Faça uma mudança de carreira e tenha resultados em 7 passos

facaumamudancadecarreiraetenharesultadosem7passos

A angústia com a profissão não é algo incomum. Independentemente do cargo, do nível hierárquico ou da idade, vemos cada vez mais profissionais realizando a mudança de carreira. Se a decisão de mudar de área for para conquistar mais bem-estar, o aconselhável é seguir em frente, com toda certeza. Afinal, de que adianta passar anos em um trabalho desagradável?

No entanto, fazer uma transição dessas é um tanto desafiante. Tudo precisa ser bem pensado, para evitar arrependimentos lá na frente. De modo geral, as dicas de como fazer uma mudança de carreira são:

  • conhecer-se bem;
  • analisar o mercado de trabalho;
  • ter uma reserva financeira;
  • construir uma rede de contatos;
  • investir em uma formação;
  • criar um plano de ação;
  • não se comparar.

Por isso, para ajudar você a se dar bem no processo, detalhamos cada um desses passos a seguir. Basta continuar a leitura!

1. Exercite o autoconhecimento

Muitas pessoas sabem exatamente o que não querem: continuar na mesma empresa ou no mesmo cargo para sempre. No entanto, é essencial que elas também consigam entender o que desejam e por que. Isso só é possível a partir de um conhecimento profundo sobre si, suas preferências, facilidades e hábitos.

Sendo assim, exercite o autoconhecimento. Entender seus valores, além de pontos fortes e fracos, será vantajoso não apenas pelas escolhas mais propícias, mas, sobretudo, para construir uma trajetória de sucesso na próxima carreira.

Se você tem dificuldade em começar, uma dica é anotar vários sentimentos, pensamentos e interesses em um diário. Por exemplo, se passar por uma noite de insônia, escreva tudo o que lhe aflige.

Saiba responder: por que você escolheu o trabalho atual? O que causou desmotivação? Também anote o que você deseja sentir no próximo trabalho: mais liberdade e flexibilidade? Mais reconhecimento? O que causaria completude? Nesse caso, ter o máximo de informações sobre si será bastante útil para tomar decisões.

2. Estude o mercado de trabalho

Claro, é preciso enfrentar a realidade. Analise as possibilidades para os cargos ou tipo de trabalho desejado. O mercado atual está propício para seus objetivos? Qual a probabilidade de o cargo almejado vir a sofrer mudanças devido à tecnologia? E qual a sua propensão para se adaptar a elas?

Muitas vezes, sonhamos com algo que não existe. Não conhecemos a realidade, então apenas supomos serem melhores. Assim, para evitar problemas, estude antes as exigências do cargo pretendido. Em sites de emprego, como canal Conecta, que é disponibilizado para alunos da Unopar, fazer essa pesquisa é bem fácil, já que você pode encontrar diversas oportunidades em um mesmo lugar.

Também converse com profissionais que já estão atuando no ramo. Pergunte a visão deles sobre o momento presente e peça dicas para quem entrará agora.

3. Faça uma reserva financeira

Dependendo do tipo de função, o mais adequado é você fazer uma reserva financeira, antes de pedir as contas. Como? Economize e reduza custos o máximo possível. Precisa ser o suficiente para você conseguir pagar as contas e viver, durante 1 ano, pelo menos, prevenindo-se de eventualidades.

Lembre-se de que você começará algo novo. Precisará aprender bastante. Sentirá dificuldades e, possivelmente, estará lado a lado daqueles que acabaram de se formar. Não significa que você deve agir de forma pessimista, mas, sim, se lembrar que está passando por uma outra fase, que trará muitos retornos.

Uma dica: elimine aquelas contas que você necessariamente precisa e invista seu dinheiro, de forma que renda e o ajude a atingir seus objetivos. Inclusive, utilizá-lo para realizar o financiamento ou o parcelamento das mensalidades da faculdade é uma ótima forma de pensar no futuro. Seja pelas inciativas do governo, como o FIES, seja pelas da faculdade, como o PEP, saiba que você pode contar com a Unopar!

4. Construa uma rede de contatos

Networking é tudo. Não adianta mandar currículos e querer se encaixar em todas as possibilidades se você não consegue demonstrar aos outros o seu valor. Uma maneira eficiente de conseguir isso é construindo uma rede, de amigos e colegas, na qual você possa ter um apoio.

Às vezes, conexões do passado podem abrir portas para oportunidades. Porém, essa dica também vale para as pessoas que você virá a conhecer, no futuro, como em algum curso. Um professor, por exemplo, pode apresentar você a diversos profissionais interessados.

5. Invista em uma formação

É bem provável que você precise voltar a estudar, adquirir alguns conhecimentos e reciclar outros, para a obtenção de um novo título. Uma boa sugestão, caso você sinta dificuldade de conciliar o tempo, é fazer um curso EAD — modalidade oferecida pela Unopar.

A modalidade tem crescido bastante e, a cada ano, ganhado mais adeptos. Só para você ter uma ideia, de 2008 a 2018, o número de ingressos nos cursos online triplicou, chegando a 196,6%, segundo os dados do Censo Superior.

Os motivos para o crescimento da modalidade são vários. A flexibilidade, por exemplo, permite que o aluno monte seu próprio horário, de acordo com suas possibilidades. O fato de não precisar se deslocar facilita muito a vida. A modalidade semipresencial também é outra opção vantajosa e compreende aqueles cursos que exigem a parte prática.

Outro benefício é o fato de as aulas oferecerem a possibilidade de serem assistidas diversas vezes — ótima oportunidade para quando o estudante sente dificuldade com algum assunto. Além disso, você ainda reduz custos com deslocamento e recebe um diploma com a mesma validade do ensino presencial. Maravilhoso, não é mesmo?

6. Crie um plano de ação

Antes de partir, literalmente, para a ação, faça um planejamento. Desenhe como você quer estar daqui 1, 2, 5, 10 anos. Tenha clareza das metas e do tempo necessário para conquistá-las. Analise suas oportunidades atuais e tudo o que você precisará fazer para chegar lá. Escrever isso tudo em um papel pode ajudá-lo a ter a materializar seus pensamentos.

Uma ideia é dividir seu objetivo em outras pequenas metas, pois assim elas ficam mais fáceis de serem atingidas. Dessa forma, você as cumpre aos poucos e se sente mais confiante para seguir em frente.

7. Não se compare

Por fim, entenda que cada um de nós tem um processo diferente. Alguns começam agora a profissão. Outros lidam com uma mudança de carreira depois de algum tempo e decidem voltar para a faculdade aos 40 ou 50 anos. Porém, no fundo, estão todos em busca de mais contentamento.

Por isso, aprenda a não se comparar. É possível que um colega consiga progredir mais rápido, apenas por ter as aptidões que a empresa necessitava no momento, mas isso não significa que ele seja melhor que você. Apenas, faça sua parte e coloque todo o seu empenho na jornada, que, no seu momento, você terá as recompensas merecidas.

A mudança de carreira deve ser encarada como mais um degrau de aprendizado, que nos impulsionará a evoluir pessoal e profissionalmente. Caso sinta insegurança, não deixe de conversar com pessoas que passaram por essa transição, a fim de entender melhor todos os desafios.

Ficou empolgado para começar a sua jornada rumo ao sucesso? Então, siga-nos nas redes sociais — Facebook, Twitter, YouTube — e acompanhe de perto mais informações importantes para sua profissão!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

saiba sobre os cursos unopar

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.