Qual é o salário de um engenheiro da computação?

engenheira da computação

O curso de Engenharia da Computação tem o salário depois de formado como um dos seus principais atrativos. Nessa área conectada com as necessidades da atualidade, os profissionais são bastante valorizados, e você pode ser também ao conquistar o seu diploma.

A formação se caracteriza por ser mais generalista. O graduado é habilitado para uma ampla variedade de serviços: desenvolvimento, implementação e gestão de redes, bancos de dados, software, hardware etc. É a oportunidade de iniciar praticamente qualquer uma das carreiras da Tecnologia da Informação.

Então, se você se identifica com o tema, continue a leitura deste conteúdo. Ao longo do artigo, abordamos os pontos fortes da Engenharia da Computação, especialmente os salários e benefícios desse segmento de mercado.

Quanto ganha um engenheiro da computação?

O salário médio para o profissional de Engenharia da Computação é deR$ 9.299,35* na função de engenheiro de software. Já os engenheiros de hardware e os de sistemas computacionais ganham na faixa de R$ 6.951,41*.

Os números foram obtidos por meio da plataforma Salário, que faz a análise na base de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Na página, também vemos que o salário-base, menor salário encontrado para o grupo de trabalhadores, é R$ 3.693,74* para o profissional de software e R$ 3.721,62* para o de hardware.

Já o piso salarial, valor mínimo fruto de negociações coletivas com sindicatos, está em R$ 8.487,41* para o engenheiro de software e em R$ 6.344,48* para o engenheiro de hardware da computação.

As cidades com as melhores remunerações são:

  • Rio de Janeiro: R$ 12.043,04*;
  • São Paulo: R$ 11.338,21*;
  • Porto Alegre: R$ 8.545,13*;
  • Belo Horizonte: R$ 7.995,09*.

Por sua vez, no Guia Salarial da Robert Half de 2020, os vencimentos do engenheiro de software giram em torno de R$ 10.050,00 a R$ 20.450,00. Porém, na carreira sugerida pelo guia, há cargos de hierarquia ou funções menores, que são os de entrada nas organizações:

  • analista de suporte júnior: R$ 2.700,00* a R$ 5.500,00*;
  • analista de testes júnior: R$ 3.100,00* a R$ 6.300,00*;
  • desenvolvedor back-end júnior: R$ 3.100,00* a R$ 6.288,00*;
  • desenvolvedor front-end júnior: R$ 3.100,00 a R$ 6.300,00;
  • desenvolvedor mobile júnior: R$ 3.100,00* a R$ 6.300,00*.

A lista de cargos não se baseia na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), mas nas nomenclaturas sugeridas pela consultoria em suas pesquisas de mercado.

Considerando as duas fontes, podemos ver uma tendência a salários na faixa de R$ 3 mil* nas posições de entrada na carreira, podendo ultrapassar os R$ 5 mil* ou, até mesmo, os R$ 10 mil* com o crescimento profissional e as promoções. Logo, é uma área com bom retorno para quem deseja iniciar no mercado de trabalho ou fazer a mudança de carreira.

Quanto ganha um estagiário em Engenharia da Computação?

De modo geral, no cargo de estagiário em Engenharia da Computação se inicia ganhando cerca de R$ 795,00* podendo chegar a R$ 1.452,00*. A média salarial fica em torno de R$ 1.157,00*.

Já deu para perceber que tanto os profissionais formados quanto os estagiários recebem uma remuneração bem acima quando comparamos com outras profissões. Por isso, se você se dá bem na área de Ciências Exatas, saiba que vale a pena pesquisar mais sobre o curso e de investir nesse ramo.

Como são as vagas de trainee em Engenharia da Computação?

Já se perguntou o que é um trainee? Ele é um profissional recém-formado que algumas empresas procuram para treinar em determinas áreas. Por essa razão, é comum que um engenheiro da computação aprenda várias funções em um prazo que varia entre um e dois anos.

Para isso, as corporações buscam por pessoas com grande potencial para entregar resultados e se desenvolver. O objetivo é que o jovem profissional deixe a função de trainee já com um cargo na companhia.

As vagas para esse tipo de engenheiro incluem a função de programador, controlador de manutenção, desenvolvimento de software, integração de sistemas etc. Nesse caso, os profissionais auxiliam na manutenção, instalação, programação e montagem de computadores, redes e cabos de transmissão de internet.

