Porque ter flexibilidade no trabalho é importante na carreira?

porqueterflexibilidadenotrabalhoeimportantenacarreira

A dinâmica do mercado vem passando por constantes transformações. Das inovações tecnológicas às exigências cada vez mais acirradas, empresas e colaboradores precisaram se adaptar e encontrar formas de se destacar em meio a esse cenário. Para os profissionais, desenvolver habilidades bem-vistas pelos empregadores é uma maneira estratégica de garantir a empregabilidade. Um exemplo importante, aqui, é a flexibilidade no trabalho.

Mas, o que é flexibilidade no trabalho? Já adiantamos que essa competência tem muito a ver com a capacidade de se ajustar perante as mudanças e sempre tirar uma lição positiva da situação. Quer entender melhor sobre o assunto e aprender a ser um profissional flexível? Então, continue conosco na leitura do conteúdo!

O que é flexibilidade no trabalho?

Conforme dito logo acima, as transformações no mercado, sobretudo advindas da revolução tecnológica — a chamada Indústria 4.0 — vieram para otimizar o mundo dos negócios. Tudo isso, é claro, também fez com que o modo como as pessoas se comportam no ambiente empresarial e a maneira na qual devem conduzir suas funções mudassem.

Aceitar essas mudanças é a característica principal de um profissional flexível. No entanto, não se deixe enganar pelo nome. A flexibilidade no trabalho não implica em ser alguém sem uma função específica ou que deve dominar o todo, de modo a executar diferentes funções. Aqui, essa habilidade é muito mais parecida com outras duas características bastante valorizadas pelos empregadores: a resiliência e a adaptabilidade.

Ser um profissional flexível é estar aberto às mudanças e disposto a lidar com diferentes ferramentas, ideias, interações, etc. É também ter uma visão de futuro, entendendo que mais transformações estão por vir — e que se atualizar nesse sentido é a melhor maneira de crescer na carreira. Ou seja, essa característica está muito ligada à mentalidade do indivíduo. Por isso é também conhecida como uma soft skill, termo usado para denominar traços comportamentais e competências socioemocionais.

Qual é a importância da flexibilidade no mercado de trabalho?

A flexibilidade no ambiente de trabalho é importante, pois, permite que o profissional tenha mais chances de se desenvolver na carreira, afinal, os processos de recrutamento e seleção já estão focados em identificar candidatos que contem com essa habilidade.

Sem falar que o indivíduo flexível estará preparado para lidar com as demandas das empresas sem se deixar levar por frustrações ou até mesmo estresse. Isso porque ele é adaptável e sabe que viver em condições diferentes das habituais é algo que pode acontecer a qualquer momento.

Pare para refletir: será que um professor resistente ao uso da tecnologia como aliada da educação terá sucesso, hoje, em conquistar o engajamento dos alunos? Ou mesmo que um médico que não se adapta às ferramentas modernas conseguirá fornecer diagnósticos mais precisos a seus pacientes? A mesma lógica vale para o mundo corporativo. Quanto mais adaptável ele for, melhores serão as oportunidades de crescimento e sucesso.

Vamos pensar, também, que a flexibilidade no trabalho ajuda o profissional a se adequar às novas estratégias das empresas sem dificuldades, agindo de maneira compreensiva e adotando a postura de alguém emocionalmente inteligente. As organizações precisam de colaboradores que estão dispostos a alterar valores que já estão ultrapassados, por isso dão prioridade a eles na hora de fazer uma contratação.

Como se tornar um profissional flexível?

Assim como qualquer outra habilidade, a flexibilidade no trabalho pode muito bem ser desenvolvida em qualquer etapa da vida. Por mais que algumas pessoas possam já nascer com uma tendência favorável a ter essa característica, somos todos seres mutáveis — ou seja, com prática e dedicação, conseguimos alcançar nossos objetivos e conduzir transformações internas.

A seguir, trouxemos algumas dicas que o ajudarão na missão de se tornar flexível no trabalho. Veja!

Curse uma graduação

Não é segredo que o mercado valoriza os profissionais capacitados para suprir as demandas das empresas. Cursando uma graduação ou até mesmo a segunda graduação, você não só adquire os conhecimentos necessários para atuar com excelência, como também desenvolve habilidades muito úteis ao cotidiano de trabalho, como a flexibilidade.

Essa conquista de novas competências é potencializada quando se opta por um curso EAD, 100% online ou semipresencial, já que o aluno precisará ter muita proatividade e, é claro, flexibilidade para montar seus horários de estudos e concluir as atividades propostas.

Pratique o autoconhecimento

Conhecer-se melhor é essencial quando buscamos qualquer tipo de transformação. Por isso, identifique os seus pontos fortes e aqueles que precisam ser melhorados. Esse exercício de autorreflexão contribui muito para a criação de uma mente flexível.

Mantenha-se sempre atualizado

Estar antenado às tendências da sua área é algo imprescindível. Isso demonstra interesse naquilo que faz, além de flexibilidade para encarar novidades como maneiras de aprimorar a atuação — já que será possível contribuir no trabalho com novas ideias e soluções. Essa característica torna o profissional mais valorizado pelos empregadores e requisitado pelo mercado.

Esteja aberto aos feedbacks

É preciso entender que nem toda crítica é negativa. Os feedbacks são fundamentais para que o profissional tenha um direcionamento sobre o seu trabalho, melhorando em alguns aspectos e aperfeiçoando aquilo que já domina. Lembre-se de que as críticas, muitas vezes, servem para ajudá-lo a crescer com os seus erros — e é essa a postura que se espera de alguém flexível no trabalho.

Por fim, é muito válido destacar que adotar a flexibilidade no trabalho não significa se tornar alguém manipulável, sem metas e objetivos próprios. Pelo contrário. Questionar, apresentar suas ideias e propor soluções também são características de um profissional com esse perfil. Seu grande diferencial é aceitar novas formas de pensar e agir.

Viu só como a flexibilidade no trabalho é uma habilidade que pode ser desenvolvida, de forma a melhorar as chances de empregabilidade e ascensão na carreira? Alinhar os seus objetivos de crescimento e satisfação às demandas do cotidiano empresarial é a melhor forma de conquistar o que deseja e se destacar em meio à competitividade. Por isso, coloque em prática as dicas do conteúdo e comece agora mesmo a trabalhar essa competência.

Por falar em se destacar no mercado por meio de habilidades, é igualmente importante entender por que os profissionais interdisciplinares são mais valorizados. Acesse o conteúdo e complemente seus conhecimentos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 14

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content