6 mitos sobre EAD que você precisa esquecer

estudantes em frente ao computador estudando EAD

Toda novidade, normalmente, deixa as pessoas curiosas e com algumas dúvidas também. Afinal, se estamos falando de uma coisa nova, é natural que muita gente não saiba como ela funciona. Por isso, neste post vamos esclarecer os principais mitos sobre EAD.

Apesar de não ser algo tão recente, há quem nunca tenha passado pela experiência de fazer um curso a distância, nem saiba como surgiu o EAD. Então, essas crenças sem fundamento acabam distanciando a chance de estudar online e de aproveitar os benefícios oferecidos pelo método.

Vamos descobrir quais são os mitos para deixar de lado a partir de hoje? Neste post que preparamos na Unopar, você verá:

Não é possível tirar dúvidas ao longo das aulas

A falta da presença física de um professor em todas as aulas não significa que o aluno não vai conseguir tirar suas dúvidas a respeito dos conteúdos estudados.

Ao contrário, a plataforma virtual de aprendizagem serve como meio de comunicação entre os estudantes e a instituição de ensino, devendo ser usada para diversas atividades: assistir aulas, baixar os materiais disponíveis, enviar os exercícios e trabalhos pedidos, interagir com os colegas e, também, com os professores. Inclusive, eles costumam disponibilizar os seus e-mails para ter mais uma forma de contato.

Apesar de ser um método que estimula a proatividade e a autonomia dos alunos, muitas vezes é necessário sanar alguma dúvida, e isso deve ser feito sem nenhuma complicação para que o rendimento não seja prejudicado. A única diferença é que o contato não será presencial.

Você não faz networking

Esse é um dos maiores mitos sobre EAD que algumas pessoas espalham por aí. A ideia é que as aulas no sistema online facilitem a rotina do estudante, que passa a poder estudar de qualquer lugar que tenha acesso à internet. Ou seja, não é preciso marcar presença diariamente na instituição de ensino para ter acesso ao conteúdo do curso.

Assim como não há contato físico com os professores, os outros alunos da turma também não se encontram fisicamente. Por essa razão, existe uma ferramenta virtual para conectar todas as pessoas e permitir que elas interajam. Os fóruns de discussão são movimentados e é superfácil participar das conversas.

Porém, assim como em uma sala de aula, alguns alunos se relacionam mais do que outros — o que é absolutamente normal e condicionado à personalidade de cada um. Aliás, várias amizades surgem em cursos EAD e, em muitos casos, os polos de apoio são usados por colegas da mesma cidade para montar grupos de estudos, por exemplo.

Portanto, não se deixe enganar! O seu networking está garantido, basta que você esteja disposto a interagir e a aproveitar essa oportunidade para ampliar a sua rede de contatos.

A qualidade de ensino é mais baixa

Formações boas e ruins existem em todas as modalidades. Desde o ensino fundamental, passando pelo nível superior e até pelos cursos de idiomas ou de qualquer outra área. A qualidade não está ligada ao fato do ensino ser a distância ou não. Isso depende do comprometimento da instituição em oferecer uma preparação focada na excelência, contando com uma boa infraestrutura e com profissionais capacitados para tal.

No caso de uma graduação, o Ministério da Educação (MEC) assegura que todos os requisitos sejam cumpridos para que os cursos sejam reconhecidos. Esse também é o motivo pelo qual não é preciso ter dúvidas sobre a equivalência de um diploma EAD, já que a validade da certificação é a mesma para cursos presenciais ou a distância (se todos os critérios forem atendidos). Os cursos da Unopar EAD são prova disso.

É necessário ter um computador potente para estudar

O aluno EAD realmente precisa de um dispositivo eletrônico (como computador, tablet ou, até mesmo, smartphone) conectado à internet para estudar, mas isso não significa que ele precisa ser assim tão potente — o que, provavelmente, impactaria o preço pago pela máquina. Tudo é feito por uma plataforma virtual, sem a necessidade de instalar softwares específicos que deixem o equipamento lento ou criem alguma dificuldade para navegar.

Além disso, as ferramentas geralmente são criadas com o objetivo de serem as mais intuitivas possíveis, facilitando o acesso das pessoas que não têm um perfil tão tecnológico.

A avaliação da EAD apresenta falhas

Essa é uma afirmação que nem pode ser feita e constitui mais um dos mitos sobre EAD. Como mencionamos, o MEC regulamenta cursos a distância, o que quer dizer que existem regras por trás de todos os métodos de avaliação (a não ser que sejam formações que não precisam seguir as diretrizes do órgão educacional).

Para se ter uma ideia, as instituições de ensino usam ferramentas que são capazes de detectar plágios, sem contar que os professores avaliam pessoalmente muitas das atividades feitas pelos alunos. Vale ressaltar, ainda, que a maioria das tarefas funcionam no modo online, mas algumas delas obrigatoriamente são realizadas de forma presencial — como algumas provas previstas no calendário acadêmico e a apresentação do TCC na faculdade EAD.

EAD não funciona em cursos práticos

Se você parar para pensar, pode mesmo ficar na dúvida de como as atividades práticas são realizadas em um curso a distância. De fato, algumas áreas exigem a realização de atividades em laboratórios ou demandam uma infraestrutura diferenciada para que o estudante consiga desenvolver as habilidades necessárias.

Nesses casos, as instituições tendem a equilibrar o horário de aulas presenciais com o conteúdo oferecido virtualmente. Ainda que grande parte do curso siga a metodologia EAD, a presença nos polos presenciais é requisitada para cumprir as aulas práticas. É uma solução (e uma boa vantagem) que oferece a flexibilidade da formação a distância, sem deixar que o aluno seja prejudicado no desenvolvimento de determinadas competências.

Muito bem, agora que você já sabe que todos esses mitos sobre EAD não são verdadeiros, pode considerar essa alternativa na hora de escolher uma formação para adicionar ao seu currículo, não é mesmo? São inúmeras as opções de graduações.

mitos EAD

Compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude a disseminar esses conhecimentos entre seus amigos que ainda têm dúvidas sobre o assunto!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 7

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.