Conheça 6 áreas de atuação de um nutricionista

atuação de um nutricionista

O curso de Nutrição tem a função de formar profissionais responsáveis pela análise dos efeitos dos alimentos na saúde humana e determinar a quantidade ideal de nutrientes que cada um precisa ingerir. Logo, o nutricionista prescreverá dietas para a reeducação alimentar e melhoria no condicionamento físico da pessoa.

Após a formação, é comum que os recém-formados fiquem em dúvidas sobre quais as áreas de atuação do nutricionista devem seguir. Afinal, é necessário avaliar, entre os vários setores, aquele que melhor se enquadra ao perfil do profissional, principalmente em relação às expectativas futuras.

Quer saber mais sobre as opções disponíveis para quem faz o curso de Nutrição? Elaboramos um post explicando quais são para que você possa se integrar nesse ramo. Boa leitura!

Como anda o mercado de trabalho de Nutrição?

A Nutrição é um dos cursos na área da saúde que dura cerca de 4 anos e é do tipo Bacharelado. As atividades do formado são muito importantes para a sociedade, e a atuação do ramo na promoção do bem-estar e da saúde das pessoas vem sendo cada vez mais valorizada.

Embora seja uma profissão com espaço no mercado de trabalho brasileiro, a área também é muito concorrida. A importância da educação e da capacitação é evidente para quem deseja seguir na carreira –– posteriormente, fazer especializações de vários tipos também ajuda.

Após formado, os profissionais podem atuar em ramos, como:

  • clínicas;
  • consultórios;
  • buffets de festas;
  • cruzeiros.

O salário médio do profissional é de R$ 2.858,36* para uma jornada de trabalho de 39 horas semanais. Para obter as melhores vagas do mercado, é fundamental sempre se especializar e se manter atualizado. Ao estudar na Unopar, essa missão fica mais fácil com a ajuda exclusiva do Canal Conecta.

Quais são as áreas de atuação do nutricionista?

O nutricionista apresenta um vasto campo de atuação, tendo um papel fundamental para a sociedade. Veja, a seguir, as principais áreas.

1. Nutrição clínica

Nesse ramo, o profissional atua em sua própria clínica, atendendo pessoas que buscam uma alimentação mais saudável, apresentam alguma doença, desejam ganhar massa muscular ou perder peso.

Caso prefira, esse tipo de nutricionista também pode segmentar a sua atuação para atender apenas gestantes ou crianças, por exemplo.

No dia a dia de trabalho, ele avalia os pacientes e realiza o acompanhamento clínico para que a pessoa mantenha um bom estado nutricional e reduza o risco de surgimento de determinados problemas como obesidade ou desnutrição. O salário médio é de R$ 2.858,36*.

2. Nutrição hospitalar

Essa especialidade tem a função de fornecer assistências dietéticas e possibilitar educação nutricional às pessoas internadas. É o nutricionista que faz a triagem que identifica o paciente com doenças relacionadas com a redução do apetite e perda de peso.

O profissional também cuida dos processos de requerimento de dietas e produção de alimentos, monitora o estado nutricional e garante um cuidado personalizado, sempre atuando com uma equipe multidisciplinar formada por enfermeiro, assistente social, médico e farmacêutico. O salário médio é de R$ 2.638,37*.

3. Nutrição esportiva

O ramo da Nutrição esportiva vem crescendo bastante. Esse nutricionista orienta atletas de modalidades variadas, incluindo fisioculturismo, atletismo, vôlei, futebol, entre outros. O trabalho do profissional é avaliá-los e ajudar quanto ao consumo de suplementos alimentares e produtos saudáveis para garantir um bom rendimento em suas atividades.

Ele pode atuar em academias e clubes ou ainda fazer o atendimento individual de atletas. Contudo, também é comum o trabalho em centros estéticos e spas, auxiliando pessoas que procuram uma boa alimentação, aliada à prática de exercícios físicos.

A média salarial da profissão é de R$ 2.022,12*. Quem deseja atuar nesse ramo precisa se manter atualizado e investir em uma qualificação para obter destaque no mercado de trabalho.

4. Indústria de alimentos

O nutricionista também pode atuar na indústria alimentícia, sabia? No país, esse ramo proporciona um leque amplo de oportunidades, fazendo com que mais profissionais procurem por esse setor. Algumas das atividades desenvolvidas incluem:

  • tratar de assuntos regulatórios;
  • fazer análise relativa ao processamento de matéria-prima;
  • fazer o marketing externo e interno;
  • controlar a qualidade de produtos;
  • elaborar informes técnico-científicos.

Um requisito para atuar na especialidade é fazer pesquisas, trabalhos laboratoriais e se manter sempre atualizado em relação à necessidade de lançar novidades que agradem ao consumidor. O salário médio é de R$ 2.858,36*.

5. Saúde coletiva

Quem atua nessa área tem o objetivo de promover a conscientização e educação da sociedade relacionadas à alimentação. Isso pode ser feito por meio de atendimentos, pesquisa, programas e campanhas. Durante o expediente, o profissional deve pensar em uma maneira de educar as pessoas em relação aos termos nutricionais.

Quem escolher esse ramo pode atuar como gestor de programas governamentais ou fiscal sanitário, coordenando a produção de alimentos. Também trabalha como conselheiro de saúde, criando uma política pública que solucione o problema relacionado com a nutrição da população, como obesidade e desnutrição. A média salarial da profissão é de R$ 2.858,36*.

6. Gastronomia

Você gosta de cozinhar e entender a função dos alimentos? Então, a área da Gastronomia pode ser uma excelente opção. O objetivo é aliar uma alimentação saudável e com muito sabor. O profissional com essa habilitação pode ajudar os clientes e diversificarem o cardápio do dia a dia, com foco no bem-estar e na saúde.

Uma consequência do trabalho é a adesão maior ao planejamento alimentar, ou seja, não é necessário abrir mão dos sabores para estar em dia com a alimentação. A média salarial é de R$ 2.670,95*.

Como se destacar no mercado?

Para se destacar no mercado de trabalho, é fundamental se manter atualizado. Além disso, optar por uma boa faculdade deve ser o primeiro ponto a ser analisado. Aqui na Unopar, você poderá encontrar Nutrição EAD no semipresencial. Nessa modalidade, vai à instituição de ensino somente alguns dias na semana. Várias aulas são oferecidas na sala de aula virtual, e os professores são formados na área relacionada com o curso no qual atua.

Para estudar em nossa instituição, é possível encontrar diferentes formas de ingresso: vestibular online ou tradicional, nota do Enem, transferência externa, Prouni, FIES e segunda graduação. Por isso, não perca tempo!

Invista na sua qualificação!

Agora que você já conhece as áreas de atuação do nutricionista, lembre-se de pesquisar bastante sobre o curso para conhecer as oportunidades e o mercado de trabalho. Além disso, opte por uma instituição de ensino reconhecida e que proporcione todo o suporte aos alunos.

Gostou do texto e quer estudar Nutrição em uma faculdade de qualidade e renomada? Então, se inscreva em nosso vestibular e fique preparado!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content