Quais são as áreas de atuação mais bem pagas?

O Bacharelado em Engenharia da Computação não abrange apenas os setores de desenvolvimento de software e hardware. Com base no Guia Salarial da Robert Half, podemos identificar outras carreiras na área com excelente remuneração.

Big Data

O profissional de Big Data é responsável pela análise de grandes volumes de dados, para identificar padrões e tendências capazes de melhorar a tomada de decisão. Dentro do segmento, a faculdade de Engenharia da Computação pode render bons salários na área de Business Intelligence (BI).

O segmento fornece elementos para criar e melhorar planos e estratégias de negócios. Um analista júnior, nessa carreira, tem salário de R$ 3.850,00* a R$ 7.850,00* em média. Já o profissional pleno ganha de R$ 6.200,00* a R$ 12.550,00*. E, na posição de maior destaque, o cientista de dados ganha de R$ 13.100,00* a R$ 26.700,00*.

Gerência e direção

Em quase todas as áreas, os maiores salários estão nas funções de direção e gerência das áreas. A Engenharia da Computação tem um salário bastante interessante nesse sentido –– logo, não foge à regra de conceder ótimos ganhos para os gestores.

Um gerente de infraestrutura de TI, por exemplo, ganha na faixa de R$ 13.900,00* R$ 28.300,00*. O gerente de dados, por sua vez, ganha entre R$ 15.450,00* R$ 34.600,00*. Por fim, o CIO, Chief Information Officer (diretor de informação), maior cargo executivo do segmento de tecnologia, ganha entre R$ 27.050,00* e R$ 55.000,00*.

Consultor ERP

O consultor ERP é responsável por auxiliar as empresas na construção dos sistemas internos de gestão. O ERPs são softwares que fazem os departamentos “conversarem” em um único local, sendo possível gerir tudo de maneira integrada. Os salários desse profissional giram em torno de R$ 11.600,00* a R$ 23.550,00*.

Segurança da Informação

Os profissionais de segurança da informação são os responsáveis por garantir a integridade, a disponibilidade e a autenticidade dos dados. É uma carreira em franca ascensão, devido ao valor cada vez mais elevado dos bancos de dados e a publicação de leis mais rigorosas, como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

O analista de segurança da informação júnior ganha de R$ 3.500,00* a R$ 7.050,00*. Na posição de analista pleno, os valores sobem para faixa de R$ 5.400,00* a R$ 11.000,00*. Por fim, o coordenador de segurança da informação recebe de R$ 11.300,00* a R$ 18.000,00*.

Teste Vocacional Rápido

O que o profissional pode fazer para potencializar os ganhos?

Em nossa conversa sobre quanto ganha um engenheiro da computação, vimos que há grande diversidade de ocupações e variações salariais, não é mesmo? Agora, podemos refletir sobre quais pontos aumentam as oportunidades profissionais e merecem a sua atenção para já entrar no mercado preparado. Confira!

Busque um diploma reconhecido

Ao bater à porta de um recrutador, o recém-formado ainda não terá grandes realizações profissionais. Talvez algumas experiências na faculdade façam parte do currículo, e elas são importantes, mas dificilmente haverá grandes projetos e cargos-chave para citar.

Por isso, um fator fundamental é ter um diploma reconhecido pelo mercado. Ao fazer o curso na Unopar, você será bem-visto pelos melhores empregadores. Logo, terá acesso a excelentes projetos profissionais, bem como a benefícios, planos de carreira, treinamentos internos etc. Como uma bola de neve, será cada vez mais bem-preparado.

mensalidade EAD, nesse sentido, tem um excelente custo-benefício. O curso semipresencial de Engenharia da Computação, que integra essa categoria, otimiza os benefícios das duas modalidades de ensino, sendo a combinação ideal para se formar. Além disso, há diferentes opções de ingresso, como pelo vestibular EAD, pelo Enem ou por bolsas e financiamentos.

Priorize o desenvolvimento de competências

Preocupe-se, também, em buscar uma instituição de ensino que ajude você a construir competências com base em vivências profissionais –– especialmente as comportamentais, como liderança, trabalho em equipe, inovação, criatividade, capacidade de aprender etc.

Uma case de sucesso nessa área é o Canal Conecta. Nele, os alunos da Unopar se inscrevem para vagas de emprego e estágio nas melhores organizações, como ItaúSantander e Huawei. Assim, é possível desenvolver competências da área de Engenharia da Computação, trabalhando em bancos de dados, segurança, redes e suporte, entre outras atividades.

