O diploma semipresencial tem a mesma validade que o presencial?

odiplomasemipresencialtemamesmavalidadequeopresencial

Os avanços tecnológicos permitiram a oferta de graduações por meios que vão além do presencial. Hoje, quem quer trilhar uma carreira de sucesso, mas não tem tempo para frequentar uma faculdade todos os dias, encontra nos cursos semipresenciais uma maneira eficaz de equilibrar estudos e afazeres.

No entanto, sabemos que ainda existem algumas dúvidas sobre o funcionamento dessa modalidade — por exemplo, como é o diploma semipresencial? Como são conduzidas as aulas semipresenciais? Qual é a frequência dos encontros em sala?

Logo de início, é preciso deixar claro que o diploma semipresencial tem o mesmo peso e a mesma validade do que um ofertado nas modalidades presencial ou EAD. Inclusive, ele é muito bem-visto pelo mercado de trabalho, viu? Neste conteúdo, falaremos um pouco mais sobre o assunto a fim de tirar de vez as suas dúvidas. Continue conosco e boa leitura!

A tendência das graduações semipresenciais

Trabalho, casa, família, afazeres, vida social: encaixar um curso de nível superior em meio a um cenário como esse, comum para inúmeras pessoas, pode até parecer impossível. Contudo, como comentamos, as possibilidades proporcionadas pela tecnologia facilitam o acesso à faculdade e colaboram com o crescimento profissional muitos jovens e adultos.

Em 2018, o número de pessoas matriculadas em cursos a distância (incluindo a modalidade semipresencial) chegou a 1,5 milhão. Não é nada difícil explicar essa tendência: com mais flexibilidade, praticidade e economia, os alunos contam com a possibilidade de estudar de acordo com o tempo que têm disponível — o que facilita muito o dia a dia.

No entanto, é claro que os encontros presenciais são muito importantes para a formação do aluno e para a potencialização de oportunidades. É aqui que os cursos semipresenciais entram, já que unem o melhor do EAD (grande parte do conteúdo é ministrado na plataforma online) e do presencial.

As características da formação e do diploma semipresencial

Na formação semipresencial, o aluno só precisa ir até a faculdade de uma a três vezes por semana, a depender da instituição. Nesses encontros presenciais, os estudantes assistem aulas transmitidas por videoconferência, podendo interagir em tempo real com o professor. O restante da carga horária do curso é cumprida online, em uma plataforma na qual estão centralizados materiais, como as aulas gravadas, livros, apostilas etc.

Ao optar por uma graduação semipresencial, assumir os compromissos relativos ao curso é uma tarefa mais fácil. Isso porque a dinâmica é praticamente a mesma da modalidade EAD, com a diferença dos encontros em sala, que não são diários. Por isso, o aluno tem mais flexibilidade para integrar os estudos à sua rotina, ao mesmo passo em que usufrui de certas vantagens comuns às formações presenciais — como possibilidades de networking, estreitamento de laços com os colegas e professores, compartilhamento de experiências etc.

E o diploma?

Como você sabe, curso semipresencial tem diploma! Já respondemos no início do post que a validade é a mesma do que o de um oferecido na modalidade presencial, sendo assim, não é preciso se preocupar, ok? Vale lembrar, no entanto, que é fundamental escolher uma faculdade com boa nota segundo os critérios do Ministério da Educação (MEC) — o que é o caso da Unopar, que conta somente com cursos credenciados e com notas acima de 3.

A diferença entre o curso semipresencial e o presencial

Em uma formação presencial, o aluno precisa ir até a faculdade todos os dias. Além de consumir uma fatia significativa de tempo em sua rotina, ele também precisa arcar com gastos maiores referentes ao transporte, à alimentação fora de casa etc. Sem falar que a mensalidade costuma ser consideravelmente mais cara, já que a instituição de ensino tem que manter uma boa infraestrutura para poder ofertar o curso.

Por outro lado, o curso semipresencial oferece uma sala de aula inovadora para o aluno, na qual ocorre a aprendizagem por videoconferência. Os encontros presenciais são limitados, conforme apontado, e isso conta muitos pontos para quem precisa conciliar estudos e demais compromissos. Como as transmissões ocorrem em tempo real, estudantes e professores podem interagir em tempo real, o que facilita a solução de dúvidas. Além disso, há a presença física do tutor, que tem o papel de auxiliar os estudantes no que for preciso.

Nos dias em que não há encontro na faculdade, o aluno dá continuidade aos estudos por meio da plataforma do curso. Mas tudo isso com a liberdade de estudar quando e de onde quiser, bastando ter um computador conectado à internet. Em outras palavras, existem diferenças entre as modalidades presencial e semipresencial, mas também várias semelhanças.

Cabe aos estudantes cumprirem com as atividades propostas, fazer as provas nas datas estabelecidas e manter a frequência em sala de aula. A liberdade e a praticidade de ter parte do curso online precisam ser aproveitadas com muita responsabilidade, foco e dedicação.

A valorização do profissional no mercado

Os cursos semipresenciais, além da flexibilidade, praticidade e ótimo custo-benefício, também apresentam uma vantagem bastante estratégica: o desenvolvimento de habilidades apreciadas pelo mercado de trabalho. Isso porque, para lidar com todas as facilidades conferidas ao estudante, ele precisa ser muito responsável e organizado.

Entre as outras habilidades desenvolvidas ao longo de um curso semipresencial, estão:

  • proatividade;
  • disciplina;
  • resiliência;
  • vivência digital;
  • foco etc.

Por isso mesmo, quando o assunto é diploma e graduação semipresencial, você pode ficar tranquilo e deixar todas as incertezas de lado. As chances de empregabilidade são muito altas, especialmente, quando a faculdade escolhida tem credibilidade e força no mercado.

A Unopar tem mais de 40 anos de experiência no setor educacional e é pioneira nas modalidades de ensino a distância. Isso mostra sua dedicação e empenho em oferecer sempre as melhores oportunidades de crescimento aos seus alunos e ajudá-los a adquirir as competências profissionais requisitadas pelo mercado.

Pronto! Agora você já sabe que o diploma semipresencial é bastante valorizado e entende como funciona um curso nessa modalidade. Lembre-se de que, ao escolher uma faculdade, é importante prezar por instituições de ensino que têm foco no sucesso do aluno, além de um bom conceito do MEC. Afinal, ingressar no ensino superior é um investimento — e para que o retorno seja positivo, a formação deve ser de qualidade e preparar o estudante para suprir às demandas das empresas.

Gostou das informações do conteúdo? Então, aproveite para conferir também o nosso guia completo sobre a graduação semipresencial. Quem sabe não é a oportunidade perfeita de encontrar uma formação que se encaixa no seu tempo e orçamento? Te esperamos por lá!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content