Saiba como se organizar financeiramente em 7 passos

estudante fazendo organização financeira

Você tem controle das suas finanças? Está com dinheiro extra para aproveitar um passeio com os amigos, sem precisar atrasar as mensalidades da faculdade? Saiba que dá para alinhar seus desejos e suas necessidades diante da realidade para alcançar diferentes objetivos sem se perder nas contas. Mas, para isso, é preciso entender como se organizar financeiramente.

Antes de tudo, você deve entender o que é se organizar financeiramente. Isso porque nem sempre quer dizer que vai ficar com dinheiro sobrando, mas terá reservas para situações de emergência, por exemplo. Quer saber mais? Continue a leitura e descubra 7 passos para planejar melhor seus gastos!

Analise sua situação atual

A primeira coisa que você deve fazer para se organizar financeiramente é analisar a sua situação atual. Anote tudo, todas as suas despesas e seus ganhos. Esses serão os seus custos fixos, como contas da casa, pagar faculdade, deslocamento até a instituição de ensino etc.

No último caso, para evitar gastos com o deslocamento, você pode optar pela modalidade de ensino EAD, em que não é preciso ir à unidade. Além disso, existe a opção semipresencial, que diminui consideravelmente as idas até o espaço físico acadêmico. Também é possível descobrir como ganhar dinheiro na faculdade, com bolsas e atividades já dentro da sua futura profissão.

Voltando para a análise da sua realidade financeira, considere possíveis mudanças, como a demissão ou a recolocação profissional. Se seu salário diminuir em uma situação imprevista, você terá dinheiro para se sustentar e manter suas contas em dia? Por isso, o segundo passo é planejar!

Planeje seus gastos

Depois de avaliar a sua real situação, chegou o momento de planejar os seus gastos. Para isso, tente imaginar como você estará daqui a 1, 5 e 10 anos. Você se viu no mesmo emprego? Terá o diploma do ensino superior em mãos? Se vê com um carro novo e casa própria?

Tudo isso mudará a forma como você planeja as despesas agora. Para o diploma, por exemplo, algumas pessoas optam por trabalhar e estudar. Portanto, além de a faculdade EAD facilitar com a flexibilidade de horários, os gastos também são reduzidos, já que as mensalidades costumam ser mais baixas em comparação com a modalidade presencial.

Qualquer gasto atual que pode interferir para que você realize suas metas de longo prazo deve ser revisto e, se necessário, adiado — até mesmo cancelado, se não for algo essencial. Também dá para reduzir os gastos fixos com algumas atitudes, como diminuir o tempo do chuveiro elétrico, apagar as luzes ao sair etc. Tudo isso interfere no valor final da conta de luz.

Saiba definir as suas prioridades

Não é possível planejar com eficácia seus gastos atuais se você não souber definir as suas prioridades. Além das perguntas que vimos, pense em outras situações que você quer viver até o tempo estipulado. Tenha tudo anotado. Mesmo que não siga com rigor, é importante criar uma sensação de que existem objetivos naquilo que faz.

Falando em objetivos, eles precisam existir para que você entenda o que realmente é essencial em cada momento da sua vida. Se pensa, por exemplo, em trabalhar em uma multinacional, as suas chances aumentam consideravelmente com uma graduação no currículo. Então, esse é o momento de investir nos estudos para que as suas possibilidades de carreira cresçam.

Mesmo que mude de ideia e decida assumir o negócio da família ou trabalhar em empresas na sua cidade, o crescimento profissional com a faculdade será de grande valia: financeira e pessoalmente. Entenda que cada momento da sua vida vai precisar de novas metas, e elas devem ser pensadas e repensadas sempre que houver a necessidade.

Elimine compras impulsivas

Quem nunca foi ao supermercado para comprar apenas o essencial e saiu de lá com o muito mais que o básico? Dificilmente, alguém vai dizer que isso nunca aconteceu. Sabe por quê? Somos o tempo todo bombardeados com promoções, e tem hora que parece que a loja adivinha exatamente o que queremos.

Para se organizar financeiramente, é preciso perceber essas compras impulsivas, ou seja, aquilo que não precisamos ou que podemos deixar para adquirir depois. Ao planejar seus gastos, você vai ver que o dinheiro até sobra, mas não deve ser usado para despesas fora do planejamento, mesmo que só aconteçam anos depois.

Faça pesquisas antes de comprar

Você tem tudo organizado e viu que realmente precisa de algum produto? Mais uma vez, não seja impulsivo. Com a revolução digital, a internet facilitou muito a vida das pessoas, principalmente na hora de fazer comparações de preços. Até quando vamos comprar nas lojas físicas, uma olhadinha no Google dá uma noção do preço justo a se pagar por aquilo.

Na escolha de um curso, a pesquisa também é importante, principalmente se você acha que está sem dinheiro para faculdade. Na Unopar, estamos sempre preocupados em manter preço e qualidade alinhados, com ofertas de bolsa de estudo integral e parcial. Assim, nossos estudantes conseguem manter o aprendizado e aprimoram seus currículos não só no papel, mas na atuação qualificada no mercado de trabalho. São outros benefícios:

  • infraestrutura completa tanto para cursos presenciais quanto EAD;
  • professores altamente qualificados, com experiência acadêmica e de mercado;
  • benefícios exclusivos que incluem o Canal Conecta, para o estudante já conseguir um emprego ou estágio antes de conquistar o diploma;
  • formas de ingresso facilitadas, com possibilidade até de usar a nota do Enem.

Tenha uma reserva de emergência

Entre as dicas de organização financeira, a reserva de emergência deve ser realmente para situações que não podem ser adiadas. Por isso, não a entenda como um dinheiro para gastar com as compras impulsivas. As despesas com a saúde podem surgir como imprevistos. Por isso, ter um dinheiro guardado para esse tipo de situação é essencial para não passar aperto.

Lembre que esse valor também não é aquele que você estava economizando para seus projetos futuros. Tenha seus planos definidos e guarde diferentes quantias para cada objetivo. Para quem tem ganhos dentro do limite de gastos, ao menos um pouco deve ser destinado para essa reserva de emergência.

Veja nesse vídeo do Canal Conecta a importância de fazer uma reserva financeira:

Evite dívidas

Esse não é o último passo à toa. Muitas vezes, as dívidas são grandes vilãs do planejamento financeiro. Para se organizar e não perder tudo o que foi pensado para se ter um dinheiro de reserva e uma sobra para gastos não essenciais, é preciso evitá-las ao máximo.

Sempre que puder, compre à vista e não tenha vários cartões de crédito, principalmente se você sente dificuldade para lidar com estratégias de organização financeira saudável. Registre tudo no papel ou em planilhas digitais. Existem muitos aplicativos que podem ajudar nesse quesito.

Portanto, economizar nem sempre quer dizer que você sabe como se organizar financeiramente. Afinal, deve movimentar o dinheiro que entra ou sai das suas finanças com um objetivo ligado a metas para curto e longo prazo. Quando pensamos nos gastos mensais, é preciso pensar naquilo que traz retornos, como a graduação.

Está pensando em começar uma faculdade? Viu como um curso superior pode ser um ganho para sua vida financeira? Inscreva-se no vestibular da Unopar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content