Reflita sobre a identificação com a área

Para crescer profissionalmente, será preciso manter os estudos mesmo após a faculdade. Logo, a identificação com a área contribui bastante, pois afeta a motivação para sempre se atualizar e perseguir o melhor para sua carreira.

Uma dica é acessar a página do curso de Engenharia da Computação e ler o guia de percurso. O arquivo detalha as matérias, as áreas de atuação, o perfil profissional e outras informações úteis para você entender se realmente quer seguir a carreira. É a sinopse do que virá ao longo da formação.

Faça networking profissional

Por fim, desde cedo, forme a sua rede de contatos profissionais. Ter pessoas para trocar experiências, indicar e ser indicado para posições em empresas e firmar parcerias de negócios faz parte da construção de uma carreira de sucesso.

Nesse sentido, a modalidade semipresencial, em que o aluno frequenta a faculdade de 1 a 2 dias por semana e realiza o restante do curso online, contribui bastante. Com ela, você mantém o contato com colegas e professores, além de acompanhar de perto os eventos e atividades do polo de ensino. Logo, terá inúmeras oportunidades para ampliar o networking.

Vale a pena investir na área da Engenharia da Computação?

A Engenharia da Computação é uma profissão muito em alta. A evolução constante da tecnologia estimula as empresas a investirem nessa área para que permaneçam competitivas no mercado. Isso cria ótimas oportunidades para quem deseja seguir nesse setor.

Como foi possível perceber, a profissão oferece muitas possibilidades de crescimento, ampla área de atuação e ótimos salários. Confira, a seguir, outros motivos para você investir nessa especialidade!

Mercado de trabalho em expansão

Com a evolução do mercado tecnológico e as possibilidades de atuação, não é novidade que a área da Engenharia da Computação esteja em crescimento. A graduação da Unopar proporciona uma formação completa, que prepara os alunos para lidar com software e hardware.

Isso permite que os profissionais atuem em várias especialidades e conquistem as melhores oportunidades que o mercado oferece. Algumas possibilidades de atuação são:

  • desenvolvimento de jogos;
  • gerenciamento de redes;
  • robótica;
  • automação industrial;
  • redes de informática.

É considerada uma profissão do futuro

Uma preocupação de vários estudantes que estão em busca de um curso superior é sobre o futuro da profissão. O mercado de trabalho sofre transformações constantes e diversas ocupações não existem mais. Contudo, essa não é uma questão para o engenheiro da computação, que é considerado um profissional do futuro.

A verdade é que essa especialidade crescerá bastante nos próximos anos. Afinal, o mundo vive a Indústria 4.0, revolução que faz surgir cada vez mais sistemas de robô, máquinas e automação. Para garantir o funcionamento correto dessas tecnologias, é importante contar com o suporte de engenheiros capazes de programar da melhor maneira.

Existe a possibilidade de empreender

Se você tem o sonho de abrir a própria empresa no ramo tecnológico, saiba que o curso de Engenharia da Computação o prepara para esse desafio. Com uma matriz curricular atualizada, a graduação proporciona o aprendizado necessário para lidar com os obstáculos do empreendedorismo.

Aqui na Unopar, a grade curricular de Engenharia da Computação conta com algumas disciplinas essenciais, como:

  • Algoritmos e Estrutura de Dados Avançados;
  • Empreendedorismo;
  • Arquiteturas Paralelas e Distribuídas;
  • Construindo uma Carreira de Sucesso – Computação;
  • Sistemas Digitais e Microprocessadores;
  • Marketing Digital;
  • Empregabilidade;
  • Sistemas Embarcados.

Essas competências são essenciais para quem quer montar o próprio negócio e sair na frente.

Agora é com você!

A graduação da Unopar é o primeiro passo para construir a sua carreira de sucesso. Afinal, a Engenharia da Computação tem um salário bastante promissor, mas, apenas com uma formação adequada às necessidades do mercado, você estará preparado para as melhores oportunidades.

Decidiu-se por investir nessa graduação? Então, confira todas as formas de ingresso na Unopar e venha construir o seu futuro profissional conosco! Inscreva-se no vestibular agora mesmo!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 60

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Mudança de carreira: o guia prático para dar os primeiros passos

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content