Quer retomar os estudos após trancar a faculdade? Te ajudamos!

querretomarosestudosapostrancarafaculdadeteajudamos

Trancar faculdade é um assunto que gera dúvidas nos estudantes, principalmente em relação a como retomar os estudos. O procedimento consiste em suspender formalmente a participação na faculdade. Assim, o que já foi concluído é preservado, e as demais matérias ficam pendentes, aguardando a volta do aluno.

Isso é possível porque as faculdades funcionam com um sistema em que as matérias já cursadas são consideradas créditos conquistados pelo aluno. É por isso que, diferentemente do ensino médio, a reprovação, por exemplo, não gera a necessidade de cursar novamente todas as disciplinas de um período.

Com efeito, se você recorreu a esse recurso durante a graduação, é possível seguir do ponto em que a participação foi paralisada. Quer entender quais são as regras para voltar a estudar depois de trancar a faculdade? Continue lendo!

O que é trancar a faculdade e como se diferencia do abandono?

O trancamento é um procedimento formalizado por meio de requerimento na secretaria da faculdade, em que o aluno comunica o interesse de suspender a participação no curso. Trata-se de um recurso que deve ser avaliado com cautela, porque existem diversas alternativas para continuar os estudos.

Por sua vez, o abandono é o ato de deixar a faculdade sem solicitar a preservação das disciplinas cursadas, em que geralmente para-se de frequentar as aulas ou de realizar as atividades. Consequentemente, não existe a expectativa de retorno ao curso.

Existem diversos motivos de por que não trancar a faculdade. De fato, sempre haverá dificuldades plausíveis para obter o diploma: “Quero fazer faculdade, mas não tenho dinheiro”, “Trabalho muito e não consigo estudar” e “Preciso cuidar da minha família” são obstáculos que muitas pessoas partilham, mas hoje as faculdades trazem benefícios e incentivos para superá-los.

No blog da Unopar, já abordamos diversas soluções para quem deseja um diploma, como bolsas e descontos, cursos a distância e ensino semipresencial. Além disso, criamos uma modalidade especial com início em 2020, a graduação FLEX. Logo, trancar a faculdade deve ser o último recurso.

Por quanto tempo posso deixar uma faculdade trancada?

As regras são definidas pelas instituições de ensino superior; logo, não há uma norma aplicável a todas as faculdades. Em geral, o que acontece é a perda gradual das vantagens de já ter cursado algumas matérias. Isto é, à medida que a grade curricular é atualizada, as chances de aproveitar os créditos antigos caem.

No entanto, é importante sempre consultar a secretaria da instituição de ensino para conhecer as normas específicas do seu curso. Uma dica: se a decisão foi realmente inevitável, estipule uma meta, como voltar em seis meses, um ano ou, no máximo, dois. Assim, haverá um objetivo claro de retomar os estudos.

Como voltar para a faculdade e destrancar o curso?

O processo para destrancar a faculdade é parecido com a transferência interna e externa. Você precisa se dirigir à instituição de ensino e formalizar o pedido. A partir de então, a faculdade analisará a disponibilidade para o semestre atual ou próximo, bem como a possibilidade de aproveitar os créditos já conquistados.

Normalmente, se não houver grandes mudanças na grade curricular ou nos assuntos abordados nas disciplinas, você conseguirá continuar do ponto em que parou. É por isso que, embora seja um recurso excepcional, é melhor suspender a participação do que abandonar de vez a graduação.

Uma dica importante, nesse sentido, é que você pode buscar a migração entre metodologias de ensino. Se, por exemplo, você vem enfrentando dificuldades para comparecer às aulas, tente passar do presencial para a educação a distância. Afinal, o diploma tem o mesmo valor.

É necessário um novo vestibular?

Os critérios dependem da instituição de ensino, mas dificilmente será preciso fazer um novo vestibular. De forma geral, a rematrícula é realizada via secretaria, por um processo simplificado, inclusive em relação à documentação a ser apresentada, que já constará, em grande parte, nos arquivos da instituição de ensino.

No caso da Unopar, você terá todo apoio possível para destrancar a sua faculdade, mantendo-se o reconhecimento do vestibular ou Enem já realizado. Igualmente, não terá obstáculos para mudar de curso, metodologia ou, até mesmo, vir de outras instituições.

É possível voltar para um curso diferente do trancado?

Como dito, as matérias cursadas até o fim constituem créditos que podem ser usados pelo aluno, ou seja, o que você já estudou e permanece válido não precisa ser visto novamente. Isso se aplica tanto para o retorno ao curso atual como para mudança de graduação.

Nesse segundo caso, quanto maior a sinergia entre as disciplinas, maior será o abatimento da carga horária para obter o diploma. Por exemplo, se você cursava Matemática e passou para Engenharia Civil, haverá mais matérias válidas do que se cursar Psicologia.

Não por acaso, uma forma de não trancar a faculdade é migrar para os Tecnólogos, que exigem de um a dois anos para conclusão. Imagine, por exemplo, que você já fez uma parte do curso de Administração de Empresas antes de suspender sua participação. Vale a pena ver quantas matérias dos cursos de Gestão Ambiental, Gestão Financeira, Recursos Humanos, Produção Industrial etc. podem ser abatidas.

Também é possível que, ao retomar os estudos, você queira fazer a transferência de instituição de ensino. O procedimento exigirá documentos pessoais, histórico escolar e ementas comprovando as disciplinas já cursadas. Você precisará, ainda, se dirigir à instituição de origem para obter toda a documentação e, posteriormente, fazer a transferência externa.

Vale a pena destrancar a faculdade?

Voltar a estudar é um passo fundamental para conquistar competências profissionais e ter um diploma de nível superior. Ademais, como já mencionado, existem possibilidades de bolsas, créditos, transferência de curso, mudança de metodologia de ensino e diversos outros recursos para facilitar o reinício.

Outro ponto é que, quanto antes você retornar, maiores são as chances de aproveitar todas as matérias cursadas e continuar do ponto em que parou. E as matérias estarão mais frescas na sua mente, evitando a necessidade de fazer grandes revisões por conta própria.

Sendo assim, visite uma unidade da Unopar perto da sua residência e busque uma solução para o seu caso. Os profissionais saberão indicar quais são as possibilidades tanto se você já for aluno como se pretende uma transferência externa. Ah! Isso vale também se você está pensando em trancar a faculdade.

Para conhecer as metodologias que podem facilitar a conclusão do curso, acesse nosso conteúdo sobre EAD e semipresencial e confira as vantagens de cada modelo! 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 58

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content