Existe curso de Investigação e Perícia Criminal? Confira!

curso de Investigação e Perícia Criminal

Se você já assistiu a séries e filmes policiais americanos, deve ter percebido um personagem essencial: um especialista que ajuda a polícia a descobrir pistas e a chegar a uma resposta, realizando análises na cena do crime e exames laboratoriais. Pois é! Caso seja dessas pessoas que se arrepiam ao se imaginar fazendo isso, então, pense na possibilidade de estudar Investigação e Perícia Criminal Tecnólogo!

Aqui no Brasil, a área não é tão difundida como lá fora. Um exemplo disso é que ainda não existem tantas instituições que disponibilizam um curso específico para essa atuação. E, apesar de a maioria das oportunidades aqui no país se dar por meio de um concurso público, saiba que ter uma formação já é meio caminho andado!

Por que? Bem, ao longo do texto explicamos melhor. Por isso, siga na leitura e entenda mais sobre o curso de Perícia e Investigação Criminal!

Como funciona o curso de Perícia e Investigação Criminal?

O curso de Perícia e Investigação Criminal é do tipo Tecnólogo, ou seja, é de nível superior, mas com duração breve: 2 anos, em média, podendo chegar a 3. Tem como requisito o término do ensino médio e, diferentemente do Bacharelado, conta com disciplinas bastante específicas e direcionadas à atuação profissional.

Pode ser realizado na modalidade EAD e aborda matérias relacionadas à área jurídica, Biologia, Física, Química e um pouco de Psicologia.

Quais são as principais matérias estudadas no curso de Investigação e Perícia Criminal?

O nome das disciplinas varia de acordo com cada instituição. Mas, de modo geral, você estudará os seguintes conteúdos na grade curricular de Investigação e Perícia Criminal!

Noções de Direito Penal

Direito Penal é a parte do Direito que estuda as leis relacionadas com o poder punitivo do Estado. Você verá temas de Direito Criminal: ação penal, provas, liberdade provisória, inquérito policial, testemunhas, contravenções, causas de extinção da punibilidade, entre outros.

Toxicologia

A Toxicologia é um dos conhecimentos mais importantes para a investigação criminal. Tem relação com Química, Biologia e os estudos de substâncias (medicamentos, drogas e outros ativos) no organismo. Por exemplo, diante de uma morte por afogamento, será preciso verificar se existem vestígios de consumo de álcool e se a quantidade foi suficiente para influenciar essa tragédia.

Psicologia Judiciária

Ainda que você não seja formado em Psicologia, é importante ter uma noção dessa disciplina na área criminal. Aqui, você estudará um pouco de personalidade e transtornos mentais, por exemplo. Os testes psicológicos e a elaboração de laudos só são estudados a fundo caso você seja psicólogo ou psicóloga.

Teoria Geral do Processo

Outro conhecimento importante é o relacionado com todas as etapas e regras necessárias para haver a condenação de alguém. Por exemplo: quem deve prestar queixa ou fazer a denúncia do crime? Em que momento o Ministério Público entra nisso? Como acontece o trabalho entre a polícia e os juízes? Quando as testemunhas serão convocadas? O que é proibido fazer na cena do crime?

Balística

Balística tem muitos conceitos da Física, já que é preciso entender: velocidade de cada tipo de projétil, distância, movimentos do atirador e da vítima, caminho percorrido pela bala, entre outros detalhes.

Genética Forense

Talvez essa seja uma das disciplinas mais famosas do curso de Perícia e Investigação Criminal. Genética Forense estuda os vestígios biológicos encontrados no crime. O profissional que atua com essa parte precisará coletar digitais, marcas de unha, fio de cabelo, saliva, sangue e tentar identificar o autor.

O que é preciso fazer para ser perito criminal?

Se você sente afinidade com a área, saiba que existem vários caminhos que levam a ela. Ao mesmo tempo, há algumas condições que devem ser cumpridas. A gente explica melhor!

Depende dos seus objetivos

No Brasil, a maioria das oportunidades de atuar com perícia criminal acontece por meio de concurso público. Assim, é necessário ficar de olho nos editais, verificar os requisitos da vaga e estudar para a prova.

Você encontra vagas, principalmente, na polícia civil e federal. São cargos específicos para esses órgãos e que exigem dos futuros servidores públicos conhecimentos teóricos. Algumas vezes, podem existir provas práticas também, como corrida e barra. Os órgãos da Justiça, ou seja, os tribunais também podem oferecer vagas nessa área. No entanto, a atuação costuma ser específica para psicólogos.

A atuação do perito de cada órgão pode ser um pouco diferente. Por exemplo: na polícia, há possibilidade de trabalhar direto na cena do crime, em laboratórios ou em necrotério. Para esses, os editais costumam aceitar diversas formações profissionais (por exemplo: Biologia, Farmácia, Biomedicina, Ciência da Computação, Física, Psicologia Criminal, Engenharias etc.).

Já se o cargo for na Justiça, é possível que exija a formação em Psicologia, e a atuação será com aplicação de testes psicológicos e análise do perfil de criminosos. Isso porque, em lei, o psicólogo é o único profissional apto a aplicar esses testes.

Resumindo: cada concurso pode ter exigências diferentes, além de o próprio cargo apresentar atuações distintas. Assim, nossa dica é sempre conferir todos os detalhes dos editais e ver o que mais combina com sua vocação profissional.

Mas é preciso ter formação superior e passar em um concurso público

Além de ter uma formação superior e identificar o cargo que mais combina com suas preferências, é necessário fazer a prova do concurso público. A dificuldade dependerá de muitas variáveis: quantidade de vagas, número de concorrentes e o seu conhecimento sobre as disciplinas. Então, além de ir muito bem na prova, é fundamental ser melhor do que a maioria.

Por isso, ainda que você já tenha alguma formação superior, certamente já estará à frente da maioria dos candidatos caso tenha também o curso de Perícia e Investigação Criminal. Afinal, por meio dele, você já começa a se preparar.

Por que vale a pena estudar Perícia e Investigação Criminal na Unopar?

A Unopar é uma das faculdades mais tradicionais, tem reconhecimento no mercado e conta com qualidade no ensino. Muitos dos cursos, inclusive a faculdade de Investigação e Perícia Criminal, podem ser feito por EAD, tornando a formação bem mais prática e flexível.

Além disso, nosso curso proporciona mais vantagem competitiva a quem pretende seguir carreira na área. Você já parou para pensar em quanto tempo dá para estudar Investigação e Perícia Criminal? Depois do edital publicado, somente 2 ou 3 meses! É pouquíssimo tempo para tanto conteúdo!

Agora é com você!

O curso de Perícia e Investigação Criminal conta com disciplinas interessantes, além de ser um investimento que vale bastante a pena para quem deseja trabalhar na área. Por isso, não corra o risco de a oportunidade chegar em um momento no qual você não está preparado para agarrá-la!

Aproveite que já está aqui e faça logo sua inscrição do vestibular online da Unopar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

[E-BOOK] EAD e empregabilidade: entenda a relação entre eles

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.