5 dicas para criar coragem e retomar os estudos quanto antes!

5dicasparacriarcoragemeretomarosestudosquantoantes

A correria do dia a dia, os prazos apertados no trabalho, os mil e um problemas para resolver… retomar os estudos em meio a esse cenário pode parecer impossível em um primeiro momento, concorda?

Contudo, quando paramos para analisar a situação do mercado, entendemos que ter um diploma de nível superior já deixou de ser um diferencial — tornando-se até mesmo uma exigência para crescer na carreira com sucesso.

Se você, por algum motivo, não deu continuidade aos estudos após se formar na escola, continue por aqui. Neste post, reunimos os motivos pelos quais o ingresso à faculdade deve ser uma prioridade, pensando nos benefícios que serão colhidos em curto e longo prazo: satisfação profissional, melhores salários e mais oportunidades.

1. Invista em um bom planejamento e tenha metas

Toda ação, para ser bem-sucedida, precisa de um planejamento e de metas a serem cumpridas. É assim que você deve encarar o objetivo de voltar a estudar. Afinal, ingressar ou reingressar no ensino superior é um investimento, ainda que de alto retorno. Cabe a você, então, organizar-se financeiramente para iniciar essa jornada com tranquilidade.

Analise o seu orçamento e verifique quais modalidades de ensino — sobre as quais falaremos adiante — mais se encaixam nele. Os cursos presenciais costumam ter mensalidades um pouco mais caras que os ofertados online ou no modo semipresencial. Caso necessário, informe-se também sobre as opções de financiamento estudantil.

Pense, também, em quais são as suas metas ao buscar um diploma ou a obtenção de um novo título, caso já tenha concluído uma graduação. Se você deseja mudar de carreira, escolher o curso mais alinhado aos seus objetivos deve ser uma delas. Caso tenha uma profissão e queira crescer dentro dela, considere uma graduação na área de atuação. Em todos os casos, lembre-se de que nunca é tarde para correr atrás daquilo que sonha.

2. Descubra suas afinidades e seus interesses

Está pensando em como retomar os estudos, mas ainda não faz ideia de qual graduação escolher? Fique tranquilo: essa é mesmo uma decisão que nem sempre está clara para todos. A boa notícia é que existem algumas formas de descobrir o curso mais indicado para o seu caso. Depois do planejamento que citamos, chegou a hora de fazer um verdadeiro exercício de autorreflexão.

Quais são as suas afinidades? O que você se vê fazendo profissionalmente daqui a cinco ou dez anos? As respostas para perguntas como essas vão ajudar a entender qual caminho seguir na faculdade — afinal, todos merecem fazer algo de que gostam. Além disso, tenha a pesquisa como sua grande aliada. Procure entender como é o dia a dia de trabalho da área desejada, quais conhecimentos serão adquiridos ao longo da graduação etc.

3. Analise as opções de modalidade de ensino

Lembra que falamos sobre modalidades de ensino? Pois bem, escolher aquela que mais se encaixa em seus objetivos, seu orçamento e sua rotina é fundamental. Isso evita que você se sobrecarregue ao enfrentar uma jornada dupla, por exemplo, ou que não tenha tempo para se dedicar aos estudos como deveria.

Sendo assim, para saber como retomar os estudos e conseguir manter o ritmo na faculdade, escolha entre as seguintes modalidades:

  • presencial — modalidade mais tradicional de ensino, na qual o aluno deve frequentar a faculdade nos dias e nos horários especificados para assistir às aulas e cumprir com as atividades do curso;
  • EAD — no EAD aqui da Unopar, as aulas são feitas a distância, em uma plataforma de ensino virtual. Basta o aluno contar com um computador com acesso à internet, podendo montar seus próprios horários. Todo o conteúdo do curso está centralizado no ambiente online, e os encontros presenciais se restringem às provas;
  • semipresencial — a modalidade semipresencial mescla a flexibilidade e a praticidade do EAD com os benefícios de frequentar uma sala de aula. Os encontros presenciais no polo de apoio da faculdade acontecem em uma frequência que varia de uma a três vezes por semana, a depender da instituição;
  • FLEX — com toda a flexibilidade do EAD e o acesso à infraestrutura dos cursos presenciais, o modelo FLEX é superindicado para quem tem uma rotina moderna e consegue conciliar os estudos com seu dia a dia. Aqui, o aluno tem 30% de carga-horária presencial obrigatória, ou seja, deve ir até a faculdade entre 2 a 3 vezes por semana.

4. Foque as exigências do mercado

O mercado de trabalho dá destaque àqueles que investiram na educação continuada. Conforme falamos, ter um diploma de nível superior é exigência mínima para conseguir crescer em algumas carreiras — e quer impulso melhor para retomar os estudos do que esse?

Aqui, no entanto, é também preciso falar na importância de escolher uma formação que ofereça as competências profissionais necessárias para a área de interesse. Muito além do conhecimento técnico, uma boa formação de nível superior desenvolve no aluno habilidades muito requisitadas e bem-vistas pelos empregadores.

Isso vale tanto para as graduações presenciais quanto para as EAD e as semipresenciais. No caso da EAD, ainda há uma vantagem extra: por precisar gerenciar seu próprio tempo, o aluno desenvolve mais autonomia e responsabilidade — características essenciais para quem deseja ingressar no mercado de trabalho.

Por isso, pesquise como está o mercado para a área em que você deseja ingressar e avalie se o curso de interesse oferece recursos para que você trabalhe competências e se mantenha atualizado quanto às novidades e inovações do setor.

5. Procure por uma boa instituição de ensino

Já deu para ter uma ideia de como retomar o ritmo com os estudos pelas dicas que demos até aqui, certo? No entanto, não poderíamos deixar de ressaltar a importância de procurar por uma boa instituição de ensino. Existem vários critérios a serem avaliados e que vão muito além do valor da mensalidade. Afinal, é preciso que a faculdade tenha o devido reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) para oferecer cursos e emitir diplomas.

Você pode conferir a situação e a nota da faculdade de interesse no próprio site do MEC. Outros fatores que merecem muita atenção na hora de basear a sua escolha são:

  • credibilidade (você pode procurar por depoimentos de alunos e ex-alunos, por exemplo);
  • corpo docente especializado;
  • oferta de cursos em diferentes modalidades;
  • parcerias com empresas — na Unopar, por exemplo, temos o Canal Conecta, portal de vagas exclusivo para os alunos, aumentando as suas chances de empregabilidade;
  • infraestrutura;
  • bom custo-benefício etc.

Viu só como retomar os estudos depois de anos parado é algo extremamente vantajoso? O melhor de tudo é que você pode cursar uma formação de nível superior na modalidade que mais se encaixa em sua rotina (presencial, EAD ou semipresencial), equilibrando, assim, trabalho, estudos e demais afazeres. Considere as informações do artigo, procure por uma faculdade de credibilidade no mercado, que realmente foque o sucesso do aluno, e veja a sua carreira decolar!

Se você gostou das dicas, aproveite a sua visita no blog para continuar sempre por dentro de mais posts como este. Basta seguir as nossas páginas nas redes sociais — estamos no Facebook, no Twitter e no YouTube!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.