O FIES financia curso semipresencial? Descubra!

meninas estudando para curso semipresencial pelo fies

No contexto em que estamos inseridos, a conclusão de um curso superior é algo que vai muito além de um sonho pessoal — é uma necessidade para atender às demandas do mercado. No entanto, muitas vezes, o aspecto financeiro é um grande impedimento para a conquista do diploma. Nesse caso, fica a dúvida: o FIES financia curso semipresencial?

A modalidade semipresencial, assim como o ensino a distância, tem se mostrado como uma incrível alternativa para pessoas que conciliam os estudos com outros aspectos de sua vida ou que querem economizar um pouco durante a graduação. Sendo assim, nada mais natural do que buscar, também, alternativas para o financiamento do curso.

A seguir, responderemos à pergunta feita no título e daremos ainda mais informações sobre esse assunto, mencionando alternativas ao FIES. Uma delas, inclusive, é aceita pela Unopar, faculdade referência em educação a distância no Brasil. Boa leitura!

O que é o FIES?

Precisamos explicar, ainda que brevemente, o que é o FIES. Esse é um programa elaborado pelo governo federal — em especial pelo Ministério da Educação (MEC) — cujo nome é uma sigla para Fundo de Financiamento Estudantil. Ele funciona como uma espécie de empréstimo para o estudante que está interessado em ingressar no ensino superior.

A porta de entrada para a candidatura ao FIES é o Exame Nacional do Ensino Médio, ou apenas Enem — uma prova aplicada anualmente no mês de novembro e que traz 180 questões de temas variados (ligados ao conteúdo visto na escola) e uma redação.

O FIES é uma oportunidade para estudantes que buscam o financiamento do valor integral ou parcial do curso (há a possibilidade de financiar 50% ou 100% da graduação). A seguir, veja alguns dos requisitos para estar apto a participar desse processo:

  • ter feito pelo menos 450 pontos na média do Enem (válido para qualquer edição a partir de 2010);
  • não ter zerado a redação;
  • renda mensal de até 3 ou 5 salários mínimos.

O FIES financia curso semipresencial?

Agora que já sabemos o que é o FIES, fica o questionamento: será que esse tipo de programa também abrange os cursos semipresenciais? A resposta para essa pergunta, infelizmente, é não. O Fundo de Financiamento Estudantil ainda não executa financiamentos para esse tipo de modalidade educacional.

Com isso, também é pressuposto que o financiamento não é válido para cursos a distância, certo? Exatamente! Para cursos ministrados completamente na modalidade EAD também não é possível utilizar o FIES, que só abrange cursos completamente presenciais em faculdades privadas de todo o Brasil.

Para saber mais sobre o assunto e conferir informações sobre esse tipo de financiamento, não deixe de conferir a Cartilha do FIES, um documento que reúne diversos pontos sobre o programa.

Apesar disso, você não precisa parar os seus estudos (sejam eles feitos em casa ou em cursinhos presenciais) e desistir do seu sonho de cursar uma faculdade EAD de forma gratuita. A seguir, discutiremos algumas alternativas ao FIES para que você possa, mesmo sem ele, dar continuidade aos seus estudos.

Teste Vocacional Rápido

Quais são as outras possibilidades de financiamento?

Agora que já sabemos a resposta para a pergunta inicial, é hora de conhecermos as alternativas ao FIES para as faculdades semipresenciais. Confira.

Prouni

A primeira grande possibilidade de ingresso no ensino superior privado na modalidade semipresencial é candidatar-se ao Prouni. Aqui, o programa não se trata literalmente de um financiamento, mas sim da concessão de bolsas para estudantes que se encontram em situação de vulnerabilidade social ou atendem a outros requisitos.

Para participar do processo seletivo do Prouni, você deve:

  • ter renda per capita de até 3 salários mínimos;
  • ter tirado ao menos 450 pontos na média do Enem;
  • não ter zerado a redação.

Professores da rede pública de ensino e pessoas com deficiência também podem concorrer a essas vagas.

Vale a pena lembrar que o Prouni ocorre um pouco antes do FIES. Por isso, fique sempre de olho nas datas e nos editais e, de preferência, já comece a separar os documentos necessários para não precisar correr assim que o seu nome aparecer na lista de aprovados!

Financiamento estudantil com bancos

Além do Prouni, há a possibilidade de buscar o financiamento com instituições financeiras. Nesse caso, o processo é feito diretamente com a empresa escolhida. É muito importante estar sempre atento às taxas de juros de cada instituição e escolher aquela que for mais atraente para o seu bolso.

Esse tipo de financiamento é muito utilizado. Com o aumento da oferta de vagas de graduação, ele tornou-se uma alternativa muito interessante para quem quer fazer um curso semipresencial e não pode, infelizmente, contar com a ajuda do FIES.

No entanto, isso não é tudo. A seguir, conheceremos outra excelente alternativa de financiamento que pode ser exatamente o que você mais precisa nesse momento. Pronto para descobrir?

Agora que você já sabe que o FIES não financia curso semipresencial e já conhece as alternativas possíveis para contornar esse problema, não perca tempo: comece a separar a documentação necessária e comece, quanto antes, a fazer a sua tão sonhada graduação. Esse é um passo muito importante para o seu sucesso profissional!

Já está pensando em como será o seu cotidiano enquanto aluno de uma graduação semipresencial? Não deixe de conferir nossas dicas para estudar mais e melhor sem sair de casa. Até a próxima!

* Sujeito à alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.