz com o trabalho, certamente, tem um motivo a mais para se sentir realizado, concorda?

5 passos para ter motivação para trabalhar

Como encontrar motivação para trabalhar? Se está um pouco difícil achar a sua, vale a pena saber que existem dois tipos: a motivação intrínseca e a extrínseca.

A última vem de fatores externos que nos incentivam, como um bom ambiente de trabalho, conquistar renda extra em casa, uma promoção de emprego ou um elogio vindo de um chefe ou cliente. A primeira, no entanto, é a famosa automotivação, ou seja, aquela que você cria e alimenta.

É justamente nessa motivação interna que você deve investir, porque, assim, nada que vem de fora vai conseguir tirar o seu ânimo pessoal e a sua determinação profissional. Portanto, vale adotar algumas práticas na sua rotina. Veja só!

Entenda o seu valor enquanto profissional

Se você não acredita no seu próprio potencial, quem é que vai acreditar? Já parou para pensar nisso? Nesse sentido, não dá para esperar do outro essa valorização — comece por você! A dependência do elogio alheio pode ser cruel às vezes e muitas pessoas baseiam seu sucesso profissional em feedbacks que podem nem refletir a realidade.

Só quem vive o dia a dia de uma função sabe dizer o quanto ela é desafiadora. Por isso, valorize o que você faz, as suas qualidades e competências. E, mais do que se autoafirmar, passe essa imagem de autoconfiança aos outros. Sem essa de cair na Síndrome do Impostor, achando que não é bom o suficiente, combinado?

Avalie o seu desempenho

Você já sabe que não deve depender da aceitação alheia, certo? Portanto, avalie seu próprio desempenho no trabalho, de modo que não seja necessário um retorno externo para que você otimize suas ações ou mude suas estratégias e atitudes.

Essa é uma prática que todo profissional automotivado adota. Só não é para exagerar na exigência consigo mesmo, porque ninguém nasceu perfeito. Mas é interessante realizar periodicamente essa autoanálise: em relação ao dia de trabalho de hoje, o que posso fazer amanhã para melhorar?

Trace metas formais e objetivos claros

Sabe o que ajuda muito a guiar sua motivação e avaliações de desempenho? O hábito de estabelecer objetivos, que sejam coerentes e claros. Além disso, para cada um, pense nas metas necessárias ao resultado. Elas podem ser curtas, médias ou de longo prazo e, o mais importante, precisam ser formais e alcançáveis.

Isso significa que você está firmando um compromisso consigo mesmo e que é possível chegar lá! E as metas são criadas para serem levadas a sério. Se o seu problema é cumprir prazos, por exemplo, proponha-se a acordar mais cedo e entregar tudo sem atrasos por, pelo menos, uma semana. É ou não um bom começo?

Crie premiações pessoais

Conseguiu completar uma semana inteira sem nenhuma pendência? Parabéns! Está na hora da recompensa. Sim, essa estratégia que dá muito certo quando o assunto é motivação para trabalhar. A ideia é se premiar com alguma coisa depois de atingir determinada meta ou objetivo. Para falar bonito, trata-se de um mecanismo interno de autocompensação.

Se você conseguiu entregar aquele serviço até a data combinada, permita-se aproveitar um bom jantar ou um simples chocolate. Por que não? Se alcançar objetivos maiores, depois de um longo período de esforço, também vale se dar um presente legal ou até aquela viagem que nunca saiu do papel.

Reserve um tempo para você

Entre suas possíveis premiações pessoais, que tal envolver o descanso como recompensa? Pode parecer confuso, mas quando a gente tem um tempo para fazer o que gosta e distrair a cabeça, a motivação para trabalhar é automaticamente recarregada. Agora, se não há uma pausa para respirar, o cansaço toma conta e não existe automotivação que aguente.

Por isso, respeite seus limites e aprenda a aproveitar a vida além do trabalho: cuide da sua saúde e da alimentação, passe um tempo com a família e os amigos, assista a uma comédia para dar umas boas risadas e aproveite ao máximo seu tempo livre. Se ele ainda não existe, já passou da hora de achar um espaço na agenda para isso!

Conte com a nossa ajuda!

Sabe o que é mais legal? Todas estas dicas de como encontrar motivação para trabalhar também podem ser aplicadas no desempenho acadêmico. A motivação para estudar acaba vindo das mesmas posturas — da autovalorização e das metas estabelecidas às recompensas e descansos merecidos pelo esforço travado.

Aqui a Unopar, é possível colocar tudo em prática. Isso porque os nossos estudantes contam com o acesso exclusivo ao Canal Conecta, que oferta vagas de estágio e emprego nas mais variadas áreas de atuação. Assim, dá para incitar a motivação para trabalhar e estudar, conquistando ótimas oportunidades.

E aí, gostou das dicas? Que tal aproveitar o que aprendeu para retomar os seus planos profissionais? Confira um passo a passo de como voltar a estudar e impulsionar a carreira!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content