Como funciona um curso técnico em Farmácia?

técnico em farmácia

Pensando em fazer um curso técnico em Farmácia? Quem deseja atuar na área, como primeira profissão ou mudança de carreira, sabe que essa é uma alternativa para adquirir conhecimento e entrar no mercado de trabalho.

Mas você sabe como realmente funciona esse curso? Quais as disciplinas são apresentadas, o modelo de ensino, as oportunidades de atuação e a média salarial? Sabe qual a sua diferença para o curso de Farmácia na graduação?

São muitas informações a serem pesquisadas, não é mesmo? Para ajudar, preparamos este post com dicas valiosas para sua carreira. Quer se informar melhor? Continue a leitura!

Como funciona o curso técnico em Farmácia?

O curso técnico em Farmácia, como o próprio nome diz, é uma formação profissionalizante de nível médio. Portanto, dá ao aluno noções básicas para exercer a profissão de técnico farmacêutico.

Em resumo, essa é uma forma de ensino simplificada. Seu objetivo é permitir que o estudante ingresse no mercado de trabalho mais rápido, visto que o curso tem uma duração média de 2 anos, existindo a possibilidade de EAD.

Lembrando que o profissional formado atuará na área de saúde, porém, sob a supervisão de um farmacêutico — que tem nível superior.

Apesar de a profissão de técnico em Farmácia ainda não ter sido regulamentada, já existem iniciativas para garantir o registro profissional. Ainda assim, desde que comprovado a conclusão do curso, não é difícil conseguir uma vaga em farmácias e hospitais, por exemplo.

Qual é a grade curricular do curso técnico em Farmácia?

O que se estuda em um curso técnico de Farmácia? A grade curricular pode variar de acordo com a instituição, mas costuma trazer algumas disciplinas em comum.

O grande ponto é que os assuntos e técnicas são abordadas de maneira menos aprofundada. Ou seja, o estudante tem uma noção geral e vê disciplinas, como:

  • Bioquímica;
  • Química Analítica;
  • Ciências Moleculares;
  • Genética;
  • Microbiologia Básica;
  • Formação Integral em Saúde;
  • Química Geral.

Deu para perceber que a base do curso é composta por muitas disciplinas na área de Química, não é mesmo? Então, é interessante que você tenha interesse ou aptidão em estudar esses assuntos.

Qual é a área de atuação do técnico em Farmácia?

O que faz um técnico em Farmácia? Como já dissemos, esse profissional de nível médio tem funções de apoio e assistência. Em geral, ele é gerenciado por um farmacêutico, que fez uma graduação em Farmácia.

Ainda assim, essa formação técnica permite diversas atividades. Veja, a seguir, algumas das funções que ele pode executar:

  • montagem de kits farmacêuticos;
  • fracionamento de medicamentos;
  • manipulação de medicamentos e cosméticos;
  • execução do controle de qualidade de remédios manipulados;
  • acompanhamento dos estoques de medicamentos;
  • auxílio na logística de produtos farmacêuticos;
  • controle e distribuição nas farmácias hospitalares.

Fica evidente que o campo de atuação é bem variado. Além de exercer suas funções em farmácias, ele pode atuar na indústria farmacêutica e em hospitais.

E qual o salário em Farmácia no nível técnico? Esse profissional tem uma remuneração média de R$ 2 mil*. Lembrando que, assim como nas demais áreas, quanto maior o nível de especialização, maior é o salário recebido.

Graduação ou técnico em Farmácia: qual escolher?

Agora que você já conhece o curso técnico de Farmácia, é hora de refletir um pouco sobre a maior dúvida de quem resolve atuar na área: fazer uma graduação ou o técnico?

Assim como as dúvidas sobre Farmácia ou Farmacologia, esse questionamento é importante para quem deseja ter uma carreira de sucesso. Afinal, existem diferenças entre os cursos e você precisa estar ciente deles para tomar uma boa decisão.

Não precisa saber tudo sobre o curso de Farmácia para tomar essa decisão, sabia? Reunimos algumas informações que podem ajudar você a fazer a melhor escolha. Acompanhe!

Oportunidades de emprego

É importante compreender que o curso técnico não é aprofundado. Ou seja, os conhecimentos adquiridos são mais superficiais do que em uma faculdade de Farmácia.

Por esse motivo, é normal que as oportunidades de emprego sejam mais restritas. O que estamos dizendo é que o técnico em Farmácia não tem aptidão para desempenhar as mesmas atividades que um farmacêutico (profissional graduado na área).

Média salarial

Em relação à remuneração, o profissional com curso superior na área de Farmácia consegue atingir salários mais atrativos –– com uma média de R$ 3,4 mil*. Lembre-se de que isso se deve ao seu maior nível de conhecimento, preparo e especialização.

O mercado de trabalho está cada dia mais exigente. Há uma demanda real por profissionais qualificados, sendo interessante avaliar esse cenário antes de tomar uma decisão.

Autonomia no trabalho

Por exercer funções de apoio nos setores em que atua, o técnico em Farmácia não dispõe de muito autonomia. Na verdade, é comum que ele seja subordinado a um farmacêutico, já que não dispõe de conhecimentos aprofundados para gerenciar grandes equipes.

Se você tem um perfil de liderança e deseja crescer na carreira, optar por uma graduação talvez seja a melhor opção. Basta pesquisar as melhores faculdades de Farmácia e escolher a que se encaixa às suas necessidades.

É válido destacar que a escolha da instituição de ensino é fundamental para a sua carreira. Investir em uma faculdade séria, reconhecida nacionalmente e com boa infraestrutura ajuda a conquistar o trabalho dos sonhos mais rápido.

Valor da mensalidade

O valor da mensalidade dos cursos técnicos costuma ser menor do que uma faculdade de Farmácia. No entanto, graças ao surgimento da modalidade de ensino EAD, essa diferença já não é tão grande.

Além de estudar em uma instituição reconhecida pelo MEC, o preço da faculdade de Farmácia da Unopar é bem acessível. Isso permite que mais pessoas tenham uma graduação na área, investindo ainda mais em seu futuro profissional.

Venha estudar na Unopar!

O ramo farmacêutico é um dos que mais crescem em todo o mundo. Com a pandemia de Covid-19, ficou ainda mais evidente o quanto esses profissionais são importantes para a sociedade. Por esse motivo, fazer um curso técnico em Farmácia ou uma graduação na área é uma decisão estratégica.

Como vimos, optar por um curso superior abre um campo maior de oportunidades, visto que a formação é mais aprofundada. Além de ter mais autonomia, os salários e as chances de crescer na carreira são bem maiores. Por isso, vale a pena fazer esse investimento!

Agora que você já sabe de tudo isso, que tal se inscrever no vestibular da Unopar?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 127

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content